6085 – Cápsula Dragon foi resgatada do oceano Pacífico, completando sua missão histórica


De volta intacta

A cápsula não tripulada Dragon, que entrou para a história como a primeira lançada por uma empresa comercial para abastecer a ISS (Estação Espacial Internacional), a SpaceX, foi resgatada do oceano Pacífico.

O diretor da SpaceX, Elon Musk, postou no Twitter:”Amerissagem [pouso no mar] bem sucedida!!” O pouso ocorreu às 12h42 de quinta-feira (31 de maio), no horário de Brasília.
A nave caiu no mar a 900 km da Baixa Califórnia, com a queda amortecida por três paraquedas vermelhos e brancos.
Japão e Europa também têm naves de carga capazes de chegar ao laboratório orbital, mas não conseguem trazer a carga de volta intacta.

A cápsula da SpaceX é maior do que as cápsulas russas da Soyuz e é capaz de trazer de volta mais carga. Isso é importante para não sobrecarregar a armazenagem no interior da ISS.

A cápsula Dragon tem 4,4 metros de altura por 3,66 metros de diâmetro. Pode transportar até 3,31 toneladas, distribuídos entre o compartimento pressurizado na cápsula e o compartimento não pressurizado de carga.
De propriedade do bilionário da internet Elon Musk, a SpaceX pretende começar a levar pessoas para a estação orbital em 2015.

A SpaceX e sua concorrente, a Orbital Sciences Corporation, ambas financiadas pela Nasa, provavelmente se tornarão líderes dos serviços de transporte de carga à estação orbital, que deve permanecer operacional até 2020, segundo a Nasa.
A companhia tem um contrato de US$1,6 bilhão com a agência espacial americana para abastecer a estação nos próximos anos e a Orbital Sciences tem um contrato de US$1,9 bilhão para fazer o mesmo. O voo de testes da Orbital está previsto para o final deste ano.

A cápsula foi lançada de Cabo Canaveral, na Flórida, em 22 de maio, transportando 521 quilos de carga ao laboratório orbital, incluindo comida, provisões, computadores, utensílios e experimentos científicos, e trouxe de volta uma carga de 660 quilos à Terra.

Depois de ter sido recuperada no oceano, a cápsula Dragon será levada ao Texas para que a carga seja devolvida à Nasa.

6084 – Sociedade – Profissão Mendigo


O problema da mendincância é sério e já abordamos este tema em outros capítulos do ☻ Mega, mas, como diz o dito popular, as aparências enganam…

Atrás de dinheiro fácil, vale fazer de tudo nas esquinas de São Paulo. Vale se fantasiar com uma roupa surrada ou vestir terno e gravata para impressionar. Vale fazer cara de pelo amor de Deus com criança no colo, cantarolar no farol ou até usar cadeira de rodas mesmo sendo capaz de andar.
Tais artimanhas foram constatadas por repórteres de uma importante revista de circulação nacional.
Sem nem sequer vender uma bala, tais pessoas faturam, numa estimativa conservadora, 800 reais por mês. Um bom negócio se comparado ao salário mínimo de 620 reais para uma jornada de oito horas por dia.
A fonte que alimenta a mendicância é vasta. Quatro em cada dez paulistanos dão esmola nos semáforos, segundo levantamento da prefeitura feito em 2005. Somados, calcula-se que os trocadinhos cheguem a 2 milhões de reais por mês, sem contabilizar doações de roupas ou brinquedos. Em dezembro, esse bolo costuma crescer 30%.
Idade avançada ou problemas físicos, usados frequentemente como desculpa para justificar a situação da maioria desses pedintes, não os impedem de viajar horas de ônibus, da periferia até cruzamentos escolhidos a dedo pelo potencial lucrativo.
Mendicância deixou de ser contravenção penal. O artigo (60º) que previa prisão de quinze dias a três meses para a prática foi revogado. Na verdade, trata-se da oficialização de algo que não passava pelas delegacias, muito menos chegava aos tribunais. Autor em 2001 do projeto para derrubar a lei, o então deputado federal Orlando Fantazzini defende o direito de quem pede esmola.
“Se há gente que finge, cabe às prefeituras, e não à polícia, coibir.”
Mas, Como separar quem está precisando de ajuda por uma circunstância infeliz da vida daqueles que fizeram da mendicância um emprego?
A prefeitura considera a campanha “Não dê esmola, dê futuro” a melhor forma de combater a mendicância, com foco na exploração do trabalho infantil.

