5129 – Mega Personalidades – Cláudio Cavalcanti


Cavalcanti, defensor das boas causas

Cláudio Murillo Cavalcanti (Rio de Janeiro, 24 de fevereiro de 1940) é um ator, diretor de TV, produtor teatral, escritor, tradutor, cantor, dublador, radialista e político brasileiro. É considerado um dos mais importantes nomes do cenário artístico brasileiro.
Foi homenageado com várias condecorações, entre elas a Medalha Tiradendes (ALERJ) e a Medalha General Zenóbio da Costa (Exército Brasileiro), e é Comendador do Exército Brasileiro com a Medalha do Pacificador.

Um exemplo de dignidade

Cláudio Cavalcanti é casado desde 1979 com Maria Lucia Frota Cavalcanti, psicóloga e atriz, com quem dividiu o palco inúmeras vezes. Ambos são vegetarianos e ativistas dos direitos dos animais, e sua mulher foi a criadora da Secretaria Municipal de Defesa dos Animais, na cidade do Rio de Janeiro, exercendo o cargo de Secretária Municipal de janeiro de 2001 a fevereiro de 2005.
Como protagonista, destacam-se entre seus principais trabalhos de tele-dramaturigia: Anastácia, a Mulher sem Destino; Rosa Rebelde; Véu de Noiva; Irmãos Coragem, O Homem que Deve Morrer, Carinhoso, O Bofe, Cavalo de Aço, Vejo a Lua no Céu, O Feijão e o Sonho, Maria Maria, Terras do Sem Fim, Pai Herói, Dona Xepa, Água Viva, Sétimo Sentido, Roque Santeiro, Hipertensão, Lua Cheia de Amor, A Viagem, Marcas da Paixão, Vidas Cruzadas e Roda da Vida. Em Teatro, entre outros, protagonizou Era Uma Vez nos Anos Cinquenta (Troféu Mambembe de melhor ator), Fernando Pessoa, Bodas de Papel, O Beijo da Louca, Obrigado Pelo Amor de Vocês (peça com que foi contratado para inaugurar o Teatro do Casino do Estoril, em Lisboa), Disque M para Matar, Estou Amando Loucamente, Vida Nova, O Nosso Marido, A Primeira Valsa, Freud e o Visitante, O Mundo é um Moinho, E Agora o que Faço como o Pernil, O Doente Imaginário e, em fevereiro de 2009, Quando se é Alguem, texto inédito de Pirandello.
Como escritor tem 5 livros publicados dentre os quais 3 antologias. Como cantor foi campeão de vendas como o Long Play “Claudio Cavalcanti” em 1971.
Concomitantemente com suas atividades artísticas, em outubro de 2000 foi eleito vereador da Cidade do Rio de Janeiro, pelo então PFL, atual DEM, com a plataforma “Por uma política de respeito aos animais”. Reeleito em 2004, cumpriu dois mandatos. Em oito anos de atividade legislativa, criou e teve aprovadas 29 leis, consideradas pioneiras em relação a defesa dos direitos animais, entre as quais a que proíbe o extermínio de animais abandonados e introduz a esterilização gratuita como método oficial de controle populacional e de zoonoses. Também, entre outras, proibiu rodeios, circos com animais, estabeleceu multa para maus-tratos e crueldade contra animais e conseguiu a aprovação da lei que proibia a utilização de animais em experiências cinetíficas, recebendo maciço apoio nacional e internacional e criando enorme polêmica. Posteriormente a Lei foi vetada pelo então prefeito, César Maia.

5128 – Medicina – O que é a gastrite erosiva do antro?


