12.177 – Encontradas ferramentas anteriores à existência de seres humanos


Por conta da idade da descoberta, o fato traça uma nova história com relação à ocupação da região e suscita um enigma sobre os verdadeiros autores de tais objetos.
De acordo com um artigo publicado pela revista Nature, os artefatos de pedra encontrados na ilha de Celebes têm, no mínimo, 118 mil anos de idade, dado que contrasta com a chegada dos primeiros Homo sapiens à região, há 50 mil anos.
Essas ferramentas do Pleistoceno intrigam os cientistas que investigam a descoberta do sítio arqueológico de Talepu, que afirmam que a ilha teria sido habitada por hominídeos primitivos pertencentes tanto à espécie do Homo floresiensis, procedente da ilha de Flores, quanto à do Homo erectus, da ilha de Java.
A origem mais provável dos colonizadores de Celebes são a ilha de Bornéu e as ilhas Filipinas. A questão que permanece em aberto é quem construiu as ferramentas de pedra ou como eles chegaram até a ilha em uma época em que ela ainda não era habitada por seres humanos.

12.176 – Medicina – O SARCOMA DE EWING


MEDICINA simbolo
O que é?
O Sarcoma de Ewing é uma neoplasia indiferenciada que faz parte da família dos Tumores de Ewing, derivados de células embrionárias que migraram da crista neural. As localizações mais comuns são os ossos, predominantemente na pelve, fêmur, tíbia e úmero. Ossos chatos e longos são igualmente acometidos. Os tumores que ocorrem em tecidos moles são chamados Sarcoma de Ewing extra ósseos e correspondem a cerca de 8% casos. São mais frequentes na segunda década de vida (64%), seguido da primeira década de vida (27%). É o 2º tumor ósseo mais frequente na faixa pediátrica, e cerca de 9% de todos eles podem ocorrer na terceira década de vida.

Diagnóstico
Geralmente, o sintoma inicial é uma tumoração ou dor óssea no local comprometido pelo tumor. Outros sintomas como febre e calor local podem ocorrer. Após suspeita clínica, realizam-se exames de imagem para identificar a localização adequada e a relação do tumor com as demais estruturas. Estes incluem radiografia simples, tomografia computadorizada e ressonância magnética. Em alguns casos, pela radiografia simples podem-se observar lesões líticas ou mistas, com o aspecto característico de “casca de cebola”.
Exames laboratoriais também fazem parte da análise inicial. Outros exames específicos como a Imunohistoquímica podem ser solicitados a depender do quadro. A conformação do diagnóstico se dá pela biópsia do tumor.

Causas
A causa é desconhecida e não parece ser hereditária

Tratamento
O tratamento primário do Sarcoma de Ewing consiste em cirurgia sempre que possível. Para se obter o melhor resultado, é necessário a combinação racional das modalidades de tratamento, que podem incluir radioterapia e quimioterapia, podendo ser pré e/ou pós operatórias. Fatores adversos incluem presença de metástases ao diagnóstico, tumor em ossos pélvicos de grandes volumes e idade superior a 17 anos, Como a maioria dos tumores apresenta-se com micrometástases ao diagnóstico (células que não são detectadas pelos métodos habituais), utiliza-se a quimioterapia como tratamento sistêmico.

12.175 – Oftalmologia – O implante de olho que poderá extinguir a cegueira do mundo


Aos cinco anos de idade, Lewis foi diagnosticada com retinite pigmentosa, uma doença que afeta os fotorreceptores da retina, impedindo a absorção da luz. Desde então, seu olho direito ficou completamente cego e seu olho esquerdo reduzido a uma visão muito limitada.
Uma vez que o nervo ótico não sofreu nenhuma lesão durante a doença, a questão passou a ser simplesmente como substituir os fotorreceptores afetados. Foi aí que surgiu uma técnica recente em desenvolvimento de uma empresa de engenharia alemã, a Retina Implant AG. Trata-se de um chip de 3×3 mm, que contém 1.600 eléctrodos, que captam a luz que entra nos olhos e ativa as células nervosas da retina, as quais enviam sinais elétricos ao cérebro através do nervo ótico.
O procedimento não foi simples: o implante do chip na parte de trás do olho ocorreu no hospital John Radcliffe, de Oxford, e durou um dia inteiro. Depois da operação, Lewis passou a ver flashes de luz. Poucas semanas depois, seu cérebro começou a dar sentido e significado a esses estímulos externos. Para regular a sensibilidade, o contraste e a frequências das imagens, a paciente conta com um dispositivo sem fio com mostradores que ela opera com as mãos.
Embora essa tecnologia ainda tenha um longo caminho a percorrer, está claro que seu propósito é melhorar a qualidade de vida de milhões de pessoas em todo o mundo.