A Associação dos Lojistas da Oscar Freire lançar em junho a campanha Vale Valor. Em vez de dar esmola, os clientes de 110 lojas depositam uma quantia em cofrinhos e levam uma cédula para entregar ao pedinte. Com ela, o mendigo receberia ajuda na Casa Restaura-me, no Brás. Quantos pedintes procuraram a tal casa até hoje? “É cedo para avaliar os resultados, mas é uma alternativa para identificar quem realmente precisa de ajuda”, diz Ana Beatriz Hauptmann, coordenadora da Aliança de Misericórdia, parceira dos lojistas na campanha.

6083 – Mega Sampa Sociologia – Sumiço de poeta sem-teto comove moradores do Alto de Pinheiros


Um caseiro cumpria o mesmo ritual todos os dias: enchia uma garrafa d’água e levava a um morador de rua fixado a alguns metros de seu trabalho, no canteiro central da avenida Pedroso de Morais, no Alto de Pinheiros (zona oeste de São Paulo). Às vezes ele conversava com o senhor curvado que se vestia com sacos plásticos e escrevia poemas em pedaços de papel sulfite.
A tarde do último 23 de abril foi diferente. A cobertura de lona com a qual costumava se proteger da chuva, além das panelas e pilhas de papel não estavam na praça. “Foi um segurança da rua que me falou: ‘Levaram o seu Raimundo embora'”, conta Oliveira, que há 16 anos trabalha em duas casas no bairro de classe média alta da zona oeste.
Raimundo Arruda Sobrinho, 73 anos estimados, tinha sido encaminhado para acompanhamento médico e psicológico no Caps (Centro de Atendimento Psicossocial) do Itaim Bibi, depois de ter morado naquela mesmo canteiro por cerca de 18 anos. Quem intermediou o tratamento foi uma publicitária que o conhecia há um ano.
“Fiquei extasiada com ele escrevendo no meio da avenida, naquele silêncio meditativo”, diz a moradora do bairro, que criou uma conta no Facebook em agosto para postar fotos e textos escritos por Raimundo. Antes do tratamento, a página na rede social tinha 300 fãs, segundo os cálculos de Shalla; hoje são quase 18 mil.
Foi por meio do grupo virtual que o irmão, Francisco Arruda, 56, o localizou, em setembro. “Fui buscá-lo em São Paulo imediatamente, mas ele disse que as vozes não o deixavam sair de lá”, conta o engenheiro, que mora em Goiânia.
Raimundo nasceu em Goiatins (Tocantins), mas veio completar os estudos em São Paulo quando Francisco ainda era um bebê, em 1956.
“A última carta que ele mandou para nós foi em 62”, afirma Arruda. Em meados dos anos 80, Raimundo foi encontrado graças a um programa de televisão e passou 20 dias com a família, em Goiás. “Depois sumiu de novo. Ficamos sabendo que vendia livros no viaduto do Chá, mas que as faculdades mentais dele pioraram e ele tinha ido parar na rua.”
Para conseguir o encaminhamento ao centro de saúde -o escritor do Alto de Pinheiros sempre recusou qualquer tipo de tratamento-, a família teve de pedir a intervenção do Ministério Público do Estado. Mas encontrou dificuldades no começo. “Na primeira vez que fomos lá, a pessoa do atendimento disse que não poderia fazer nada porque ele era patrimônio histórico de São Paulo”, diz Josangela Roberta, 30, mulher de Francisco.
O poeta sem-teto era famoso no bairro. Costumava registrar em um diário os números de série dos escritos que entregava a quem o visitasse e assiná-los com o seu pseudônimo: ‘O Condicionado’. “Porque ele se dizia condicionado pela escravidão social e pela psiquiatria”.
Raimundo aparece até mesmo nas imagens do Google Street View -ferramenta de visualização das ruas da cidade-, indiferente aos carros que cruzam os dois sentidos da via movimentada. “Tanta gente conhecia o poeta aqui. Podiam colocar o nome dele naquela praça”, disse um morador.
Segundo o cineasta Evaldo Mocarzel, diretor de “À Margem da Imagem” (2003), premiado documentário que retratou mendigos em São Paulo, Raimundo foi o personagem que mais trouxe dificuldades ao filme. “Era o único caso que não tinha ido parar na rua por alcoolismo, desemprego ou desagregação familiar. Tinha um raciocínio muito difícil.”

No longa, o sem-teto se descreve como “uma peça no tabuleiro internacional da política” e diz estar revoltado por não encontrar quem tenha cultura para dialogar com ele. “Parece que estou num pedestal intelectual acima das nuvens”, dizia.

