13.589 – Submarino afundado na 1ª Guerra é descoberto após 103 anos


submarino
Foram descobertos os restos do submarino HMAS AE1, na costa das Ilhas do Duque de York, em Papua-Nova Guiné. A embarcação que desapareceu em 14 de setembro de 1914, com 35 tripulantes a bordo, ainda na Primeira Guerra Mundial, teve sua localização encontrada no início do mês mas a informação só foi divulgada agora.
De acordo com a publicação do ‘O Globo’, o submarino teria sido a primeira perda da marinha da Austrália no combate. Ele foi encontrado com o uso de drones aéreos e sonares e estava a 300 metros de profundidade.
“Foi uma tragédia significativa sentida pela nossa nação e nossos aliados”, afirmou o Departamento de Defesa da Austrália, em comunicado.
A missão de buscas foi realizada pelo governo da Austrália, em parceria com o Museu Marítimo Nacional da Austrália, a Fundação Silentworld e a empresa Find AE1, criada especificamente para este fim
O HMAS AE1 era um submarino de classe E, com 55,2 metros de comprimento e 760 toneladas. Ele foi projetado para submergir a até 30 metros de profundidade, com autonomia de 5,6 mil quilômetros. Ele foi construído na Inglaterra, entrando em serviço em maio de 1913.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s