6525 – Biologia – Qual a Causa da Vertigem?


Pilotos de avião e mergulhadores costumam sentir vertigens porque é freqüente que o ambiente em que trabalham não apresente pontos de referência que orientem a direção de seus movimentos.
Vertigem é uma sensação subjetiva de movimento rotatório, instabilidade e falta de equilíbrio. Em geral, causa tontura, desorientação e confusão mental. Em casos mais agudos, a vertigem pode ainda provocar náuseas e vômito. Algumas de suas causas estão relacionadas com a posição do corpo no espaço, como no caso da vertigem que se experimenta em lugares muito altos. As ilusões causadas pela desorientação são talvez o mais perigoso aspecto da vertigem. Um piloto, por exemplo, pode achar que está ganhando altitude, quando na realidade está perdendo, ou pode julgar que guina para a direita, quando segue em linha reta.
A causa da vertigem é na maioria das vezes um distúrbio no vestíbulo que afeta o sentido do equilíbrio. O vestíbulo é uma cavidade óssea do ouvido interno, responsável pela manutenção do equilíbrio. As lesões vestibulares podem resultar de alterações em núcleos vestibulares no cérebro ou em fibras nervosas que partem desses núcleos, causadas por acidentes vasculares cerebrais, esclerose múltipla ou tumores.
As lesões vestibulares podem ser também de natureza periférica, quando atingem o labirinto ou o nervo vestibular. As inflamações do labirinto podem decorrer de traumatismos, otites, hemorragias e da chamada síndrome de Ménière. Aparentemente causada pelo acúmulo de líquido nos canais do labirinto, essa síndrome se caracteriza por acessos súbitos de vertigem, com palidez, suores, náuseas e distúrbios de equilíbrio.