6082 – Biologia Marinha – A arraia-jamanta assusta


A manta birostris pode atingir 7 metros de envergadura, peso de 2 toneladas e pode ser encontrada em praias brasileiras.
Apesar do tamanho, não é perigosa. A bocarra tem apenas dentinhos minúsculos na mandíbula inferior. Só serve para absorver água e com ela, os planctons, camarões e peixinhos que a alimentam.
Mas, nem todas as arraias são inofensivas como as jamantas. As elétricas, com apenas 50 cm de ponta a ponta dão choques de até 200 volts. O objetivo é afastar predadores ou capturar presas. A eletricidade sai de 2 músculos, um de cada lado do corpodo animal.
A jamanta é a maior, mas existem outras 500 espécies de arraia no mundo todo, sendo que 46 nadam na costa brasileira. Todas moram em mares tropicais e temperados. Enquanto as menores não se arriscam muito perto da superfície, em geral nadando a 200 m de profundidade, a jamanta adora subir à tona. e pagam caro por se aproximar tanto dos domínios do homem. É comum ficar presa nas redes e acabar morrendo. Arraias e tubarões descendem de um ancestral comum que viveu há 400 milhões de anos. Ambas espécies possuem esqueleto cartilaginoso, desprovido de ossos. A diferença é que na arraia, as guelras são no ventre.

6081 – Mega Notícias – Doença da Vaca Louca se espalha no ar


A doença, que é transmitida a humanos pelo consumo de carne infectada, também pode ter outra forma de contágio. Cientistas suíços descobriram que os príons, proteínas deformadas que causam a doença, podem se propagar pelo ar – em testes feitos com ratos, 10 minutos de exposição foram suficientes para levar à contaminação.

Príons são partículas proteicas responsáveis por diversas atividades, como amadurecimento dos neurônios. Entretanto, podem se tornar patogênicas, causando doenças crônicas e degenerativas do sistema nervoso central, deixando tais regiões com aspecto de esponja, ao serem observadas ao microscópio. A transmissão pode se dar de forma infecciosa ou hereditária; não provocando respostas imunitárias ou inflamatórias no indivíduo acometido.
A encefalopatia espongiforme bovina, ou mal da vaca louca, é uma doença priônica que afeta bovinos. De evolução bastante rápida após o surgimento dos sintomas, estes animais geralmente não resistem mais do que seis meses. Dificuldade de locomoção e nervosismo são as principais manifestações observáveis.
Acredita-se que a gênese desta doença está no fornecimento de ração para estes animais contendo carcaças de ovinos sem o devido aquecimento, como era feito na década de 70 e 80. Como provavelmente alguns destes espécimes estariam infectados pelo Scrapie (outra doença priônica); e pelo fato de que menos de uma grama de material do sistema nervoso é suficiente para contaminar um único indivíduo, esta é a hipótese mais aceita até o momento.
Uma doença causada por príons cujos sintomas são semelhantes ao mal da vaca louca e que acomete indivíduos da nossa espécie chama-se doença de Creutzfeldt-Jakob (DCJ). Esta, transmitida por meio de transfusões de sangue, contato com instrumentos cirúrgicos contaminados, herança genética ou de surgimento esporádico; causa dificuldades de locomoção e demência progressiva, sendo muitas vezes confundida com a demência senil ou Alzheimer. Sua incidência anual é de um caso a cada dois milhões de pessoas e, geralmente, leva o indivíduo a óbito em menos de um ano após o surgimento dos sintomas.

6080 – Alcoolismo – Desculpa de bêbado


Existe amnésia alcoólica?

Nem todo mundo que bebe, dá vexame e depois diz que não lembra de nada está mentindo. “Amnésia alcoólica existe, sim. E é inclusive bem comum após a ingestão excessiva de álcool”, afirma o psiquiatra Arthur Guerra, supervisor do Grupo de Estudos sobre Álcool e Drogas da USP.
Se você beber pouco, vai ficar animado, falante e lembrar de tudo. Mas, com o acúmulo de doses, o álcool passa de estimulante a sedativo. “É como passar por uma endoscopia: você não recorda o que houve um pouco antes, durante e logo após o exame”, diz Carlos Salgado, presidente da Associação Brasileira de Estudos do Álcool e Outras Drogas.
O que não significa que memória de bêbado não tem dono. “É como se elas tivessem uma senha e, para destravá-las, fosse preciso reproduzir as condições em que foram adquiridas”, diz o neurocientista da USP Gilberto Xavier. Ou seja, para relembrar o que aconteceu durante uma bebedeira, o jeito é beber de novo.

6079 – Como se livrar do torcicolo?


O torcicolo é uma contratura muscular, um “mau jeito” na região do pescoço, que acaba entortando a cabeça para o lado contrário ao lesionado. Quando ele vem, o jeito é ter paciência: o recomendado é repouso e imobilização do local, além de compressas quentes, durante 2 ou 3 dias.

