14.184 – ☻Mega Notícias – Escapou do Câncer mas Morreu num Tombo


O homem que foi curado de um câncer em estado terminal com um tratamento inédito na América Latina morreu em Belo Horizonte após um acidente. De acordo com a Polícia Civil, o corpo de Vamberto Luiz de Castro, de 64 anos, deu entrada no Instituto Médico Legal em 11 de dezembro e saiu no mesmo dia.
O acidente provocou um traumatismo craniano grave em Vamberto, que não resistiu. Os parentes do homem não quiseram se manifestar.
Vamberto estava em fase terminal de um linfoma – um tipo de câncer – muito agressivo nos ossos quando procurou o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto para tentar um tratamento ainda experimental no Brasil, inédito na América Latina, com uma equipe da Universidade de São Paulo (USP).
Ele teve alta em outubro após apresentar uma melhora considerada cura, com a terapia genética descoberta no exterior e conhecida como CART-CeII.
Antes de se submeter ao tratamento inédito custeado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), Vamberto tomava doses máximas de morfina diariamente e não conseguia mais andar. O tumor havia se espalhado pelos ossos. No início de setembro, o corpo do paciente estava tomado por tumores. Já após o tratamento, a maioria deles já havia desaparecido. E os que restavam, segundo os médicos, sinalizavam a evolução da terapia.
No EUA, os tratamentos comerciais já receberam aprovação e podem custar mais de US$ 475 mil.

14.183 – Medicina – O que é Bruxismo?


bruxismo
Também designado como briquismo (do grego “brýkhmós”, cujo significado é “ranger os dentes”) é uma condição na qual o indivíduo aperta ou range os dentes, na maioria das vezes inconscientemente, a noite durante o sono, ou até mesmo durante o dia. O bruxismo atinge pessoas de todas as idades, sendo mais frequente entre os 15 e 35 anos e com maior prevalência nas mulheres. Suas causas estão relacionadas com problemas emocionais, tais como o estresse e ansiedade.
Em muitos casos, o bruxismo pode ser moderado e nem sequer ser notado. No entanto, pode ser frequente e grave o suficiente para causar problemas maiores. O ranger dos dentes, além de causar um desgaste tremendo nos dentes e danificar os tecidos em volta deles, pode ainda resultar em dores de cabeça (enxaquecas), afetar a mandíbula, causar problemas de ouvidos e dores miofaciais. Em bocas onde não há uma higiene bocal adequada e que haja dentes cariados, o ranger pode provocar também a quebra dos mesmos.
Quando o bruxismo ocorre durante o dia, é mais fácil para ser controlado e também diagnosticado. No entanto, pelo fato do bruxismo acontecer na maioria das vezes durante o sono, grande parte das pessoas não sabem que rangem os dentes. O movimento feito pelo bruxismo durante o sono envolve movimentos rítmicos semelhantes ao da mastigação, com longos períodos de contração dos músculos mandibulares. Estes movimentos e contrações podem ser tão fortes que consequentemente, no dia seguinte, alguns sintomas como dor de cabeça e maxilar dolorido acontecem. Em muitos casos, o bruxismo pode ser alto o suficiente para acordar um parceiro adormecido. Por isto é importante identificar os sinais e sintomas de bruxismo e procurar atendimento odontológico.
Se há suspeita da possibilidade de diagnóstico de bruxismo é recomendável procurar um dentista o quanto antes, que irá receitar um protetor bucal (placas interoclusais feitas sob encomenda) para proteger os dentes durante a noite deste hábito destrutivo. Estas placas com o tempo serão desgastadas pelo uso constante e devem ser trocadas sempre que necessário. Além disto, recomenda-se também evitar ou reduzir alimentos e bebidas que contenham cafeína, como também as bebidas alcoólicas que contribuem para o aumento da ansiedade e o stress nos pacientes, intensificando o ranger dos dentes. Muitas pessoas que tem bruxismo possuem a mania de colocar lápis ou canetas na boca para mastigar as suas pontinhas, bem como outros objetos. Estes hábitos devem ser suspensos e também é aconselhável evitar as gomas de mascar (chicletes).