12.563 -Células Tronco – Cientistas criam algoritmo que pode ajudar na regeneração de membros e órgãos humanos


celulas-tronco-960x500
A regeneração de órgãos e membros parece ser uma realidade muito próxima, de acordo com um grupo internacional de pesquisadores, que desenvolveu um novo algoritmo que pode, em breve, ajudar a reprogramar células-tronco para regenerar qualquer tipo de tecido e célula no corpo humano.
O modelo do código, criado em computador, é chamado de Mogrify, e foi projetado com a finalidade de tornar o processo de criação de células-tronco pluripotentes muito mais rápido e fácil do que nunca.
Uma célula-tronco pluripotente tem o potencial de se tornar qualquer tipo de célula especializada no corpo, como por exemplo, tecido do olho, célula neural ou até mesmo células para construir um coração. Em teoria, o processo abriria a possibilidade para os médicos reconstruírem órgãos e regenerarem qualquer parte do corpo humano, algo que atualmente é impossível.
A descoberta surgiu a partir da ideia do pesquisador japonês Shinya Yamanaka, que foi o primeiro “reprogramador” de células, por assim dizer. O trabalho de Yamanaka, que lhe rendeu um Prêmio Nobel, ocorreu em 2007 e envolveu diversas tentativas de acertos e erros em testes de laboratório. O procedimento que ele criou, segundo os cientistas, não foi muito fácil de reproduzir.
No entanto, o Mogrify visa computar o maior número possível de tipos de células existentes no corpo humano e calcular o conjunto de células que são necessárias para reconstruir um órgão. Segundo um dos membros da equipe, Owen Rackhan, da Faculdade de Medicina Duke- NUS, em Cingapura: “O Mogrify age como uma espécie de ‘atlas mundial’ para as células, e nos permite mapear novos territórios e convertê-los nas células regenerativas necessárias”, disse ele a ScienceAlert. “Uma das primeiras aplicações clínicas que esperamos alcançar com esta abordagem inovadora seria de reprogramar células defeituosas de pacientes, em células saudáveis, sem as células-tronco pluripotentes sendo induzidas por meios intermediários”, ele se refere ao modelo manual anterior criado por Yamanaka.
O programa Mogrify, hoje, possui um banco de dados de mais de 300 tipos de células e tecidos humanos, com isso ele é capaz de prever qual o melhor conjunto necessário para a conversão de uma célula regenerativa.
Os testes realizados até agora foram eficazes, e estão expandindo rapidamente o conhecimento dos cientistas a respeito de células-tronco pluripotentes. Além disso, o código do programa foi disponibilizado para outros pesquisadores, e deve se tornar mais preciso à medida que mais dados serão adicionados a ele. O trabalho desses cientistas foi publicado pela revista científica Nature Genetics.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s