Mas prevenir é fácil: alongamento. Exercícios regulares colaboram nesse sentido, mas, se você não tem esse hábito, tente pelo menos fazer de vez em quando os passos ilustrados abaixo.

Com os braços junto ao corpo, erga o queixo e depois desça ele até o peito. Repita este movimento 5 vezes, vagarosamente.
Estique o pescoço para frente, coloque a mão atrás da cabeça e puxe para baixo até sentir um leve desconforto. Segure esta posição por 5 segundos.
Passe o braço sobre a cabeça e puxe para o lado até sentir resistência. Inverta o lado. Repita este movimento 5 vezes, vagarosamente.
Gire a cabeça pra esquerda, o máximo que conseguir. Depois gire para a direita. Repita os dois movimentos 5 vezes. Pronto – agora nenhum torcicolo vai te pegar.

6078 – O que um autor alemão tem a ver com uma cantora brega?


Goethe
Fundador do romantismo alemão, Wolfgang von Goethe (1749-1832) também fez contribuições importantes para a física e a filosofia. Um gênio absoluto, que se tornou uma das figuras mais veneradas na Alemanha. Goethe nasceu numa cidade importante, que foi capital do país por um tempo. Trata-se de Weimar.
Depois da derrota na Primeira Guerra Mundial, os alemães adotaram uma forma mais aberta de governo. Nascia a chamada República de Weimar, parlamentarista e democrática. Mas, abalada pela crise econômica e a retórica populista dos nazistas, ela durou pouco. Quando caiu, em 1933, criou uma onda de refugiados.
Com a ascensão dos nazistas e a promessa de anexação da Áustria, grandes figuras intelectuais fugiram de ambos os países. Eram intelectuais judaicos como Sigmund Freud, Ludwig Wittgenstein, Albert Einstein e o escritor Stefan Zweig, que veio parar no Brasil. Isso inspirou um filme de 1976, do catarinense descendente de alemães Sylvio Back.
O filme dirigido por Sylvio mostra uma família de refugiados que se estabelece no Brasil e compra um hotel. Eles têm alguma dificuldade de adaptação, mas o que torna sua situação particularmente cabeluda é que o hotel se torna um local de encontro de simpatizantes tupiniquins do nazismo. O nome do filme? Aleluia, Gretchen.
A dançarina, autora dos inesquecíveis Melô do Piripiri e Conga, Conga, Conga, lançou-se em 1978 com um nome artístico inspirado na obra de Sylvio Back. Gretchen é o apelido em alemão de Margareta – um dos personagens principais do épico Fausto, de Goethe.

6077 – Educação – O que é o ENEM?


É um exame que avalia anualmente os formandos do 3° ano do ensino médio. A nota do aluno serve como complemento em alguns vestibulares e é usada na seleção de bolsas do ProUni. O Ministério da Educação (MEC) também divulga a média do país, Estados, cidades e escolas.

O que é uma boa nota?
O MEC adota a seguinte escala de desempenho:
0 a 40 – Insuficiente a regular
40 a 70 – Regular a bom
70 a 100 – Bom a excelente

– 533 escolas, 2% do total, tiraram 70 ou mais em 2007
– Apenas 4 escolas tiraram 80 ou mais
– 83 foi a melhor nota entre as escolas
– 63 foi a média nacional das escolas particulares
– 48 foi a média nacional das públicas

Diferença entre as notas – O que mais se divulga é o ranking das escolas, mas não é preciso correr necessariamente para as 1ªs colocadas. No ENEM de 2007, por exemplo, a diferença entra a 1ª e a 20ª foi de apenas 4 pontos (numa escala de 0 a 100).

A prova foi criada em 1998 pelo Ministério da Educação do Brasil que é utilizada como ferramenta para avaliar a qualidade geral do ensino médio no país. Posteriormente, o exame começou a ser utilizado como exame de acesso ao ensino superior em universidades públicas brasileiras através do SiSU (Sistema de Seleção Unificada). O Enem é o maior exame do Brasil, que conta com mais de 4,5 milhões de inscritos divididos em 1.698 cidades do país.
Também é feita por pessoas com interesse em ganhar bolsas integrais ou parciais em universidades particulares através do ProUni (Programa Universidade para Todos) ou para obtenção de financiamentos através do Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior). A partir de 2009, o exame serve também como certificação de conclusão do ensino médio em cursos de Educação de Jovens e Adultos (EJA), antigo supletivo, substituindo o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja).

