12.659 – Astrônomos descobrem mensagem em código Morse nas dunas de Marte


marsmorse_web_1024
Antes de mais nada: não, não se trata de um pedido de socorro de Matt Damon ou de um alienígena avesso à tecnologia querendo se comunicar. A NASA informou que os pontos e traços foram formados pelo vento marciano. Em um comunicado, a agência disse que os sinais estão evidentes porque estão inseridos em uma depressão circular natural, ou seja, a quantidade de areia acumulada no local facilita a “brincadeira” do vento.
Segundo a cientista planetária Veronica Bray, que traduziu a “mensagem” no site Gizmodo, os pontos e traços significam: “Nee ned zb 6tnn deibedh siefi ebeee ssiei esee seee !!” Ou seja, nada — do ponto de vista linguístico. Mas muito sobre a geologia do local.
Apesar de saber que são formações de vento, os geofísicos não sabem ao certo como as dunas adquirem estas formas. Eles acreditam que elas se formem quando algo interrompe a produção de dunas lineares, mas ninguém sabe o quê. Essa é a razão pela qual eles estão pesquisando o lugar, na esperança de saber mais sobre a possibilidade de habitação.
A imagem foi feita com a câmera de alta resolução que está a bordo da sonda Mars Reconnaissance Orbiter, que fotografa o planeta vermelho há dez anos — a simpática sonda Curiosity continua com seus problemas existenciais.

12.658 – Astrônomos descobrem planeta maior do que Júpiter orbitando 3 sóis


planeta-orbitando-tres-sois-1175x500
Nomeado como HD 131399Ab, trata-se de um gigante quatro vezes maior do que Júpiter, 11 vezes maior do que a Terra e que possui em sua órbita três sóis.
Apesar de não ser o primeiro planeta do tipo encontrado, ele está sendo considerado como o mais estranho para os cientistas. Por causa de sua órbita longíssima, de 550 anos, eles acreditam que a luz do dia ali é quase constante, havendo três amanheceres e entardeceres por dia, dependendo da estação, “que pode durar mais do que uma vida humana”, segundo Kevin Wagner, um dos autores da descoberta publicada pela revista Science.
Inabitável para qualquer ser humano, graças as suas temperaturas que podem chegar a 586 °C – o que ainda é considerado frio para o padrão dos exoplanetas – ele ainda é formado por nuvens de pedra de silicado que são do tamanho de cigarros, de acordo com o estudo. Trata-se de um corpo relativamente jovem – de cerca de 16 milhões de anos – que forma um sistema de múltiplas estrelas: uma pouco maior do que o Sol ao centro, duas outras menores que orbitam uma a outra e, entre estrelas menores, está o HD 131399Ab.
A preocupação dos cientistas, no entanto, é que esses sistemas costumam ser instáveis, já que as forças gravitacionais das estrelas competem entre si. Nessa disputa, nenhuma delas costuma levar a melhor, porque os planetas acabam sendo ejetados. Agora, a partir dessa descoberta, os pesquisadores acreditam que esse tipo de planeta seja mais comum do que se pensava.
“Pessoalmente, estou mais interessado na órbita do planeta”, disse Wagner ao The Atlantic. “É improvável, mas existe uma chance de o sistema não ser tão estável quanto achamos que é, e até que ele nem orbite as estrelas. Em alguns anos, poderemos ver como ele se move e aí poderemos ter certeza”.

12.657 – A montanha sagrada aborígene e os Astronautas Antigos


australia-uluru
Neste místico ponto da Austrália, encontram-se tradições aborígenes, uma indústria turística e, para alguns, a evidência clara da existência de uma antiga civilização extraterrestre.
À primeira vista, ali há somente uma rocha simples, ou uma formação rochosa de 350 metros de altura – embora sua maior parte esteja debaixo da terra -, que se ergue com uma imponente solidão no deserto. Em 1987, Uluru foi declarado Patrimônio da Humanidade, o que só fez aumentar o fluxo de turistas para a região, transformando a rocha em uma indústria em si. O perímetro de Uluru possui uma quantidade grande de pinturas e gravuras que, para os nativos, têm origem divina. É sagrada aos aborígenes e tem inúmeras fendas, cisternas (poços com água), cavernas rochosas e pinturas antigas.
Muitas dessas imagens nas cavernas estão relacionadas à fertilidade e à iniciação e, outras, as mais estranhas, representam os Wandjina, seres mitológicos associados à criação do mundo. São figuras que se assemelham muito aos astronautas ou extraterrestres: de tonalidade acinzentada, não têm boca, mas possuem olhos grandes e negros e a cabeça coberta com uma espécie de capacete.
Para alguns, isso é um suporte perfeito para a teoria dos “Astronautas Antigos”, segundo a qual personagens estranhos trouxeram a vida para a Terra em uma de suas viagens especiais fora do tempo. Para outros, uma simples, e não por isso menos magnífica, invenção ancestral, que tenta explicar o inexplicável (a origem) em uma enorme rocha solitária.
Uluru, também conhecido como Ayers Rock, está localizada quase no centro da Austrália, no Território Norte, a 430 km a sudoeste da cidade de Alice Springs e cerca de 2.800 km de Sydney.