Há diversos tipos de células no estômago. Umas produzem ácido clorídrico e outras pepsina, um hormônio digestivo. Estas substâncias e a ação de trituramento dos alimentos pelo estômago é o primeiro passo para a digestão.
– Antro Endócrino e motor: porção responsável pela trituração dos alimentos e secreção de enzimas que avisam a porção secretora se há necessidade de produzir mais ou menos ácido.
Não há definição única para “gastrite”.
O termo é usado por endoscopistas, que baseiam seus diagnósticos no que visualizam durante uma exame;
Por patologistas, que o definem à base de apresentação histológica, isto é , o que enxergam no microscópio;
Por radiologistas, por alterações grosseiras da silhueta da mucosa – o que veêm no RX;
E por clínicos, que não usando nenhum método objetivo, admitem a presença de gastrite quando existem evidências clínicas sugestivas (alcoolismo, uso de medicações que causam irritação gástrica, ou dor intensa), dispepsia ou sinais de sangramento digestivo.
Na definição exata, gastrite significa inflamação da mucosa gástrica e, em primeira instância, a gastrite deve ser descrita de acordo com critérios histológicos.
Por tal critério, ela pode ou não estar presente quando o diagnóstico for sugerido por meios clínicos, radiológicos ou mesmo endoscópicos.
Atualmente a biópsia gástrica é realizada de rotina na grande maioria dos serviços de endoscopia para pesquisar a presença do Helicobacter pylori. Uma bactéria descoberta em 1987 e hoje responsabilizada pelas gastrite e úlceras.
Histologicamente, a Gastrite é inicialmente dividida em Erosiva e não Erosiva.
Dentro de cada tipo de inflamação, se existir, pode ser aguda ou crônica (a diferenciação é feita através da visualização no microscópio da presença de células específicas que identificam a presença de inflamação aguda ou crônica).
A gastrite crônica é muito mais comum, mas as duas podem coexistir.
A gastrite não-erosiva inespecífica crônica pode ser superficial ou profunda (transmucosa), com ou sem atrofia glandular ou metaplasia.
Os sintomas da gastrite dependem se é aguda ou crônica. Na fase aguda pode ocorrer dor na parte superior do abdômen, náusea e vômito. Na fase crônica a dor pode ser contínua, ocorrendo eventualmente perda de apetite provocado pela sensação de saciedade precoce após pequena quantidade de alimento ingerido. Muito freqüentemente, não há sintomas mesmo com gastrite.
Se a dor é severa pode ser por uma úlcera bem como pela gastrite.
O estômago é um órgão em forma de jota(J) que coleta os alimentos mastigados e os líquidos. Tritura os alimentos misturando-os com as suas enzimas e empurra os alimentos triturados para o duodeno, que é a 1ª porção do intestino fino.
Há diversos tipos de células no estômago. Umas produzem ácido clorídrico e outras pepsina, um hormônio digestivo. Estas substâncias e a ação de trituramento dos alimentos pelo estômago é o primeiro passo para a digestão.
O estômago é dividido em duas partes:
– Corpo e Fundo: porções secretoras de ácido.
– Antro Endócrino e motor: porção responsável pela trituração dos alimentos e secreção de enzimas que avisam a porção secretora se há necessidade de produzir mais ou menos ácido.
Não há definição única para “gastrite”.
O termo é usado por endoscopistas, que baseiam seus diagnósticos no que visualizam durante uma exame;
Por patologistas, que o definem à base de apresentação histológica, isto é , o que enxergam no microscópio;
Por radiologistas, por alterações grosseiras da silhueta da mucosa – o que veêm no RX;
E por clínicos, que não usando nenhum método objetivo, admitem a presença de gastrite quando existem evidências clínicas sugestivas (alcoolismo, uso de medicações que causam irritação gástrica, ou dor intensa), dispepsia ou sinais de sangramento digestivo.
Na definição exata, gastrite significa inflamação da mucosa gástrica e, em primeira instância, a gastrite deve ser descrita de acordo com critérios histológicos.
Por tal critério, ela pode ou não estar presente quando o diagnóstico for sugerido por meios clínicos, radiológicos ou mesmo endoscópicos.
Traduzindo: a confirmação final de gastrite só pode ser feita através do exame microscópico. O que acontece muitas vezes é que durante um exame endoscópico os sinais são tão exuberantes que o exame histológico (biópsia) é dispensada para uma segundo exame de controle do tratamento.
Atualmente a biópsia gástrica é realizada de rotina na grande maioria dos serviços de endoscopia para pesquisar a presença do Helicobacter pylori. Uma bactéria descoberta em 1987 e hoje responsabilizada pelas gastrite e úlceras.
Histologicamente, a Gastrite é inicialmente dividida em Erosiva e não Erosiva.
Dentro de cada tipo de inflamação, se existir, pode ser aguda ou crônica (a diferenciação é feita através da visualização no microscópio da presença de células específicas que identificam a presença de inflamação aguda ou crônica).
A gastrite crônica é muito mais comum, mas as duas podem coexistir.
A gastrite não-erosiva inespecífica crônica pode ser superficial ou profunda (transmucosa), com ou sem atrofia glandular ou metaplasia.
Gastrite Erosiva de Antro é Gastrite Crônica
A gastrite decorrente da idade conhecida com atrófica é tão comum que alguns a consideram um fenômeno do envelhecimento. Seu aparecimento em jovens merece atenção especial.
A gastrite erosiva é melhor diagnosticada endoscopicamente
A Classificação endoscópica das gastrites é pouco mais complexa e existe para tentar uma aproximação maior com a classificação histológica.
Sintomas
Os sintomas da gastrite dependem se é aguda ou crônica. Na fase aguda pode ocorrer dor na parte superior do abdômen, náusea e vômito. Na fase crônica a dor pode ser contínua, ocorrendo eventualmente perda de apetite provocado pela sensação de saciedade precoce após pequena quantidade de alimento ingerido. Muito freqüentemente, não há sintomas mesmo com gastrite.
Se a dor é severa pode ser por uma úlcera bem como pela gastrite.
Helicobacter pylori: este é o nome da bactéria que aprendeu viver na fina camada de muco do estômago. Na verdade não há infecção propriamente pela agressão direta da bactéria mas sim as substâncias por elas produzidas que provocam a inflamação aguda e crônica. É provavelmente adquirida na infância e permanece por toda a vida a menos que haja cura pelo tratamento com antibióticos. A infecção pode levar para gastrite, úlcera e mesmo câncer de estômago em algumas pessoas.

Felizmente agora há maneiras de se fazer o diagnóstico e tratamentos adequados para eliminar a bactéria.