De acordo com a Pnad 2007 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), de todos os estudantes matriculados no primeiro ano do ensino superior, apenas 0,04% residem no estado onde estudam há menos de um ano. Isso significa que é muito baixa a mobilidade entre estudantes nas diferentes unidades da Federação. Nos Estados Unidos, por exemplo, 19,2% dos alunos mudam de estado para cursar a universidade.

Segundo o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, professor da Universidade de Duke e fundador do Instituto Internacional de Neurociências de Natal, “só os donos de cursinhos e aqueles que não querem a democratização do acesso à universidade podem ter algo contra o Enem.” Sobre a entrevista do ministro Fernando Haddad ao programa Bom Dia Brasil, da TV Globo, questionou: “Como jornalistas que num dia falam de incêndio, no outro, de escola de samba, no outro, ainda, de esporte, podem se arvorar em discutir um assunto tão delicado como o sistema educacional? Pior é que ainda se acham entendedores. Só no Brasil educação é discutida por comentarista esportivo!”

Os resultados do Enem são utilizados pelo governo do país como ferramenta para avaliar a qualidade geral do ensino médio no país, orientando as políticas educacionais do Brasil. Os dados apontados por essas avaliações têm mostrado, por exemplo, a distância entre o nível do ensino público e o particular. Mesmo numa prova que avalia habilidades e competências, em detrimento da memorização de conteúdos, a diferença de notas entre alunos de um e outro sistema de ensino é de 62% de diferença nas notas em 2005.

Ciências da natureza e suas tecnologias
A avaliação de ciências da natureza e suas tecnologias engloba biologia, física e química. Não raro, o Enem busca temas capazes de unir diferentes disciplinas em uma mesma pergunta para testar se o aluno tem domínio de conceitos das três matérias para responder um único enunciado. Um exemplo é a energia, presentes nestas três áreas científicas, além de temas atuais propagados pela mídia, como lei seca, bafômetro, petróleo, biotecnologia, etc.

6076 – Mega Pensadores – Karl Marx


Ele nasceu em 5 de maio de 1818, em Trier, Alemanha e morreu a 14 de março de 1883, em Londres. Doutorou-se em Filosofia em 1841 e em seguida foi editor de um jornal liberal. Em 1843, com apenas 25 anos saiu da Alemanha por motivos políticos e morou em Paris e Londres, onde escreveu extensas obras. Entendia que a evolução histórica dependia dos meios e relações de produção. Demonstrou que o trabalhador produz um excedente que acaba ficando com o capitalista. Um pequena parte retorna em forma de salário, o restante fica para o dono dos meios de produção. Suas idéias foram decisivas para movimentos chamados Comunismo e Socialismo. No Socialismo, a propriedade privada deixaria de existir e passaria para o Estado. Países como URSS e China tentaram. Só depois disso, viria o Comunismo, onde o Estado deixaria de existir e a propriedade seria de todos.

Um pouco +

O Manifesto Comunista

“Um fantasma ronda a Europa – o fantasma do comunismo”. Com essa frase, os teóricos Karl Marx e Friedrich Engels introduzem o texto do Manifesto Comunista, elaborado pela dupla a partir de uma solicitação da Liga Comunista, organização internacional que reunia artesãos e operários europeus em meados do século 19. O texto consolida diversos conceitos que já estavam em discussão na época, como a questão da luta de classes entre burgueses e proletários, a proposta de abolição da propriedade privada, etc.
Karl Marx (1818-1883) e Friedrich En-gels (1820-1895) se conheceram em 1844. Engels escrevia para um jornal que era editado por Marx, em Paris, o Franco-German Annals. A primeira obra conjunta dos 2 foi o livro A Sagrada Família, em 1845. A amizade e a parceria da dupla duraram a vida inteira, até a morte de Marx.

Marx e Engels propuseram uma grande mudança para o pensamento político da época: a capacidade de os trabalhadores participarem do processo político. Até então, a grande maioria dos pensadores era contrária ao direito universal ao voto. O Manifesto defende a idéia de que, além da capacidade de participação política, os trabalhadores estavam aptos a tomar o poder e conduzir um processo de transformação que levaria ao comunismo. Além disso, o texto antecipa desdobramentos da economia capitalista que só seriam conhecidos muito tempo depois, como a questão da globalização (num momento em que a Inglaterra era o único país verdadeiramente capitalista, eles afirmaram que o capitalismo tem uma tendência a se expandir). Visionárias para a época, as idéias do Manifesto Comunista só tiveram influência efetiva nos rumos da sociedade no século 20.

6075 – Nutrição – A carne é uma boa fonte de proteína?