12.656 – Reversão do Envelhecimento da pele


pele humana
Veja o ☻Mega Gráfico

A pele é o maior órgão do corpo humano o Corresponde a 16% do peso corporal; o Exerce diversas funções, como: o Regulação térmica o Defesa orgânica o Controle do fluxo sanguíneo o Proteção contra diversos agentes do meio ambiente o Funções sensoriais (calor, frio, pressão, dor e tato). o A pele é um órgão vital e, sem ela, a sobrevivência seria impossível.
Epiderme Renovação celular Extratos córneo – células mortas Camada basal – Células novas Célula produtora de melanina: pigmento responsável pela coloração da nossa pele, cabelo e olhos.
Derme o Tecido conjuntivo composto por proteínas de colágeno e de fibras de elastina, ela contém vasos sanguíneos e linfáticos que fornecem a nutrição dentro da pele
Com o avanço da idade, a pele começa a sofrer alterações que modificarão seu aspecto gradativamente, caracterizando o envelhecimento cutâneo. FATOR DESENCADEANTE: Envelhecimento intrínseco e extrínseco da pele.
Algumas causas do envelhecimento: o Degeneração natural do corpo o Diminuição do metabolismo celular o Diminui drasticamente a produção das fibras de colágeno e elastina o Renovação celular o Perda da flexibilidade e elasticidade o Rugas finas o A menor atividade das glândulas sudoríparas -> pele mais seca o Diminuição da microcirculação sanguínea: Menos nutrientes e O² Envelhecimento Cutâneo
Envelhecimento intrínseco Decorrente do desgaste natural do organismo, causado pelo passar dos anos, sem a interferência de agentes externos e equivale ao envelhecimento de todos os órgãos, inclusive a pele. Envelhecimento extrínseco Também conhecido como fotoenvelhecimento, é aquele decorrente do efeito da radiação ultravioleta do sol e de outros agentes externos sobre a pele durante toda a vida. FATOR DESENCADEANTE: Envelhecimento intrínseco e extrínseco da pele.
Rugas e Linhas de Expressão o Um dos primeiros sinais do envelhecimento cutâneo o Redução das fibras de colágeno; o Redução de Fibras elásticas; o Desidratação; o Redução da efetividade da Junção Derme Epidérmica (diminui a nutrição entre a derme e a epiderme) As rugas podem ser definidas, em geral, por pregas visíveis na pele. Em outras palavras, podemos chamá-las de “dobras da pele”.
Flacidez o Desencadeada por fatores genéticos, ambientais e maus hábitos o A flacidez palpebral, devido à fina pele envolvida na região periocular, é uma das primeiras alterações visíveis no envelhecimento, denunciando a idade mais avançada. o A pele flácida nas pálpebras pode ser simplesmente uma preocupação estética ou até mesmo interferir na visão normal, pois o excesso de pele pode dificultar a abertura da pálpebra superior. É a falta de tonicidade da pele ou músculo.
+ Ativos Biotecnológicos Técnicas Diferenciadas de aplicação Cosmético Inovador Combate as rugas e flacidez Metabolismo celular Estratégia de tratamento: Reversão Tecnológica Reversão do Envelhecimento
Vamos entender melhor sobre… Biotecnologia É a ciência que busca na natureza recursos que permitem melhorar as condições básicas para o Bem Estar. “A Biotecnologia utiliza microorganismos vivos, como matéria-prima para criar novas formas de vida ou alterar as que já existem”.
“A reversão é algo que tem sido demonstrado em um sem-número de diferentes animais e num sem-número de maneiras diferentes”, disse Church, um dos principais oradores na conferência Future of Genomic Medicine (Futuro da Medicina Genômica). “Eu acho que isso vai se traduzir em animais maiores e seres humanos. Não saberemos até tentarmos. Mas estamos testando 65 genes diferentes em diferentes combinações para ver se podemos reproduzir a reversão do envelhecimento que temos visto em pequenos animais”.
Church, que ajudou a organizar o Projeto Genoma Humano, diz que o foco deve ser sobre como lidar com os fatores reais que levam as pessoas a envelhecer.
“Um monte de drogas em desenvolvimento destinam-se a efeitos, aquelas coisas que são processos posteriores da causa do envelhecimento”, disse Church, 61. “A causa real é provavelmente genética… Estamos tentando chegar a essas causas e revertê-las. Estamos falando de reverter as mudanças epigenéticas que estão no núcleo de cada célula”.
Ele disse que o envelhecimento deve ser pensado como um programa que pode ser resetado, destacando: “Se pudéssemos pegar uma das minhas células da pele e transformá-la em uma célula embrionária e transformá-la de volta em uma célula da pele resetamos quase todos os indicadores de desenvolvimento do envelhecimento. Nós temos 65 terapias genéticas que estão sendo testadas em ratos e animais maiores. Se elas forem bem, vamos direto para testes em humanos. Isso poderia acontecer em questão de dois anos…”.
“Eu não acho que a questão seja procrastinar ou curar, mas reverter. A cura dá a impressão de imortalidade. Procrastinar dá a impressão de que você vai ter 85 para sempre, o que não é grande coisa”.