13.360 – Mega Clássicos – Kung Fu Fighting


Carl_Douglas_–_Kung_Fu_Fighting

É uma famosa canção do jamaicano Carl Douglas. Douglas foi o primeiro artista jamaicano a chegar ao topo das paradas musicais note americanas, o que ocorreu em 1974.Na época o Kung Fu e seus filmes eram muito populares mundialmente, tanto que foi lançada uma famosa série de TV com o ator David Caradine

Ano: 1974

Formato(s) VinilGênero(s)

Disco, funk rock

Duração 6:18

Gravadora(s) Pye Records

Composição Carl Douglas

Produção     Biddu

Bruce-Lee
Bruce Lee

8818 – Mega Fight – O Kung Fu


kung fu

A luta que conhecemos como kung fu na verdade se chama wushu e foi criada há pelo menos 4 mil anos, na Mongólia, espalhandose pela China. A falha de comunicação foi do missionário francês Jean Joseph Marie Amiot (1718-1793), que acabou reba rebatizando a luta com uma expressão que significa “trabalho duro”, em cantonês. De qualquer forma, foi como kung fu que essa arte marcial ganhou fama no Ocidente e, a partir dos anos 60, passou a estrelar no cinema. Muito antes disso, porém, o wushu – “arte da guerra” em mandarim – era mania nacional na China desde 700 a.C. Ao longo do tempo, o wushu ganhou dezenas de variações, muitas delas criadas em templos famosos, como Shaolin, Fukien e Huanshan. Em 1949, o governo chinês criou regras oficiais para competição, usadas até hoje nos campeonatos mundiais que rolam a cada dois anos.

Popularizada pelo cinema, a modalidade é marcada por movimentos rápidos e precisos

Vale até ser acrobático para acertar o adversário
SALTO DE 540º
Este giro e meio no ar, finalizado com um chute baixo, impressiona. Trata-se, porém, de um golpe mais bonito do que eficiente

MARTELO
Por ser muito veloz, este golpe ajuda a pegar o rival desprevenido. Se for mal aplicado, porém, abre a guarda para o contra-ataque

JOELHADA
Golpe dos mais comuns nos filmes de kung fu: com um salto preciso, o lutador cai com o joelho ferindo as pernas do adversário

NA DEFESA
Bloquear sequências de golpes não garante contra-ataques

GIRO DE MÃOS
É eficaz contra golpes altos em sequência, mas não evita que o oponente continue na ofensiva e encurrale o adversário.

BLOQUEIO
Evita golpes fortes e diretos na altura do tronco. Apesar de ser muito eficiente, não ajuda na preparação do contra-ataque.

EMPURRÃO
Neste caso, a defesa é o melhor ataque. Um movimento rápido em direção ao peito faz o adversário recuar e perder o equilíbrio.

Bruce Lee, a lenda…
Com a lenda das artes marciais e do cinema, não tinha nada coreografado e as lutas filmadas eram espontâneas. Além de se tornar um mestre do wushu, Bruce Lee criou seu próprio estilo de luta, o Jeet Kune Do. Enquanto atuava e praticava artes marciais, o cara ainda arranjou tempo para se formar em filosofia
– Um dos golpes mais famosos nos filmes, o soco de uma polegada, é mais usado no wing chun, arte marcial chinesa que Bruce Lee dominava
– Os estilos derivam do movimento de 12 seres: urso, serpente, águia, tigre, dragão, galo, cavalo, louva-a-deus, macaco, gavião, andorinha e garça
– Antes de ser ator, o mestre Jet Li também demonstrou a luta para autoridades. Foi em 1974, na Casa Branca, diante de Richard Nixon
– Por volta de 200 a.C., muitas mulheres eram mestras. Uma das mais conhecidas foi Yuenu, que se apresentou para o imperador Goujian.

Na competição, as lutas rolam em um tablado elevado e os lutadores, descalços, usam luvas e protetores de cabeça. As apresentações coreografadas, individuais e coletivas, por sua vez, acontecem no chão e lembram as provas de solo da ginástica olímpica.
Um dos 13 árbitros fica no tablado e orienta a luta junto com dois auxiliares. Os outros dez contabilizam, de longe, os pontos de cada lutador para a contagem final;

PONTO CERTO
A luta é decidida por nocaute ou por pontos. Para golpes simples, valem mais os que acertam a cabeça. Golpes no tronco valem um pouco menos e nas pernas menos ainda. O que dá mais pontos, porém, é encaixar uma sequência de golpes ou mandar um daqueles de difícil execução, como o salto de 540º;

TEMPO DE LUTA de 1min20s a 5minutos

PEÇAS E ACESSÓRIOS

As armas do wushu estão ligadas à tradição militar chinesa
DAO Na China, este sabre usado na Ásia há 5 mil anos é a mais básica das armas
BIAN Espada curta, usada no estilo Shaolin Quan, aparece em vários filmes
MARTELO Formado por uma corda de 4 m com dois pesos de 180 g na ponta
DAN Tridente muito comum no kung fu, principalmente no estilo Chuang Fa.