A carne fornece todos os aminoácidos essenciais necessários ao organismo, bem como muitas vitaminas e sais minerais. Por outro lado, contém gorduras saturadas que aumentam o risco de doenças cardíacas. A ingestão indicada de carne é de 100 a 150 gramas no máximo e prefira as carnes magras. Os alimentos ricos em magnésio como castanhas, soja, leite, peixes, verduras, cereais integrais e pão. A substância controla a transmissão de impulsos nervosos e as contrações musculares. Ativa também as reações químicas que produzem energia dentro das células .
Fibras – Controlam o equilíbrio da água no organismo, normaliza o rítmo cardíaco, ajuda a produzir impulsos nervosos e contrações musculares.
Cuidado: Introduzir alimentos ricos em fibra na dieta gradualmente ou o aparelho digestivo não terá tempo de se adaptar e produzirá cólicas abdominais e flatulência.
Sódio – Presente em quase todos os alimentos. Além do sal de cozinha, as principais fontes na dieta são alimentos industrializados, carnes e peixes defumados, embutidos, enlatados, picles, pães, cereais e queijo.
Potássio – As principais fontes são o pão e os cereais integrais, verduras, leguminosas e feijões, carne, leite e frutas, principalmente a banana e a laranja. Tal mineral controla o equilíbrio hídrico do organismo, mantém normal o ritmo cardíaco e ajuda também nos impulsos nervosos e contrações musculares.
Cálcio – As fontes de cálcio na dieta incluem leite integral e desnatado, não recomendado para crianças, derivados do leite, verduras, ervilhas secas, feijões, castanhas e peixes;
Sua função é formar e manter os ossos e dentes. Participa nas contrações musculares e ajuda na coagulação do sangue.
Gorduras – São uma fonte de energia altamente concentrada e são usadas para acionar as reações químicas do organismo. São 2 tipos, as saturadas e as insaturadas. Diferem na composição química e na forma como afetam o organismo. As primeiras, elevam a quantidade de colesterol no sangue, que por sua vez, aumenta o risco de doenças coronárias. As não-saturadas são as gorduras vegetais, mais saudáveis. Não se deve ingerir mais de 30% de calorias em forma de gorduras. Embora prejudiciais em excesso, alguma gordura é saudável.
Pequenas quantidades de ácidos graxos liberados de gorduras são importantes para o crescimento e restauração das células. Também transportam as vitaminas A,D,E e K. As gorduras que ingerimos passam pelo estômago e vão para o intestino, onde são dissolvidas pela ação de sais biliares, liberados pelo fígado.

6074 – Perfumes – Por que o ser humano se perfuma?


Perfumar-se é um hábito arr arraigado e fazer o perfume é uma delicada arte que envolve olfato e memória.
Em tempos remotos, o uso de perfumes estava associado à ritos religiosos. Os primeiros perfumistas a entrarem para a história foram os sacerdotes do Egito antigo. Os hebreus untavam os cabelos de seus reis com óleos aromáticos, como narra a Bíblia.
Eram fabricados unguentos, pomadas e essências para fins cosméticos. No século X, os alquimistas descobriram o alambique, uma engrenagem na qual os líquidos se transformavam em gasosos e novamente em líquidos, num processo chamado destilação. A cidade de Paris se transformou na capital mundial do perfume, mas a água de colônia, porém, nasceu na Alemanha em 1792, na cidade com o mesmo nome, as margens do Rio Reno. Era uma fórmula caseira de um laboratório de fundo de quintal. A casa era de nº 4711 e por isso que a autêntica colônia veio a ser chamada de 4711.
Arte sutil de combinar odores, a perfumaria trabalha com cerca de 10 mil essências básicas das quais apenas mil são encontradas na natureza. O almíscar é uma secreção das glândulas sexuais das cabras do Tibete, na Ásia e a palavra vem do persa Mushk, que quer dizer testículo. O cachalote, um cetáceo como a baleia, produz um âmbar que flutua no ar como uma grande massa compacta e este também possui a propriedade fixadora importante na alquimia dos perfumes. Obter essências naturais de jasmim é trabalhoso ne caro. Para cada quilo é necessário 600 quilos de flores, colhidas ao amanhecer. A partir de solventes voláteis, extrai-se das flores o concreto, um produto cremoso, de textura semelhante a cera e que depois é misturada com o álcool e filtrado. Quando o álcool evapora fica o absoluto, a essência pura. As mais importantes são as florais. O verde é a fragância de plantas e arbustos.
O chipre é uma combinação do musgo, o tronco do carvalho, com a bergamota e o âmbar, e a amadeirada que são misturas de troncos de árvores de árvores como o cedro e o sândalo. Apesar dos modernos procedimentos químicos, não é fácil imitar o perfume. Com conhecimento e intuição, só é possível detectar 30 a 60% dos diversos componentes de 1 deles. O Channel nº 5 é o perfume francês mais conhecido no mundo. Era usado por Marilyn Monroe para dormir. Foi lançada pela estilista da moda Coco Channel em 1921. Antes do seu surgimento, quem quisesse chegar ao fim do dia perfumado deveria tomar banho de perfume, já que as misturas se volatizavam com rapidez.

