13.947 – A Inflação e a Deflação


inflação
A inflação é um aumento continuado e generalizado no valor dos preços dos bens e serviços. Este aumento geral e persistente dos preços resulta na diminuição do poder de compra de uma moeda.
A taxa da inflação é calculada pelo Índice de Preços no Consumidor que demonstra a variação de preços de um cabaz de cerca de 150 de produtos, um capaz de compras representativo do consumo das famílias de um país ou de um grupo de países.
Uma inflação baixa e constante estimula o investimento e o crescimento econômico. Uma inflação elevada diminui o poder de compra das famílias.
A inflação já foi um grande problema para a economia brasileira, merecendo sempre grande atenção do governo e da sociedade.
A partir da década de 1980, vários planos fracassaram na tentativa de impedir o seu avanço. Mas desde 1994, com a implantação do Plano Real, ela está relativamente sobre controle, ficando atualmente entre 4 a 5% ao ano.

Deflação: o que é?
A deflação é a descida generalizada do preço dos bens e dos serviços num largo período de tempo.
Ela pode ser causada por diversos fatores, com origem num desequilíbrio entre a procura e a oferta. Com a deflação regista-se um adiamento de decisões de consumo, com os consumidores a esperarem que os preços desçam ainda mais e com as empresas a venderem menos.
A curto prazo, ela pode ser positiva, já que o poder de compra dos consumidores cresce, mas se houver recessão, a médio e longo prazo surgem problemas como a queda dos salários, do rendimento e dos empregos.

Qual a diferença entre inflação e deflação?
A inflação é então uma realidade inversa à deflação.
Na inflação dá-se a subida generalizada dos preços dos bens e serviços, do nível médio dos preços na economia.
Na deflação existe uma redução prolongada do Índice de Preços no Consumidor, do nível médio dos preços na economia.
Na inflação o valor de uma moeda diminui, não se conseguindo comprar o mesmo que se comprava antes da subida dos preços.
Na deflação o valor de uma moeda aumenta, conseguindo-se comprar mais do que se comprava antes da descida dos preços.
Quando a inflação diminui de 5% ao mês para -2%, por exemplo, pode-se afirmar que houve deflação, já que neste caso a inflação registou um valor negativo.

inflação-voltou-21

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s