Tratamento

O tratamento da gastrite dependerá da sua causa. Para aliviar os sintomas a redução da acidez gástrica pela medicação é muito útil. Além do que, o diagnóstico específico é necessário.
Eliminação da aspirina, antiinflamatórios ou álcool quando são a causa da gastrite.
Complicações
Como a maioria das causas de gastrite são conhecidas, o tratamento costuma ser efetivo e medidas preventivas são disponíveis e assim as complicações são raras. A única exceção é a infecção H. pylori que presente no estômago ao longo do tempo pode levar ao câncer de estômago e linfoma.
A infecção pela bactéria Helicobacter pylori e o uso de antiinflamatório também podem causar úlcera benigna.
Os sintomas são: desconforto, sensação de estofamento, náuseas ou vômitos.
A pessoa também pode ter sintomas sugestivos de úlcera: queimação ou dor na parte superior do abdômen, usualmente em jejum ou na alta madrugada.
Estes sintomas são freqüentemente aliviados por antiácidos, leite ou alimentação.
É frequente o raios-X ou endoscopia serem normais.
Quando o H. pylori é encontrado no estômago, acredita-se ser esta a causa dos sintomas, embora esta relação não está clara.
A prescrição de antibióticos e drogas anti-ácidas atualmente é a primeira escolha. Porém a certeza da eliminação da bactéria é com novo exame negativo.
Câncer de Estômago e Linfoma
Estes dois tipos de Câncer são agora sabidamente relacionados com a bactéria H. pylori. Isto não significa obrigatoriamente que todas as pessoas com H. pylori desenvolverão câncer, de fato poucos o terão. É provável que se a infecção é presente por longo tempo, talvez desde a infância o câncer pode então desenvolver-se. Isto é uma outra razão porque é importante tratar e eliminar a infecção por H. pylori.
Como a infecção é muito comum, quando não há sintomas, freqüentemente não é recomendado nenhum tratamento. Esta é a recomendação atual, podendo mudar conforme o desenvolvimento das pesquisas.
Na presença de úlcera, a medicação mais consagrada atualmente é a utilização de um bloqueador de bomba de próton, eritromicina ou claritromocina e amoxilina. Há outros esquemas utilizados.
Os pontos hemorrágicos devem ser temporariamente vedados com a aplicação de calor durante a endoscopia. No entanto, caso a doença subjacente persista, o sangramento irá recomeçar. No caso de persistência do sangramento, a coagulação pode ser induzida no vaso sangüíneo adequado ou pode ser realizada a remoção total do estômago como uma medida de salvamento do paciente. A gastrite erosiva crônica pode ser tratada com antiácidos.
O indivíduo deve evitar determinados medicamentos (p.ex., aspirina e outros antiinflamatórios não esteróides) e alimentos irritantes. Os comprimidos revestidos de aspirina causam menos úlceras que a aspirina sem revestimento. O misoprostol pode reduzir o risco de úlceras causado por antiinflamatórios não-esteróides. Para o indivíduo com gastrite eosinofílica, pode ser necessária a administração de corticosteróides ou a realização de uma cirurgia para aliviar o bloqueio da saída gástrica.

5127 – ☻Mega Byte – Grupo de hackers Anonymous diz ter derrubado site do FBI


Hackers ligados ao grupo Anonymous afirmaram ter derrubado o site do FBI no fim da noite desta quinta-feira. A “queda” não foi confirmada, e o grupo não postou nenhum troféu como o print-screen do site do FBI fora do ar.
No entanto no perfil do grupo no Twitter (@anonops), eles comemoravam a queda do site FBI.gov com a expressão “Tango down”, usada por soldados para dizer que o inimigo foi morto.
Horas antes, eles já haviam dito em outro perfil no Twitter (@YourAnonNews) ter derrubado os sites do Departamento de Justiça dos EUA e do Universal Music Group.
A ação teria ocorrido nesta quinta-feira (19) após o fechamento do site Megaupload, acusado de violar leis de direitos autorais, diz o site da rede de notícias RT.
“O governo fecha o Megaupload? 15 minutos depois o Anonymous fecha sites do governo e de gravadoras”, publicou no Twitter um perfil ligado ao grupo de ativistas.
Segundo a RT, um operador do Anonymous chamado Barret Brown disse que o ataque aos sites do Departamento de Justiça e da Universal ocorreu em retaliação ao fechamento do Megaupload.
O perfil do Twitter @YourAnonNews anunciou ainda ataques aos sites do United States Copyright Office (órgão dos EUA responsável por registros de direitos autorais), da Motion Picture Association of America (associação que reúne grandes estúdios de cinema) e da Recording Industry Association of America (associação que reúne grandes gravadoras da indústria musical), entre outros.