10.174 – Astronomia – Finalmente achado o planeta X?


planeta x
Não é de hoje que astrônomos profissionais e amadores têm a suspeita de que existe um nono planeta em nosso Sistema Solar, muito além de Plutão. Boa parte dessa desconfiança vem da busca por explicações de anomalias nas órbitas de objetos próximos ao Cinturão de Kuiper, uma área misteriosa que se estende a partir da órbita de Netuno.
Em 2014, os estudiosos Scott Sheppard e Chad Trujillo escreveram um artigo sobre pequenos objetos com uma estranha discrepância em suas órbitas, que podem ser causadas por diversos fatores. Alguns estudiosos sugeriram, na ocasião, que a discrepância se dava por conta de “berçários estelares” próximos ao nosso Sistema Solar, ou algum outro objeto que saiu da órbita de sua estrela e tentou alcançar a nossa – mas, desde então, já se discutia que a causa mais possívei seria mesmo um novo planeta, desconhecido para nós, que mantivesse todas as estranhas órbitas atreladas à dele.
Agora, um time do Instituto de Tecnologia da Califórnia, o Caltech, parece realmente ter encontrado evidências de um planeta gigante e gélido orbitando nosso Sol a uma distância inimaginável até então. O artigo, que foi publicado por Konstantin Batygin and Mike Brown (um dos responsáveis por rebaixar Plutão a um planeta-anão em 2006), descreve esse novo mundo como sendo de cinco a dez vezes mais massivo que a Terra e de duas a quatro vezes mais largo. Essas proporções não são conhecidas em nenhum outro mundo, tornando-o o quinto maior planeta do Sistema Solar, próximo a Urano em termos de massa.
A existência de possíveis planetas próximos ao Cinturão não é exatamente uma novidade: até Plutão já havia sido considerado um “planeta novo” até sua descoberta, em 1930, e relegado ao título de planeta-anão muitos anos depois. Há também Makemake e Haumea, dois planetas-anões que ficam no Cinturão, e há também Eris, que é mais massivo que Plutão e orbita a Terra de uma longa distância. Mas todos esses exemplos contêm menos massa que o “nono planeta”.
A órbita do novo planeta é imensa, nunca chegando mais perto do Sol do que 30,5 bilhões de quilômetros, que representa cinco vezes a distância da órbita média de Plutão. Em tese, esse planeta seria extremamente frio e escuro, o que justifica que nunca tenhamos tirado uma foto dele. A existência dele é tão controversa que os estudiosos do Caltech iniciaram sua pesquisa para provar que ele realmente não existia – mas após anos de estudos, Brown e Batygin realmente perceberam que o modelo das órbitas discrepantes que estudavam só seria possível se o “nono planeta” realmente existisse.
Para explicar como as órbitas se movimentam, Brown as comparou com um relógio. “É como se você tivesse seis ponteiros de relógios se movimentando em diferentes velocidades e, quando você olha para elas, estão todas no mesmo lugar”, explicou. “Basicamente, isso não acontece de forma aleatória”.
E por que não percebemos antes? O próprio Brown explica: “nesse caso, estávamos com os rostos tão colados nos númeos e dados que nunca parávamos para dar um passo para trás e encarar o Sistema Solar de fora. Eu não acreditei que nunca tinha notado isso. É ridículo”, contou ele à Scientific American.
Contudo, os estudos de Brown e Batygin não são definitivos – e ainda não comprovam a existência do planeta, que tem 60% de chance de ser real. Além dessa possibilidade, existia a chance de ser um objeto formado recentemente no Cinturão, uma compressão de cometas e pedras espaciais que se juntaram de alguma forma. Logo perceberam que isso realmente parece impossível, porque o Cinturão não contém massa suficiente. Já um planeta cinco vezes mais massivo que a Terra, que se formou junto com o Sistema Solar, se encaixa perfeitamente no modelo – e explica outros estranhos fenômenos descobertos no Cinturão recentemente.
A solução ideal, de fato, seria tirar uma foto do planeta e acabar com o a dúvida. Como é muito distante, os pesquisadores acreditam que alguns instrumentos potentes, como o telescópio japonês da Subaru, localizado hoje no Havaí, possa ser ideal para tirar a fotografia, quando o planeta estiver mais próximo do Sol – o que, bem, pode levar cerca de dez mil anos.

