5638 – Cores – A mistura de todas dá sempre branco?


Só de luzes coloridas. Juntando um monte de tintas diferentes num balde, o resultado vai ficar muito próximo do preto. Cores não passam de ondas eletromagnéticas e podem tre frequências diferentes, o que gera as tonalidades. O branco é a mistura de todas as frequências. Para comprovar basta focalizar fachos de luz coloridas sobre um mesmo ponto, numa folha branca. Mas tinta não é o mesmo que um facho de luz. Uma tinta preta absorve todas as cores, causado o negrume. Já uma branca, reflete todas.

Um pouco +

O arco-íris é um fenômeno óptico e meteorológico que separa a luz do sol em seu espectro (aproximadamente) contínuo quando o sol brilha sobre gotas de chuva. É um arco multicolorido com o vermelho no seu exterior e o violeta em seu interior; a ordem completa é vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil (ou índigo) e violeta. No entanto, a grande maioria das pessoas consegue discernir apenas seis cores, e o próprio Newton viu apenas cinco cores, e adicionou mais duas apenas para fazer analogia com as sete notas musicais.
Para ajudar a lembrar a sequência de cores do arco-íris, usa-se a mnemónica: «Vermelho lá vai violeta», em que l, a,v, a,i representam a sequência laranja, amarelo, verde, azul, índigo. Na língua inglesa é usada a mnemónica roygbiv.
O efeito do arco-íris pode ser observado sempre que existir gotas de água no ar e a luz do sol estiver brilhando acima do observador em uma baixa altitude ou ângulo. O mais espetacular arco-íris aparece quando metade do céu ainda está escuro com nuvens de chuva e o observador está em um local com céu claro. Outro local propício à apreciação do arco-íris é perto de cachoeiras.