13.207 – Mega Byte – O Sistema Blackbox da Linux


black box linux
É um gerenciador de janelas livre para sistemas Unix-like com X Window System. Se destaca pela leveza, sendo ideal para quem usa micro-computadores com poucos recursos e não quer abrir mão de uma interface gráfica. Um usuário conta que o Blackbox roda satisfatoriamente em um 486DX4 (66 MHz) com 16MB de memória RAM. Outras características são seu estilo minimalista e a capacidade do usuário personalizar seu visual a partir de temas. É escrito em C++ e contém código completamente original.
Blackbox é portável, podendo ser compilado e executado nos seguintes sistemas operacionais
BSD (principal plataforma de desenvolvimento)
Linux
IBM OS/2
Windows (under Cygwin)
Windows chamado BB4Win
Apple Mac OS X
Sun Solaris
SGI Irix
HP HP/UX
O Blackbox teoricamente roda em qualquer arquitetura.
O sucesso do BlackBox gerou alguns projetos derivados que se propuseram a continuar sua linha inicial de desenvolvimento – mas adicionar novos recursos. Alguns desses projetos são:

FluxBox
OpenBox
Um dos grandes motivos do sucesso do Blackbox e de suas variações é o fato dele ser uma interface completamente nova, diferente do Windows, MacOS, KDE e Gnome. O Blackbox foi desenvolvido do zero, tendo em mente um ambiente simples e rápido, mas ao mesmo tempo funcional. A página oficial é a http://blackboxwm.sourceforge.net
A interface do Blackbox é bastante simples. O iniciar pode ser acessado clicando com o botão direito sobre uma área vazia qualquer da área de trabalho
A barra de tarefas do Blackbox tem um layout bastante reduzido. As setas da esquerda permitem alternar entre as áreas de trabalho (você pode manter programas diferentes abertos em cada uma), enquanto as setas da esquerda alternam entre as janelas abertas