5126 – As 4 Descobertas Recentes sobre o Universo


O exoplaneta Gliese 581

A verdadeira cor da Via Láctea, exoplanetas, um observatório voador e a matéria escura estão entre as últimas descobertas da astronomia.
No último congresso da Sociedade Astronômica Americana, realizado em Austin, nos Estados Unidos, de 8 a 12 de janeiro, especialistas de todo o mundo apresentaram os últimos desenvolvimentos no estudo do Cosmos.
Embora não se conheça vida fora da Terra, para os especialistas estamos iniciando uma nova era no que diz respeito ao nosso conhecimento sobre outros planetas.
“O telescópio Kepler e as microlentes gravitacionais estão abrindo uma espécie de nova era para a descoberta dos planetas”, diz James Palmer, especialista em ciência da BBC.
Mais planetas são revelados e novas formas de observação e ferramentas acrescentam dados que ajudam a esclarecer, aos poucos, alguns mistérios do espaço. Vejamos alguns deles:
A COR DA VIA LÁCTEA
A aparência branca da Via Láctea vista da Terra é, na verdade, resultado de um jogo de luz.
“Para os astrônomos, um dos parâmetros mais importantes é a cor das galáxias. Isso nos indica a idade das estrelas”, diz Jeffrey Newman, da Universidade de Pittsburgh
Uma comparação entre várias galáxias também teve um resultado pouco surpreendente: a cor é de fato branca.
ESTRELAS E PLANETAS
Usando uma microlente gravitacional, a equipe de cientistas encontrou uma série de exoplanetas (estão fora do Sistema Solar) girando em torno de outras estrelas. A descoberta indica a existência de milhões de outros planetas, apenas na Via Láctea.
O método que permitiu a descoberta consiste em usar a gravidade de uma estrela grande para amplificar a luz de estrelas ainda mais distantes e com planetas ao seu redor.
Os astrônomos usam uma série de telescópios relativamente pequenos, conectados em rede, e através destes observam o raro evento de uma estrela passando diante da outra, como se vê da Terra.
A equipe de cientistas usou recentemente esse sistema para observar planetas e ainda, que o número de descobertas tenha sido relativamente pequeno, pode-se chegar a uma estimativa de quantos podem existir na galáxia.
Embora o telescópio Kepler seja a principal ferramenta para descobrir novos exoplanetas nos últimos anos, as microlentes são melhores para localizar planetas de todos os tamanhos e em diferentes distâncias.
O congresso também mostrou dados captados por um telescópio bastante incomum, cuja particularidade é estar instalado na carcaça de um avião 747.
O grande feito do Sofia (Observatório Estratosférico para Astronomia Infravermelha) foi captar imagens do que parece ser uma estrela em formação.
“Esta parte da Nebulosa de Órion tem sido observada por décadas. É o mais próximo da formação de uma estrela na galáxia, o que nos dá a melhor medida de como as estrelas se formam”, explica o professor James De Buizer, da USRA (Universities Space Research Association).
Com 15 toneladas, o telescópio é montado em um suporte giratório para que possa permanecer com suas lentes fixas nas estrelas.
Ele foi projetado especialmente para analisar o Cosmos na porção infravermelha do espectro eletromagnético, uma vez que os telescópios instalados na Terra não conseguem enxergar essa parte porque o vapor-d’água na atmosfera absorve essa luz infravermelha.
MATÉRIA ESCURA
No congresso, uma equipe franco-canadense apresentou as maiores imagens já vistas da chamada matéria escura, a misteriosa substância que compõe 85% do Universo.
As imagens cobrem um espaço cem vezes maior que aquele até então captado pelo telescópio Hubble e são compatíveis com as teorias em voga até então.
Na nova imagem, os aglomerados de matéria escura podem ser vistos circundando as galáxias, conectados por filamentos soltos de matéria escura.
A professora Catherine Heymans, da Universidade de Edimburgo, explica: “As teorias da matéria escura indicavam que ela formaria uma intrincada e gigante rede cósmica.”
É exatamente o que vemos nesses dados, uma rede cósmica abrigando as galáxias”.
A Teoria da Relatividade de Einstein nos diz que a massa altera o espaço e o tempo, então quando a luz chega até nós, vinda do Universo, caso cruze a matéria escura, essa luz torna-se curva e a imagem que vemos é distorcida.

5125 – Rio Oiapoque – Extremo Norte do Brasil


O rio Oiapoque é um rio do Brasil e Guiana Francesa, que no Brasil banha o estado do Amapá. Em seu trajeto, é também chamado de Oyapock, Iapoco, Iapoc. Entre os séculos XVI e XVIII, foi chamado ainda de rio de Vicente Pinzón, em homenagem a Vicente Yáñez Pinzón, navegador espanhol que teria descoberto a sua foz.
Nasce na Serra Tumucumaque (ou Tumuc-Humac) e vai desaguar no Oceano Atlântico, percorrendo cerca de 350 km. Ao longo do seu percurso, delimita a fronteira entre o Brasil e a Guiana Francesa.

Rio Oiapoque, divisa com a sinistra Guiana Francesa

O município de Oiapoque está localizado na parte mais setentrional do estado do Amapá. Limita-se ao norte com a Guiana Francesa, ao sul com os municípios de Calçoene, Serra do Navio e Pedra Branca do Amapari. Ao leste é banhado pelo Oceano Atlântico e a oeste faz fronteira com o município de Laranjal do Jari.
Os primitivos habitantes da região são antepassados dos povos Waiãpi, que ocupavam a extensão territorial do rio Oiapoque; dos Galibi e Palikur, concentrados no vale do rio Uaçá e seus afluentes. A palavra Oiapoque tem origem tupi-guarany, sendo uma derivação do termo “oiap-oca”, que significa “casa dos Waiãpi”.

Oiapoque é também um município do Amapá

5124 – O Rio São Francisco


São Francisco

O rio São Francisco, popularmente conhecido por “Velho Chico”, nasce na Serra da Canastra (Minas Gerais). Possui uma extensão de 2800 quilômetros e atravessa os estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas.
O rio São Francisco desemboca no Oceano Atlântico e possui vários rios afluentes em sua bacia hidrográfica: Abaeté, das Velhas, Paraopeba, Jequitaí, Paracatu, Verde Grande, Urucuia, Carinhanha, Corrente e Grande.
O São Francisco possui uma grande importância econômica na região por onde passa, pois, é usado para navegação (em alguns trechos), irrigação de plantações e pesca. Em função desta importância, existe um projeto do governo federal que pretende fazer a transposição do rio para que as águas possam atingir regiões que sofrem com a seca nordestina.
O rio São Francisco também é uma importante via de transporte de mercadorias na região. Os principais produtos transportados, em embarcações especiais, são: sal, arroz, soja, açúcar, cimento, areia, manufaturados, madeira e alguns minérios. Há também o transporte de turistas, pois o passeio pelo rio é muito procurado.
O rio São Francisco atravessa regiões com condições naturais das mais diversas e tem cinco usinas hidroelétricas.
As partes extremas superior e inferior da bacia apresentam bons índices pluviométricos, enquanto os seus cursos médio e submédio atravessam áreas de clima bastante seco. Assim, cerca de 75% do deflúvio do São Francisco é gerado em Minas Gerais, cuja área da bacia ali inserida é de apenas 37% da área total.
A área compreendida entre a fronteira Minas Gerais-Bahia e a cidade de Juazeiro(BA), representa 45% do vale e contribui com apenas 20% do deflúvio anual.
Seu descobrimento é atribuído ao navegador florentino Américo Vespúcio, que navegou em sua foz em 1501. O nome é homenagem a São Francisco de Assis, festejado naquela data. A 4 de Outubro de 1501, uma expedição de reconhecimento descia a costa brasileira, rente ao litoral, comandada por André Gonçalves e Américo Vespúcio e vinda do Cabo de São Roque. A região da foz era habitada pelos índios, que a chamavam Opará, que significa algo como “rio-mar”. Outra expedição, em 1503, chegou à foz, comandada por Gonçalo Coelho, outra vez com Américo Vespúcio.

