4920 – Budismo – Buda em Sampa?


Existe um pequeno tesouro no bairro de V. Mariana em São Paulo. Uma construção que poderia estar localizada em alguma montanha no Tibete. Um local cheio de mistérios. Na entrada, um portão de ferro junto a calçada e no interior, um prédio exótico. A entrada é voltada para os fundos segundo a tradição. Há imagens de Buda e outros mestres trazidas da China e objetos decorativos, como sinos e incensários. No peito de Buda, uma suástica, que era usada muito antes de ser símbolo nazista, que representa manifestações da energia cósmica. Nas cerimônias, os mantras e orações são traduzidos para o Português. A melhor conduta é deixar os sapatos num armário próximo da entrada.
A acanhada entrada do templo budista chinês Tzong Kwan, inaugurado há oito anos na Vila Mariana, disfarça a grandiosidade da construção de três andares. No último, está o salão com um altar decorado por imagens de Buda e de outros mestres em madeira. É ali que acontecem as cerimônias, aos domingos às 9h, com direito a cantos e duração de 2h30.
O templo fica na Rua Rio Grande, 498
F: 5084-0363