6653 – Minhas Explanações


Recebi algumas críticas por conta do meu editorial de introdução ao ☻ Mega Arquivo.

As pessoas de um modo geral, nao querem ler ou ouvir lamúrias, reclamaçoes. Mas a vida não e só flores. Quanto as críticas, isso foi uma constante em toda a minha vida. Por isso, não mais as aceitarei de agora em diante. Está na hora dos elogios.
Meu autodidatismo, uma característica não tão comum, e que nem todos possuem, não me trouxe grande vantagem prática até agora. O fato de saber um pouco mais em sala de aula, por enquanto só tem alimentado ódio e inveja.
A criatura humana e a animal também possuem grandes semelhanças. Entre elas o instinto de competição, que não raro alimenta imperfeições como o egoísmo, a arrogância, a inveja, a discriminação e o preconceito.
Por outro lado, há também bons exemplos a serem seguidos. Nosso bom Deus também colocou aqui na Terra alguns anjos sob a forma humana, para servirem de modelo e zelarem pelo bem estar dos homens. Sua presenca e atitudes sutis muitas vezes os fazem passar despercebidos. Agradeço a Deus por colocar em meu caminho, vez por outra, alguns desses anjos.
Quando a Ciência chega no seu limite maximo de explicação, não podendo mais realizar experiências para provas concretas, entra em cena a Filosofia, na qual se inclui as religiões, por isso, tenho o meu lado místico, acreditando na existência de um Deus que criou este e outros universos e na vida após a morte (vida espiritual e não fisica).
Hoje sou espírita Kardecista, mas ja fui adepto do Catolicismo e da Igreja Mórmon. Encontrei no Kardecismo melhores explicações para o sentido da vida e dos fatos que aconteceram comigo desde o meu nascimento até o momento que escrevo estas linhas no meu tablet. Resolvi escrever tais explanações por saber da brevidade de nossa existência e acreditar que o Mega Arquivo seja o meu grande e único legado que devo deixar para a posteridade. Não creio que deixarei sucessores para o meu trabalho propriamente dito. Hoje, por motivos alheios a minha vontade tenho pouco contato com meus filhos, que por sua vez, não herdaram a característica da sede pelo conhecimento da qual eu possuo. Deixo então a cargo de outros intelectuais a sequência de um trabalho semelhante ao meu.
A todos que me conheceram ou não, ainda que superficialmente, me considerem como alguém que tentou fazer algo de positivo na vida, lutando sem recursos contra todas as adversidades, remando contra a maré em duríssimas batalhas.

Por Carlos Rossi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s