12.173 – Neurociência – Memória armazena dez vezes mais informações do que se imaginava


sinapse_neuronios_0
Imagine conseguir colocar na sua memória tanto conteúdo quanto existe na internet inteira. Aparentemente, nosso HD natural tem, sim, essa capacidade de armazenamento. Pesquisadores do Instituto Salk, especializado em pesquisas biológicos descobriram que, na verdade, nossa memória pode acumular 10 vezes mais informações do que se previa antes ? e essa estimativa é considerada conservadora.

É um tanto difícil entender como foi feita essa descoberta, afinal, as sinapses ainda escondem vários mistérios. Mas, vamos lá: nossas memórias e pensamentos são o resultado de atividades elétricas e químicas no nosso cérebro. Pense que nossos neurônios são fios elétricos, que precisam transmitir uma corrente. Um fio de saída se conecta a um fio de entrada e as mensagens, que são conduzidas na forma de neurotransmissores, viajam por meio das sinapses, que é justamente essa transmissão de impulsos elétricos. Cada neurônio pode ter milhares de sinapses com milhares de outros neurônios.

O ponto é que sinapses maiores – com mais área de contato entre os neurônios – são mais fortes, tornando-as mais propensas a despejar informações também nos neurônios que estão em volta. E mais: os pesquisadores notaram, reconstruindo em 3D o hipocampo de um rato – área responsável pela memória – que, em alguns casos, um único axônio é capaz de gerar duas sinapses para o neurônio seguinte. Isso acontecia em cerca de 10% dos casos analisados.
No início, os pesquisadores nem deram muita bola para essas informações que pareciam correr duplicadas. Mas ficaram curiosos: e se conseguissem medir as diferenças entre essas duas sinapses muito parecidas? Para isso, usaram microscopia avançada e algoritmos computacionais que eles tinham desenvolvido e reconstruíram a conectividade, as formas, os volumes e a área de superfície do tecido cerebral em um nível nanomolecular.
O que eles descobriram é que a diferença de tamanho entre os pares de sinapse variavam entre 8 e 10%. Como a capacidade de memória dos neurônios depende do tamanho da sinapse que eles conseguem fazer, os pesquisadores perceberam que conseguiriam medir a quantidade de informações armazenadas nessas conexões sinápticas. Acabaram descobrindo que podem existir cerca de 26 tamanhos possíveis de sinapses, o que aumentaria em pelo menos 10 vezes a capacidade de armazenamento da memória cerebral – com gastos irrisórios de energia, já que as sinapses mais fortes, inclusive, “esborram” informações para os neurônios vizinhos.
Esse resultado explica a eficiência surpreendente do cérebro, e pode ajudar cientistas da computação a construir supercomputadores com capacidade profunda de armazenamento e técnicas de aprendizado e análise mais sofisticadas, além de supereficientes em termos energéticos.

12.172 – Mega Byte – Golpe na internet exige depósito para liberar falsa remessa internacional


google-lifi-li-fi-internet
A Receita Federal emitiu um comunicado alertando para um novo golpe que circula pelas redes sociais e serviços de e-mail. Se você receber uma mensagem alertando para uma suposta encomenda internacional, que por acaso teria ficado presa em uma alfândega e aguarda um depósito bancário para ser liberada, não acredite.
De acordo com a Receita, o golpe é aplicado quando um desconhecido entra em contato com a vítima oferecendo algum produto, documento ou proposta de negócio. Ao longo de algumas conversas, o estelionatário envia imagens falsas que “comprovam” o envio de uma encomenda após o pagamento de certa quantia em dinheiro.
O governo diz que portos e aeroportos brasileiros recebem diariamente diversas ligações de pessoas que conheceram alguém por redes sociais “ou receberam propostas de negócios por e-mail, como promessas de casamento com estrangeiros, recebimento de heranças de vultosos valores, envio de dinheiro, joias e outros bens, em troca de pagamentos de ‘despesas’ necessárias para o recebimento dessas ‘vantagens'”.
O alerta da Receita Federal pede que as pessoas não efetuem pagamentos para pessoas ou empresas desconhecidas em troca da liberação de alguma encomenda, carga ou bagagem. Se você for vítima desse golpe, entre em contato imediatamente com as autoridades policiais, adverte o governo.

