13.635 – Astronomia – Satélites do Sistema Solar


satelites
Os planetas e os planetas anões oficiais do Sistema Solar são conhecidos por serem orbitados por 182 satélites naturais ou luas. 19 satélites do Sistema Solar são grandes o suficiente para serem gravitacionalmente arredondados, e, portanto, seriam considerados planetas ou planetas anões se estivessem em órbita direta ao redor do Sol.
Um satélite natural é um corpo celeste que orbita ao redor de um corpo celeste de maiores dimensões. É o caso, por exemplo, da Lua que é o satélite natural do planeta Terra. O nosso Sistema Solar possui 8 planetas, e ao redor dos planetas orbitam ao todo mais de 170 satélites naturais (ou luas) atualmente conhecidos. Dos 8 planetas do nosso Sistema Solar, apenas os planetas Mercúrio e Vénus não têm quaisquer satélites naturais conhecidos.
Os satélites naturais dos planetas do Sistema Solar possuem dimensões muito diferentes. Alguns têm vários milhares de km de diâmetro, outros têm diâmetros na ordem de 1 km.

Ganimedes – O maior satélite de todos os planetas do Sistema Solar. Trata-se, por isso, também do maior satélite do planeta Júpiter, possuindo 5.262 km de diâmetro. Ganimedes foi descoberto em 1610, pelo astrónomo italiano Galileu Galilei.

Titã – O segundo maior satélite do Sistema Solar, sendo o maior satélite do planeta Saturno, possuindo 5.150 km de diâmetro. Este é o único satélite do Sistema Solar que sabemos possuir uma atmosfera densa. Titã foi descoberto em 1655 pelo astrónomo holandês Christiaan Huygens.

Calisto – Este satélite do planeta Júpiter aparece em terceiro lugar, com 4.820 km de diâmetro. Calisto foi descoberto no ano de 1610 por Galileu Galilei.

Io – Em quarto lugar surge outro satélite de Júpiter. Io possui 3.642 km de diâmetro. Esta lua de Júpiter é caracterizada pela sua intensa atividade vulcânica, sendo mesmo o objeto com maior atividade vulcânica de todo o Sistema Solar. Io foi descoberto em 1610 por Galileu Galilei.

Lua – O satélite do planeta Terra aparece em quinto lugar. A nossa Lua possui 3.475 km de diâmetro. O diâmetro da Lua é cerca de 1/4 do diâmetro da Terra, o que faz com que a Lua seja o maior satélite do Sistema Solar em termos de proporção com seu planeta, porém é o quinto em termos absolutos.

Europa – Em lugar sexto surge outra lua do planeta Júpiter. Europa possui 3.121 km de diâmetro. Debaixo de sua crosta de gelo, é possível que exista um oceano de água salgada. Europa foi descoberto em 1610 por Galileu Galilei.

Tritão – Em sétimo lugar está Tritão, sendo este o maior satélite do planeta Neptuno com 2.706 km de diâmetro. Dada a sua grande distância ao Sol, Tritão é um dos objetos mais frios do Sistema Solar com temperaturas a rondar os -235º C. Tritão foi descoberto em 1846 pelo astrónomo inglês William Lassell.

Titânia – Em oitavo lugar aparece o maior satélite do planeta Úrano. Titânia possui 1.577 km de diâmetro. Titânia foi descoberto em 1787 pelo astrónomo William Herschel (o astrónomo que descobriu o planeta Úrano).

Reia – A nona maior lua do Sistema Solar é Reia, que é também a segunda maior do planeta Saturno, possuindo 1.528 km de diâmetro. Reia foi descoberta pelo astrónomo italiano Giovanni Cassini em 1672.

Oberon – Em décimo lugar surge Oberon, satélite do planeta Úrano. O diâmetro de Oberon é de 1.523 km. Oberon foi descoberto em 1787 pelo astrónomo William Herschel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s