Foz do São Francisco em Alagoas

Hidrovia
Equivalente a distância entre Brasília (DF) e Salvador (BA), essa é, sem dúvida, a mais econômica forma de ligação entre o Centro Sul e o Nordeste.
Com o seu extremo sul localizado na cidade de Pirapora (MG), a hidrovia do São Francisco é interligada por ferrovias e estradas aos mais importantes centros econômicos do Sudeste, além de fazer parte do Corredor de Exportação Centro-Leste. Ao norte, nas cidades vizinhas a Juazeiro (BA) e Petrolina(PE), a hidrovia está ligada às principais capitais do Nordeste, dada a posição geográfica destas duas cidades.
O rio São Francisco oferece condições naturais de navegação durante todo o ano, cuja profundidade varia de acordo com o regime de chuvas (calado). Seu porto mais importante é o de Pirapora (MG), interligado aos portos fluviais de Petrolina(PE) e Juazeiro(BA) e aos marítimos de Vitória(ES), Rio de Janeiro (cidade) (RJ), Santos (SP), Salvador (BA), Recife (PE) e Porto de Suape (PE), através de rodovias e ferrovias.
Um cartão postal
O encontro das águas do Rio São Francisco com o mar de Alagoas ganha a moldura de dunas douradas, formando um delta com coqueiros e imensas lagoas de águas azuis. O passeio à foz é feito de barco e dura cerca de 45 minutos, partindo do vilarejo de Piaçabuçu, a 130 quilômetros de Maceió.
Chegando no encontro do rio com o mar, as embarcações ficam ancoradas por uma hora, tempo estabelecido pelo Ibama para cada visita ao delta. Aproveite o tempo para subir e descer correndo pelas dunas, nadar nas lagoas e apreciar cada paisagem, que muda quase que diariamente em função das marés. Depois do passeio à foz, visite a encantadora cidade histórica de Penedo, a 30 quilômetros de Paiçabuçu. Entre as atrações, um belo casario e construções históricas bem preservadas, como o conjunto barroco formado pelo Convento de São Francisco e Igreja de Nossa Senhora dos Anjos (1759), a bela e aconchegante Igreja de Nossa Senhora da Corrente (1765) e o Teatro Sete de Setembro (1865), primeiro teatro alagoano. O pôr-do-sol nas águas do Velho Chico, apreciado do antigo Forte da Rocheira, é inesquecível.

Um cartão postal do Brasil

5123 – O sal já foi artigo precioso


Ele enche os oceanos, brota de nascentes e recheia camadas subterrâneas e já foi motivo de obsessão desde o começo da civilização até pouco mais de 1 século. O que chamamos popularmente de sal é o cloreto de sódio, formado a partir da reação doácido clorídrico com a soda cáustica. Sem sódio, o organismo seria incapaz de transportar nutrientes ou oxigênio, transmitir impulsos nervososou mover músculos, incluindo o coração. Curiosamente, a deficiência de sal não dá um aviso, como a fome, mas a carência da substância pode levar à morte. Sem ele, também não teria sido possível estocar alimentos em um mundo sem geladeira. Alta concentração de sal inibe a proliferação de microorganismos na comida, conservando-a. Com isso, o sal passou a ser indispensável para a reserva de mantimentos, passando a ter valor de moeda. Desde o início do século 19, os chineses obtinham cristais de sal, fervendo a água do mar em vasilhas de barro. Na liturgia católica, o sal do batismo é associado a longevidade humana e a vida eterna. Salt Lake City, a capital de Utah está abeira de um dos maiores lagos salgados do planeta. Menos de 10% do sal que os EUA produzem é de mesa; 50% é para derreter a neve das estradas no inverno.

5122 – Mega Curtíssimas – Fantasias Sexuais


São normais segundo a Psicanálise. O fato de atitudes não-convencionais excitem algumas pessoas é uma prova do poder criativo da psique humana de dar prazer a si mesmo de maneiras mais incomuns. Alguns feitiches são atribuídos a conflitos psicológicos da infância.

Origem da Palavra Lar

A palavra lar vem do latim, no sentido de lume, fogo. Daí lareira. Alguns autores a colocaram originária de etrusco e passada ao latim, significando espírito. Lares entre etruscos e romanos eram os espíritos ou deuses domésticos, protetores da casa, identificados com os antepassados. Assim, lar passou a significar casa de moradia.

5121 – Por que nós trememos quando sentimos frio?


Para não morrermos congelados. O ato de tremer é uma estratégia de defesa do corpo, que precisa manter a temperatura interna por volta de 35 graus Celsius mesmo em ambiente gelado. A movimentação involuntária dos músculos gera uma certa quantidade de calor que ajuda o organismo a continuar funcionando enquanto houver energia. Além das convulsões, também ocorre uma contração dos vasos sangüíneos da periferia do corpo. “O sangue se concentra nas partes vitais do organismo, como o coração e os pulmões”.
É por isso que os dedos de quem já está batendo o queixo ficam roxos. Outra reação comum é o arrepio.
Segundo os cientistas, um adulto consegue resistir, tremendo, até 1 hora nu à temperatura de zero grau Celsius. Depois disso o corpo começa a pifar.