2827 – Mega Seriados: Kung Fu


A série foi ao ar no Brasil pela Rede Globo

Foi uma série de televisão estrelada por David Carradine, apresentada no período de 1972-1975. No Brasil, foi apresentada pela Globo, a partir de 1973. Conta-se que Bruce Lee queria o papel e, ao ser preterido por Carradine, aceitou trabalhar em Hong Kong, de onde retornaria para a América pouco tempo depois, transformado em astro cinematográfico do Kung Fu.
No filme piloto da série, é mostrado o aprendizado do monge Shaolin Kwai Chang Caine. Quando um de seus mestres favoritos (Mestre Po, um ancião cego e que apelidou Caine de gafanhoto) é assassinado, Caine se vinga e mata o assassino. Depois foge para América do velho oeste. Caine tem sua cabeça posta à prêmio pelo império Chinês, o que o obriga a estar sempre fugindo, de cidade em cidade, como o típico justiceiro solitário. Só que Caine não usa armas de fogo nem cavalo, se defendendo apenas com o Kung Fu. Intercalada às histórias do presente, mostram-se flash backs que contam os aprendizados dados por Mestre Po e Mestre Kahn à Caine, no templo Shaolin, sendo esta a maior novidade da série.
O filme “piloto”, Kung Fu, estreou nos Estados Unidos no dia 22 de fevereiro de 1972, na rede ABC. O personagem Caine quando aparece no velho Oeste, traz alguns elementos do pistoleiro Harmônica ou Gaita, personagem de Sergio Leone em Era uma vez no Oeste (BR), interpretado por Charles Bronson. No filme de Leone, Bronson (sem bigode) está sempre com os olhos semi-cerrados e sorrindo para seus adversários, parecendo um típico sino-americano (Um dos filmes de Bronson na década de 70 chamava-se justamente Chino). Além de contar com a inseparável gaita, que esta sempre à mão. Já Caine, que é de fato sino-americano, gosta de tocar sua flauta antes de derrubar seus oponentes. Quentin Tarantino, fã de Leone e dos filmes de artes marciais, faz com que Bill (o personagem que criou para Carradine no filme Kill Bill Volume 2) também apareça tocando uma flauta e sorrindo para Uma Thurman, antes de invadir com sua gangue a igreja em que ela estava se casando e massacrar todos os presentes. Em 1986 e 1987, foram filmadas duas sequências da série Kung Fu, com a participação de Brandon Lee, filho de Bruce Lee.
David Carradine
John Arthur Carradine (Los Angeles, 8 de dezembro de 1936 — Bangcoc, 3 de junho de 2009) foi um ator norte-americano.
David Carradine é mais conhecido por seu personagem “Kwai Chang Caine”, na série de televisão Kung Fu, produzida a partir dos anos 1970, na qual interpretava um monge Shaolin, mestre em Wushu, no Velho Oeste dos Estados Unidos. Uma cena famosa da série (que deveria ter sido estrelada por Bruce Lee, mas os produtores, ao final, não quiseram um chinês “autêntico”, optando por “puxar os olhos” de Carradine) é quando Kwai Chang tatua sua pele com ferro quente.
Em 2003, Carradine ganhou nova audiência quando interpretou o personagem “Bill” nos dois filmes da série Kill Bill, de Quentin Tarantino, nos quais contracena com Uma Thurman.
Morte
David Carradine foi encontrado morto em 4 de junho de 2009, em um hotel de luxo em Bangcoc, onde participava das filmagens de Stretch.
O primeiro relatório da polícia local indicava que Carradine teria cometido suicídio por enforcamento. Um funcionário da embaixada americana declarou, no entanto, que as circunstâncias da morte ainda não haviam sido plenamente esclarecidas.Posteriormente, a polícia passou a considerar a hipótese de que ele tenha morrido acidentalmente. “Não está claro se ele se suicidou ou se morreu asfixiado por um problema cardíaco devido a um orgasmo”, declarou um policial tailandês. As câmeras do hotel não registraram entrada ou saída de pessoas do apartamento do ator e a porta estava fechada por dentro. Aventa-se a possibilidade de asfixia auto-erótica.