9455 – Estudo avalia viabilidade do bioquerosene para aviação civil 100% nacional


Logo Fapesp Sponsors - Azul

O pesquisador Augusto Cortez, vice reitor de Relações Internacionais da Unicamp apresenta um estudo que incentiva a produção de bioquerosene para a aviação civil brasileira. Patrocinado pelas empresas Boing e Embraer, o estudo Plano de vôo para biocombustíveis de aviação no Brasil tem financiamento da FAPESP e coordenação do Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético da Unicamp.
Biocombustível ou agrocombustível é o combustível de origem biológica não fóssil. Normalmente é produzido a partir de uma ou mais plantas. Todo material orgânico gera energia, mas o biocombustível é fabricado em escala comercial a partir de produtos agrícolas como a cana-de-açúcar, mamona, soja, canola, babaçu, mandioca, milho, beterraba, algas.
Biocombustíveis são fontes de energia renováveis, derivados de matérias agrícolas como plantas oleaginosas, biomassa florestal, cana-de-açúcar e outras matérias orgânicas. Existem vários tipos de biocombustíveis: bioetanol, biodiesel, biogás, biomassa, biometanol, bioéter dimetílico, bio-ETBE, bio-MTBE, biocombustíveis sintéticos, bio-hidrogênio, gás de síntese.