5120 – Bactérias Nocauteadas


Com seus átomos dispostos em uma combinação inédita, projetada por computador, a molécula de linezolida é uma peça absolutamente única na Química. Totalmente sintética e jamais vista por um microrganismo, sua aparição surpreende as bactérias que invade, destruindo-as sem que possam se defender – com a precisão de um míssil inteligente. Seu segredo são três engenhosos anéis de carbono, guarnecidos de átomos de nitrogênio, oxigênio e fósforo. Eles são a chave que bloqueia o sistema reprodutivo dos bacilos do tipo gram-positivo – aqueles que têm uma grossa membrana celular, rica em açúcar. Entre eles estão os perigosos estreptococos, os estafilococos e os enterococos, cujas quadrilhas de micróbios são impedidas de se multiplicar. Infelizmente, contra as bactérias gram-negativas – as que possuem várias membranas, ricas em gordura – a nova droga é inócua.
A programação para matar gram-positivas transformou a linezolida no princípio ativo do antibiótico mais eficiente que existe, o Zyvox, lançado em março no Brasil, pela empresa americana Pharmacy & Upjohn. Trata-se de uma arma nova, com a qual os médicos nocauteiam bactérias mutantes, que adquiriram resistência aos remédios disponíveis contra infecções e flagelam os hospitais.
A estimativa vale também para os remédios encontrados semiprontos na natureza, como aconteceu com o Synercid. Ele faz parte de um grupo de substâncias, denominadas estreptogaminas, que já haviam originado um mata-micróbio – a pristimacina, lançada na França na década de 60. Mas a droga só fazia sucesso como estimulante de crescimento de vacas e galinhas: misturada à comida, ajudava os animais a engordar. Os cientistas não sabem até hoje por quê.
O fato é que a pristimacina nunca teve a ação que se esperava dela como remédio. Assim, o trabalho dos pesquisadores da Aventis foi o de aprimorar outras estreptogaminas em laboratório. Após dez anos de tentativas, eles descobriram que essas substâncias eram muitos mais letais para os micróbios quando aplicadas em duplas aos organismos doentes. O Synercid nasceu de uma aliança entre a quinuspristina e a dalfopristina. Juntas, elas produzem um efeito dezesseis vezes maior do que cada uma delas sozinha.
Apesar das vitórias, o inimigo renasce. É que os micróbios procriam com enorme velocidade e cada vez que um se divide em dois, duplicando seus genes, surge a chance de uma mutação que os torna resistentes aos remédios.
A penicilina, o primeiro antibiótico, demorou a ser fabricada. Descoberta em 1928 pelo bacteriologista escocês Alexander Fleming, ela é produzida naturalmente, pelo fungo penicillium, mas em pequena quantidade. Só em 1941 a empresa americana Pfizer alcançou a escala industrial. Para tanto, usou tanques de fermentação refinados, até então usados para produzir ácido cítrico, matéria-prima de sucos e de produtos de limpeza. Só aí o fungo desinibiu-se.
Estafilococo
Inofensivo para quem está saudável, esse bacilo virou flagelo em hospitais e enfermarias. Por meio de cateteres, ele escala a corrente sangüínea e se alastra, podendo causar septicemia, infeção generalizada pelo organismo do paciente. Provoca morte.
Estreptococo
Ele é o vilão de moléstias como pneumonia, meningite e infecção nos ouvidos. Em geral essas bactérias são destruídas pela penicilina ou seus derivados, como a metilcilina. Mas algumas já se tornaram super-resistentes.
Enterococo
Em 1986, ele foi o primeiro bacilo a apresentar indivíduos que resistiam até ao antibiótico mais potente, a vancomicina. Causa dolorosas infecções urinárias, cirúrgicas e septicemia.

5119 – Por que acontecem as linhas cruzadas?


Você está fazendo alguma revelação íntima pelo telefone e aparece mais alguém na linha. Pior, o intruso resolve se intrometer na sua conversa. A confusão ocorre quando as ondas eletromagnéticas vindas de dois aparelhos se sobrepõem. É que a voz, antes de ser transmitida, é transformada em um sinal elétrico que viaja em forma de onda por um fio até chegar ao outro telefone. Lá ele é convertido outra vez em som. O problema é que as ondas são mais largas do que o diâmetro do fio e, às vezes, atingem um condutor vizinho. “Quando dois fios estão muito próximos ou danificados, as ondas de ambos podem se misturar”. Aí, o sinal de um viaja pelo outro, provocando a linha cruzada.

5118 – Por que a maioridade no Brasil só acontece aos 18 anos?


Arbitrariedade. Para começo de conversa, no Brasil existem duas maioridades. A penal, quando um indivíduo pode ser punido por um crime, ocorre aos 18 anos. Mas só aos 21 o sujeito chega à maioridade civil, quando pode exercer todos os seus direitos jurídicos, como casar-se e abrir uma conta bancária – embora já se possa votar aos 16 anos. Nas sociedades indígenas, o indivíduo é considerado adulto e responsável pelos próprios atos assim que atinge o pleno desenvolvimento físico. Os xavantes, por exemplo, realizam os rituais de passagem por volta dos 15 anos. Nessa idade, meninos e meninas já estão prontos para casar-se, ter filhos e sustentar a casa. “No Ocidente a tendência sempre foi considerar o indivíduo criminalmente responsável usando a idade como critério, não a consciência de seus atos”. O marco dos 21 anos surgiu no período colonial, como parte da tradição européia. Antes dos 21, um filho não era considerado habilitado a gerir os bens da família. Mas a maioridade penal tem variado muito desde então. Em 1830 foi lançado no Brasil o Código Criminal do Império, que estabelecia os 14 anos como idade mínima para alguém ser preso. Em 1890, um outro código criminal chegou ao absurdo de classificar as crianças de 9 anos de idade como puníveis. Assustado com os exageros, o jurista Tobias Barreto propôs, no final do século XIX, que o grau de escolaridade fosse responsável pela consciência do que é certo ou errado. E a instrução básica só terminava aos 18 anos. Em 1940, o Código Penal brasileiro adotou de vez os 18 anos.