6073 – Matemática – O Teorema de Pitágoras


Pitágoras seguia uma doutrina diferente. Teria chegado à concepção de que todas as coisas são números e o processo de libertação da alma seria resultante de um esforço basicamente intelectual. A purificação resultaria de um trabalho intelectual, que descobre a estrutura numérica das coisas e torna, assim, a alma como uma unidade harmônica. Os números não seriam, neste caso, os símbolos, mas os valores das grandezas, ou seja, o mundo não seria composto dos números 0, 1, 2, etc., mas dos valores que eles exprimem. Assim, portanto, uma coisa manifestaria externamente a estrutura numérica, sendo esta coisa o que é por causa deste valor.
O teorema de Pitágoras é uma relação matemática entre os três lados de qualquer triângulo retângulo. Na geometria euclidiana, o teorema afirma que:
“ Em qualquer triângulo retângulo, o quadrado do comprimento da hipotenusa é igual à soma dos quadrados dos comprimentos dos catetos. ”
Por definição, a hipotenusa é o lado oposto ao ângulo reto, e os catetos são os dois lados que o formam. O enunciado anterior relaciona comprimentos, mas o teorema também pode ser enunciado como uma relação entre áreas:
“ Em qualquer triângulo retângulo, a área do quadrado cujo lado é a hipotenusa é igual à soma das áreas dos quadrados cujos lados são os catetos. ”
Para ambos os enunciados, pode-se equacionar

onde c representa o comprimento da hipotenusa, e a e b representam os comprimentos dos outros dois lados.
O teorema de Pitágoras leva o nome do matemático grego Pitágoras (570 a.C. – 495 a.C.), que tradicionalmente é creditado pela sua descoberta e demonstração, embora seja frequentemente argumentado que o conhecimento do teorema seja anterior a ele (há muitas evidências de que matemáticos babilônicos conheciam algoritmos para calcular os lados em casos específicos, mas não se sabe se conheciam um algoritmo tão geral quanto o teorema de Pitágoras.
O teorema de Pitágoras é um caso particular da lei dos cossenos, do matemático persa Ghiyath al-Kashi (1380 – 1429), que permite o cálculo do comprimento do terceiro lado de qualquer triângulo, dados os comprimentos de dois lados e a medida de algum dos três ângulos.
Sendo c o comprimento da hipotenusa e a e b os comprimentos dos catetos, o teorema pode ser expresso por meio da seguinte equação:

Manipulando algebricamente essa equação, chega-se a que se os comprimentos de quaisquer dois lados do triângulo retângulo são conhecidos, o comprimento do terceiro lado pode ser encontrado.

6072 – A Física de Pitágoras


Pitágoras

Atribuídas a Galileu Galilei (1564-1642), as leis que regem a vibração dos sinos podem ter sido descobertas pelo grego Pitágoras (570-497 aC). Autor de um dos teoremas mais importantes da matemática, que leva seu nome, Pitágoras não era inteiramente alheio as coisas práticas. Ficava intrigado por exemplo com o som do martelo malhando o ferro na bigorna e especulou que marteladas mais fortes deviam produzir notas mais altas. Depois de testar a hipótese, concluiu corretamente, que era preciso levar em conta diversos outros fatores como tamanho, o material e o peso das bigornas. Tais fatos descritos pelo filósofo helenista romano Boécio, cerca de 1000 anos depois de Pitágoras, foram há pouco analisados pelo engenheiro americano Andrew Dimarogonas, da Universidade de Washington. Para ele a história mostra que Pitágoras se antecipou a Galileu. E, ao contrário do que se pensava, ele era tão bom em física experimental quanto em teoria matemática.

Ele foi um filósofo e matemático grego que nasceu em Samos entre cerca de 571 a.C. e 570 a.C. e morreu em Metaponto entre cerca de 497 a.C. ou 496 a.C.
A sua biografia está envolta em lendas. Diz-se que o nome significa altar da Pítia ou o que foi anunciado pela Pítia, pois mãe ao consultar a pitonisa soube que a criança seria um ser excepcional.
Pitágoras foi o fundador de uma escola de pensamento grega denominada em sua homenagem de pitagórica. Teve como sua principal mestra, a filósofa e matemática Temstocléia.

