7814 – Navio – Invisível até em cima d’água


Depois de Caças F-117A stealth (furtivo), Muitos difíceis de serem detectados por radar, a Lockheed apresentou o Sea Shadow, navio de guerra “invisível”. Muito parecido com seu parente voador, o Sea Shadow foi construído em aço, tem 48 metros de comprimento e é movido por um par de motores diesel-elétrico, colocados embaixo do casco em forma de cataramã. Ao contrario do avião, o navio invisível não será produzido em escala nem vai para o campo de batalha. A Lockheed informa que construiu apenas com fins experimentais.
(Será?)

Navio de guerra

Um Pouco +
A Marinha norte-americana divulgou imagens de como será a próxima frota de navios utilizados por ela. A nova arma do Pentágono, desenvolvida para manter o poderio americano no oceano Pacífico, utiliza a tecnologia Stealth, que faz a embarcação captar ondas eletromagnéticas e não ser localizado por radares.
O crescimento dos gastos militares chineses estimulou a nova política militar norte-americana, que passou a melhorar seus equipamentos usados na região.
O navio, previsto para começar a ser usado em 2014, também será capaz de atacar territórios com seus equipamentos “futurísticos”. O DDG-1000 Zumwalt, como foi nomeado, está sendo divulgado pelo governo americano como o navio destruidor mais avançado da história e a solução perfeita para a missão na Ásia e no Pacífico, considerada pelos Estados Unidos como a região mais estrategicamente importante no mundo.
Com as novas tecnologias implantadas, o DDG-1000 Zumwalt não deixa praticamente nenhum rastro, funciona a partir de propulsão por acionamento elétrico e tem sistemas avançados em seus radares e mísseis.
Apesar de ser mais comprido e mais pesado que outros navios da Marinha americana, o Zumwalt terá metade da tripulação, graças aos sistemas automáticos. O navio irá usar campos magnéticos e correntes elétricas para lançar mísseis mais rápidos que a velocidade do som.

Repercussão
Sendo ou não um resquício da Guerra Fria, os governos da Rússia e da China rapidamente se pronunciaram e afirmaram que não se sentem ameaçados com o novo navio americano.
Zhang Zhaozhong, pesquisador da Universidade de Defesa Nacional da China, considerou o navio como “um caso perdido”.
O governo chinês afirmou que para afundar a nova arma americana seriam necessários apenas “barcos de pescaria” armados com explosivos.
Dean Cheng, chinês que trabalha na Heritage Foundation — instituto de pesquisas na capital norte-americana — disse que a necessidade e o trabalho dedicado ao DDG-1000 devem ser comparados ao número de embarcações que serão necessárias em missões simultâneas.
— Comprar navios hipercaros vai contra essa comparação, mas comprar navios que não farão o trabalho, ou ainda pior, que não poderão enfrentar o inimigo, é ainda mais irresponsável.
Apesar da afirmação, qualquer novo investimento americano na região é visto com cautela pelos chineses.

5111 – ☻ Mega Notícias – Megabyte


Dos cinco sentidos, os computadores só estimulam três: tato, audição e visão. Agora, cientistas do Instituto Weizmann, em Israel, anunciaram a criação de um sistema de codificação que agrega mais um: o olfato. Chamado de “comunicação olfativa”, o sistema deve ser comercializado em quatro anos. Os usuários terão a sensação do cheiro por meio de TV, computador e tela de cinema.
INFORMÁTICA II
O vírus “I love you”, (amor só no nome) anexado a e-mails com esse título, causou quase 3 bilhões de dólares de prejuízo em menos de 48 horas. Foram contaminados 45 milhões de computadores no planeta, provocando panes generalizadas e roubo de informações. A vulnerabilidade global da internet foi exposta.
ENGENHARIA
Professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro anunciaram que estão dominado a tecnologia para desenvolver o primeiro trem magnético brasileiro de alta velocidade. Ele levitará sobre trilhos e poderá alcançar 400 quilômetros por hora. A nova tecnologia será apresentada em junho no 16º Congresso Internacional de Levitação Magnética, no Rio de Janeiro.
Silicone Furado
O governo americano é que afirma: 67% dos implantes de silicone acabam se rompendo. Outra conclusão é que os implantes mais recentes, de silicone mais fino para dar uma aparência mais natural, são os que mais rasgam. A pesquisa utilizou uma amostragem de 344 mulheres, em todo o país, e foi feita pelo FDA, órgão que regulamenta os medicamentos nos Estados Unidos.
Café reduz Parkinson
Um estudo da Secretaria da Saúde do Estado americano do Havaí sugere que o café reduz até cinco vezes as chances de desevolver mal de Parkinson, doença degenerativa do cérebro. O neurologista Webster Ross, encarregado da pesquisa, diz que a cafeína pode vir a ser recomendada como tratamento.
Anti-depressivo emagrece
O antidepressivo Bupropion também serve para combater o excesso de peso. O psiquiatra americano Kishore Gadde, da Universidade Duke, fez uma pesquisa cuidadosa com dois grupos de mulheres que consumiam apenas 1 600 calorias por dia. O grupo que, além disso, tomou o Bupropion perdeu mais peso do que o outro. A diferença, em quilos, foi quatro vezes maior.

5091 – Sociedade – Incitação ao Crime?


Um televangelista fanático defendeu o assassinato de Hugo Chavez como medida preventiva para evitar que os americanos gastem 200 bilhões em outra guerra para se livrar de um ditador. Há mais de 30 anos uma lei proíbe o governo americano de cometer assassinatos políticos no exterior. Grupos evangélicos de extrema direita são parte importante do eleitorado, por isso, o então presidente Bush não condenara publicamente as declarações de Robertson. Dono de um império empresarial que inclui uma rede de TV e uma universidade e de uma receita para emagrecer que vende bem, ele é um prodígio em declarações descabidas. Disse que os atentados eram vingança divina pelo excesso de materialismo e liberdade sexual da sociedade americana. Advertiu que terremotos, tornados e possivelmente meteoritos iriam atingir a Disney por ter promovido o Dia Gay, mas por enquanto o parque está intacto.