5117 – Qual é a diferença entre dólar comercial, turismo e paralelo?


A maioria das transações comerciais e financeiras no mundo é feita em dólar. A moeda americana se tornou uma espécie de idioma único dos negócios no exterior. Se o Brasil precisa importar qualquer coisa, deve trocar reais por dólares para fazê-lo. “É por isso que é necessário ter dólares em reserva no país”. O dólar comercial é usado apenas para negócios, como referência dos preços do mercado internacional. “Não se vê nem se toca nesse dinheiro”. há poucas reservas, sua cotação sobe em relação ao real. Aí fica mais caro importar, porque os empresários precisam juntar mais dinheiro para comprar um mesmo produto. É por isso que o governo adota medidas para controlar a saída de dólares. Uma delas foi a instituição do câmbio turismo, em 1991. Ele é vendido em bancos e casas de câmbio mediante identificação do comprador e é mais caro que o comercial – para conter os gastos dos brasileiros em viagens ao exterior. É a cotação que você usa para comprar passagens ou pacotes turísticos em dólar. O terceiro tipo de câmbio, como o nome indica, não é oficial: o dólar paralelo, ou black, é o mais caro de todos e é vendido sem controle, pelos chamados doleiros. Serve a quem quer guardar dólar com medo da inflação. Já foi moda no país nos tempos da hiperinflação, mas hoje tem um mercado restrito.

5116 – Como surgiram as expressões fulano, beltrano e cicrano?


Em língua portuguesa, o termo fulano quer dizer “uma pessoa qualquer”. A palavra vem do árabe fulãn, que significa “um certo”. Provavelmente se incorporou ao português durante a Idade Média. Naquele período a Península Ibérica estava sob ocupação dos árabes, que se instalaram por lá no ano 756. Eles saíram de Portugal em 1179. De Granada, no sul da Espanha, só foram expulsos em 1492. A presença muçulmana deixou sua marca nos idiomas da península. Não por acaso, a palavra “fulano” só existe em português e em espanhol. Beltrano vem do sobrenome Beltrão, ao qual foi adicionado o sufixo “ano” para rimar com fulano. Cicrano, um terceira palavra com a mesma terminação – que não significa absolutamente nada –, dá à expressão o sentido de que se trata de três indivíduos desconhecidos e diferentes. “Esse é um recurso da língua no qual as palavras são adaptadas pela rima para fazer uma brincadeira”, diz o professor de português Pasquale Cipro Neto. “A expressão ‘fulano, beltrano e cicrano’ é como ‘sem eira nem beira’, ou ‘por fora bela viola, por dentro pão bolorento’”.

5115 – Por que as baterias do celular são recarregáveis e as pilhas comuns não?


O princípio de funcionamento de toda bateria ou pilha é um troca-troca de elétrons entre dois compostos químicos que acaba por transformá-los em outras substâncias. A diferença entre as duas é que, no primeiro caso, a reação é reversível – isto é, os elementos podem voltar ao estado original. Nas pilhas comuns, a metamorfose é definitiva. As baterias de celular usam óxidos de níquel e de cádmio. O segundo tem uma tendência a arrancar elétrons do primeiro. Depois de algum tempo, tanto um quanto o outro viram substâncias diferentes, o cádmio metálico e o dióxido de níquel. Quando a energia acaba, aplicando-se uma corrente elétrica no níquel, é possível forçá-lo a devolver os elétrons ao cádmio. Aí, as duas substâncias se recompõem e ficam prontas para reagir de novo. Seria ótimo se toda pilha também pudesse ser assim. “Mas os metais usados nas baterias são caros demais”, explica um químico. As pilhas comuns são feitas com zinco metálico e dióxido de manganês, minerais mais baratos e abundantes. Só que o tipo de reação que acontece entre eles é irreversível. A única solução é jogar a pilha fora.

5114 – Por que o dente do siso aparece apenas quando nos tornamos adultos?


É uma dolorosa questão de espaço. Também chamados de terceiros molares, os dentes do siso geralmente começam a se formar aos 5 anos de idade, mas só despontam por volta dos 18 anos. Muito tarde se comparados aos outros dentes, cujos brotos surgem já durante a gestação. “A arcada dentária de um bebê não consegue abrigar mais do que quatro dentes; por isso eles não nascem todos de uma vez.” Com os quatro do siso a situação é ainda mais dramática. Entre brotar e despontar, podem levar mais de uma década. “Se não aparecerem nesse meio tempo, é porque não havia lugar”. Nesse caso, é uma dor de cabeça só. Sem espaço, eles agem como corpos estranhos, espremendo os dentes vizinhos e causando dores, inflamações e, claro, um monte de cáries. O jeito é arrancá-los.

5113 – Como são demarcadas as fronteiras de um país?