Fundou uma escola mística e filosófica em Crotona (colônias gregas na península itálica), cujos princípios foram determinantes para a evolução geral da matemática e da filosofia ocidental sendo os principais temas a harmonia matemática, a doutrina dos números e o dualismo cósmico essencial.
Acredita-se que Pitágoras tenha sido casado com a física e matemática grega Theano, que foi sua aluna. Supõe-se que ela e as duas filhas tenham assumido a escola pitagórica após a morte do marido.

Os pitagóricos interessavam-se pelo estudo das propriedades dos números. Para eles, o número, sinônimo de harmonia, constituído da soma de pares e ímpares – os números pares e ímpares expressando as relações que se encontram em permanente processo de mutação -, era considerado como a essência das coisas, criando noções opostas (limitado e ilimitado) e sendo a base da teoria da harmonia das esferas.
Segundo os pitagóricos, o cosmo é regido por relações matemáticas. A observação dos astros sugeriu-lhes que uma ordem domina o universo. Evidências disso estariam no dia e noite, no alterar-se das estações e no movimento circular e perfeito das estrelas. Por isso o mundo poderia ser chamado de cosmos, termo que contém as idéias de ordem, de correspondência e de beleza. Nessa cosmovisão também concluíram que a Terra é esférica, estrela entre as estrelas que se movem ao redor de um fogo central. Alguns pitagóricos chegaram até a falar da rotação da Terra sobre o eixo, mas a maior descoberta de Pitágoras ou dos seus discípulos (já que há obscuridades em torno do pitagorismo, devido ao caráter esotérico e secreto da escola) deu-se no domínio da geometria e se refere às relações entre os lados do triângulo retângulo. A descoberta foi enunciada no teorema de Pitágoras.
Pitágoras foi expulso de Crotona e passou a morar em Metaponto, onde morreu, provavelmente em 496 a.C. ou 497 a.C..

6071 – Medicina – Problemas gerais de saúde causados por obesidade


Acidente Vascular Cerebral – Acontece quando um suprimento de sangue no cérebro é prejudicado. A probabilidade em obesos é 2 vezes maior, pois em geral, apresentam altos níveis de colesterol ou hipertensão.
Falta de ar – Quando se faz esforço e em casos graves até em repouso. A obesidade faz aumentar a carga de trabalho do coração.
Dores nas costas – Ocorre porque a parte superior do corpo está pesada e os músculos abdominais que a sustentam tendem a perder o tônus, fazendo pressão sobre a parte inferior da coluna.
Osteoartrite – A falta de flexibilidade das articulações, a dor e o inchaço associados a tal problema podem piorar com a obesidade.
Problemas de pele – São mais vulneráveis a irritações e infecções por fungo, onde a pele sofre fricção, como a virilha.
Varizes – O risco é maior e a falta de exercícios agraca o problema. Tentar comer menos para algumas pessoas é tão difícil quanto se livrar do vício do álcool ou drogas. Reduzir calorias e praticar exercícios é fundamental.
Dieta não é sinônimo de castigo. Não é preciso deixar de comer o que gosta, mas ingerir tudo de forma balanceada. A mudança de hábitos deve ser constante. Acredita-se que a repetição do ciclo de perda e ganho de peso pode ser mais prejudicial do que permanecer acima do peso o tempo todo.
Dietas – Nenhumas delas é perfeita, daí a ampla variedade recomendada por médicos e nutricionistas. É também grande o número de livros populares sobre o assunto.

6070 – ☻ Mega Byte – Como a lei encara ofensas pela internet?


Existem leis específicas para crimes contra a honra cometidos pela internet?
Não. Ofensas feitas na rede são encaradas pela Justiça brasileira à luz dos mesmos artigos do Código Penal que se referem a comentários feitos em qualquer outro espaço.

O fato de a ofensa ter sido feito pela internet pode agravar a pena?
Sim. Um inciso do capítulo do Código Penal sobre crimes contra a honra diz que as penas aumentam em um terço “na presença de várias pessoas, ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, da difamação ou da injúria”, como é o caso da internet.

Declarações feitas de forma anônima podem redundar em processos?
Sim. Ocultar o nome na internet não garante o anonimato perante a Justiça. Com os dados do IP da máquina de onde partiu a ofensa, fornecidos pelo provedor da conexão, é possível localizar o autor de um comentário.

O provedor da conexão é obrigado a fornecer dados de IP do autor da ofensa?
Sob ordem judicial, sim. No entanto, não há nenhuma lei no Brasil que determine um tempo mínimo durante o qual os provedores são obrigados a guardar os dados de conexão de seus usuários.