12.171 -Mega Sampa – Bolo do Bixiga deu “bolo”


bolo-do-bixiga
O bolo do Bexiga foi suspenso ha sete anos e não tem data para volta
Curiosidades:
Bolo teve 453 metros de comprimento em 2007
Em 2003, foram 449 metros
O preparo do bolo levava em torno de uma semana
O famoso quitute foi distribuído até 2008. Hoje em dia, bolos prontos são entregues para quem quiser comemorar o aniversário da cidade.
Alternativa
Para comemorar o aniversário de São Paulo, a ( SODEPRO ) Sociedade de Defesa das Tradições e progresso da Bela Vista, oferece aos moradores de uma das melhores metrópoles do mundo um bolo especial.
A primeira iniciativa de ofertar um bolo à cidade foi de Armandinho do Bixiga, um dos mais conhecidos e queridos personagens do tradicional bairro da região central. Armandinho dedicou-se até sua morte em 1994 a proteger e valorizar as tradições da região da Bela Vista, que reúne duas das principais culturas de imigrantes de São Paulo: a italiana e a nordestina.
O sucessor de Armandinho e atual presidente da SODEPRO, Sociedade de Defesa das Tradições e Progresso da Bela Vista é Walter Taverna, o “seu” Walter. Ele vem comandando a festa nos últimos anos com muita dedicação.
Este ano o bolo terá 462 metros de extensão, o que o mantém como maior do mundo. Para essa comemoração a distribuição será em em embalagem individual.
Festa dos 462 anos de São Paulo no Bixiga é no dia 25 de janeiro 2016, às 12 horas na Rua Rui Barbosa. (entre a Rua Conselheiro Carrão e a Praça Don Orione).

12.170 – Pragas Urbanas – Infestação de baratas de cemitério assusta comerciantes em Pinheiros em São Paulo


barata
Um casal caminha pela calçada do cemitério, de madrugada. Baratas também andam por ali. Com nojo, a mulher atravessa a rua, o homem vai atrás. Baratas, baratas, baratas que passam embaixo da porta e entram nos móveis dos antiquários. Você abre uma gaveta e ela pode estar ali: uma barata.
“Sempre tento evitar que um cliente leve um susto com uma barata”, fala Daisy Magalhães, 47, há 16 anos dona de duas lojas de móveis antigos na rua Cardeal Arcoverde, em Pinheiros (zona oeste de São Paulo).
A rua anda infestada pelas indesejadas baratas. Em dias e noites de forte calor, a situação piora, contam moradores e os donos dos tradicionais antiquários da descida.

COMO LIDAR?
A Daisy Decorações também dá de frente para a entrada do cemitério. Por isso, sofre mais. Com o verão, a loja apostou numa nova receita: além das faxinas quase diárias, um pouco de gasolina nos cantos dos móveis e do antiquário. “Baratas não gostam do cheiro”, diz Daisy.
Segundo o biólogo Marcelo Freitas, 50, diretor da Associação dos Controladores de Vetores e Pragas, gasolina até espanta os insetos, mas o combustível não é recomendável. “É inflamável, e o cheiro vai ficar por muito tempo.”
“Cemitério tem tudo o que barata precisa: é um lugar ermo, com frestas, lixo e dejetos humanos. A prefeitura que deveria cuidar disso, não os moradores”, diz o biólogo.
A prefeitura diz que está cuidando. “A dedetização de todos os 22 cemitérios da cidade está em dia”, argumenta. Afirma, ainda, que em breve fará uma licitação para escolher “empresas qualificadas no controle de pragas”.
Enquanto isso, Eugênia Souza, 37, dona de um antiquário e moradora da rua, leva vários sustos por dia. “Jogo veneno. De manhã aparece um monte morta, outras andam meio bambas.”