O princípio básico do estabelecimento de fronteiras deriva do antigo estatuto romano do uti possidetis, que quer dizer posse efetiva. Em bom português, todo território que um determinado povo ocupa e mantém é dele. Os limites dessa ocupação geralmente são barreiras naturais, como rios e montanhas –, daí os mapas serem sempre recortados. É o caso do Rio Iguaçu, que separa a cidade brasileira de Foz do Iguaçu da paraguaia Ciuidad del Este. Os problemas começam quando dois povos diferentes disputam a mesma região. Ou quando a população de um país se estabelece na área vizinha. Aí só há duas soluções: negociar ou partir pra ignorância. “Dois terços das guerras do mundo se devem a questões de fronteira”. Mas nem tudo termina em sangue. “Às vezes um país adquire as terras em litígio do vizinho”, o. Isso aconteceu com o Acre, que no começo do século pertencia à Bolívia, mas era ocupado por brasileiros, como vimos em um capítulo anterior. O barão do Rio Branco, na época chanceler do Brasil, propôs a compra da região disputada em 1903. O acordo incluía a construção de uma ferrovia que fosse do Rio Madeira, no Brasil, até o Rio Mamoré, na Bolívia. A Madeira – Marmoré funcionou de 1912 até 1972, quando foi desativada.

5112 – Como foi criada a fita adesiva?


Em 1925 era moda nos Estados Unidos pintar os carros com duas cores. Para marcar com perfeição os limites de cada cor e manter a velocidade do processo, os mecânicos usavam jornal velho e uma tira de gaze embebida em cola caseira – a cola comum arrancava a tinta. Naquele ano, o químico Richard Drew, da 3M Company, criou um adesivo à base de borracha que não sujava o carro nem arrancava a pintura. Ele o apresentou às oficinas mecânicas na forma de uma fita de papel especial que tinha as duas pontas embebidas no aderente. Era a primeira versão da fita crepe. Só que os pintores detestaram, pois os espaços sem cola deixavam a tinta vazar, estragando a pintura do carro. Furiosos, eles mandaram os representantes da 3M devolver o produto para o “chefe escocês” – o então presidente da companhia, William McKnight, nascido na Escócia – para pôr adesivo em toda sua superfície, não só nas beiradas. A sugestão foi bem-aceita. Naquele mesmo ano a 3M lançou no mercado a marca de adesivos Scotch (escocês, em inglês). Foi um sucesso. Cinco anos mais tarde, o mesmo Richard Drew inventou uma fita Scotch transparente, o durex, que servia para remendar páginas rasgadas de livros.

5111 – ☻ Mega Notícias – Megabyte


Dos cinco sentidos, os computadores só estimulam três: tato, audição e visão. Agora, cientistas do Instituto Weizmann, em Israel, anunciaram a criação de um sistema de codificação que agrega mais um: o olfato. Chamado de “comunicação olfativa”, o sistema deve ser comercializado em quatro anos. Os usuários terão a sensação do cheiro por meio de TV, computador e tela de cinema.
INFORMÁTICA II
O vírus “I love you”, (amor só no nome) anexado a e-mails com esse título, causou quase 3 bilhões de dólares de prejuízo em menos de 48 horas. Foram contaminados 45 milhões de computadores no planeta, provocando panes generalizadas e roubo de informações. A vulnerabilidade global da internet foi exposta.
ENGENHARIA
Professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro anunciaram que estão dominado a tecnologia para desenvolver o primeiro trem magnético brasileiro de alta velocidade. Ele levitará sobre trilhos e poderá alcançar 400 quilômetros por hora. A nova tecnologia será apresentada em junho no 16º Congresso Internacional de Levitação Magnética, no Rio de Janeiro.
Silicone Furado
O governo americano é que afirma: 67% dos implantes de silicone acabam se rompendo. Outra conclusão é que os implantes mais recentes, de silicone mais fino para dar uma aparência mais natural, são os que mais rasgam. A pesquisa utilizou uma amostragem de 344 mulheres, em todo o país, e foi feita pelo FDA, órgão que regulamenta os medicamentos nos Estados Unidos.
Café reduz Parkinson
Um estudo da Secretaria da Saúde do Estado americano do Havaí sugere que o café reduz até cinco vezes as chances de desevolver mal de Parkinson, doença degenerativa do cérebro. O neurologista Webster Ross, encarregado da pesquisa, diz que a cafeína pode vir a ser recomendada como tratamento.
Anti-depressivo emagrece
O antidepressivo Bupropion também serve para combater o excesso de peso. O psiquiatra americano Kishore Gadde, da Universidade Duke, fez uma pesquisa cuidadosa com dois grupos de mulheres que consumiam apenas 1 600 calorias por dia. O grupo que, além disso, tomou o Bupropion perdeu mais peso do que o outro. A diferença, em quilos, foi quatro vezes maior.

5110 – Aspirina – Alivia e Ataca


A eficácia da aspirina, a droga feita de ácido acetilsalicílico, que é o antitérmico e analgésico mais popular do mundo, foi descoberta por acaso. Em 1870, químicos da companhia Bayer, na Alemanha, sintetizaram o ácido salicílico para usá-lo como anti-séptico, pois dentro do organismo humano ele produz o álcool fenol, que esteriliza as bactérias. Aos poucos, entretanto, deram-se conta de que, além de combater infecções, o ácido diminuía a febre e as dores dos pacientes, embora causando forte mal-estar no estômago. Ninguém deu importância ao fato até outra coincidência acontecer. Em Munique, o químico da Bayer Felix Hoffmann (1868-1946), que estava aflito com as dores reumáticas do pai, prestou atenção e resolveu pesquisar. Viu que, agregando a substância acetil, facilitadora da ação do ácido, eliminava a febre e as dores mais rapidamente e diminuía os efeitos colaterais. Com o acetil, seu pai melhorou da noite para o dia. Em 1899, Hoffmann registrou em seu diário a fórmula pura da aspirina. Ela alivia dores de cabeça e febres até hoje.
Mas cuidado, um efeito colateral no estômago pode ser devastador para alguns indivíduos.