3871 – Música – A Diva Melissa Manchester


Melissa Manchester (nascida em 15 de fevereiro de 1951) é uma cantora, compositora e atriz americana. Início na década de 1970, ela gravou músicas do gênero adulto contemporâneo e baladas românticas. Ela também apareceu como atriz na televisão , em filmes. Manchester nasceu no Bronx , um bairro de Nova York , em uma família musical de etnia de judeus. Seu pai era um fagotista para o New York Metropolitan Opera . Manchester começou a carreira cantando em uma idade adiantada, aprendendo o piano, e cravo na Manhattan School of Music and Arts. Ela estudou composição na Universidade de Nova York com Paul Simon . Manchester, em seguida, apareceu na cena do clube de Manhattan, onde foi descoberto por Barry Manilow e Bette Midler , que a levou a como uma de suas backing vocals, o Harlettes em 1971.
Manchester fez uma aparição breve como falar ” Yoko Ono “no álbum de 1972 National Lampoon Jantar Radio , na faixa intitulada “Tour Misery mágicos”, ea cantora de fundo em ” Deteriorata “.Em 1982, Melissa marcou o seu maior sucesso, ” Você deve ouvir How She Talks About You “, que ganhou um Grammy de Melhor Performance Vocal Feminina e alcançou a posição # 5 na Billboard charts. Surpreendentemente, foi seu hit Pop última Top 40, mas o Manchester continuou a colocar singles nas paradas Adult Contemporary longo dos anos 1980. Sua última entrada top 10 no gráfico AC foi uma atualização de 1989 Dionne Warwick “‘s Walk On By “. O single foi retirado do álbum “Tribute”, que homenageou alguns dos cantores que influenciaram seu estilo.
Voltou na primavera de 2004, após 10 anos.

3870 – Clássicos do Terror – O Monstro da Lagoa Negra


É um personagem de cinema americano surgido em filme preto e branco de 1954 chamado Creature from the Black Lagoon e lançado com efeitos 3-D, dirigido por Jack Arnold com roteiro de Harry Essex, Arthur A. Ross e Maurice Zimm, e que recebeu duas sequências: Revenge of the Creature (1955) e The Creature Walks Among Us (1956). O monstro é anfíbio e embora seu habitat natural seja aquático ele consegue respirar e caminhar na superfície. A aparência associa-o a uma espécie de homem-peixe, com pele escamosa, guelras e membranas como nadadeiras nas mãos e pés.
Ricou Browning é o Monstro nas cenas subaquáticas dos três filmes. Ben Chapman interpretou o Monstro em terra no primeiro filme. Tom Hennesy fez o mesmo no segundo e Don Megowan no terceiro. O Monstro da Lagoa Negra se tornou uma figura popular do cinema e aparece em diversas outras produções, inclusive uma participação na série The Munsters, no filme The Monster Squad e no musical de teatro Creature from the Black Lagoon- The Musical.
De acordo com o produtor William Alland, a ideia para o filme foi originalmente trazida por um diretor brasileiro que ele encontrara na casa de Orson Welles. O homem falara de um amigo que tinha desaparecido no Amazonas ao realizar filmagens para um documentário sobre rumores da existência de um povo-peixe no lugar.
O Monstro da Lagoa Negra é anfíbio, capaz de respirar dentro e fora d’água. No primeiro filme ele se mostra vulnerável a rotenona, um composto químico usado como pesticida. Ele possui uma força bem superior à humana, característica diminuída no segundo e terceiro filmes. Suas mãos são grandes e com garras, além das membranas entre os dedos. A pele do Monstro é bastante resistente além de um fator de cura que lhe permite se recuperar de ferimentos que seriam fatais para qualquer homem, mesmo os causados por tiros. Foi dito no terceiro filme que o Monstro possui pulmões, ativados quando suas brânquias são machucadas. O Monstro demonstra sofrer de uma fotofobia, adquirida pela permanência em aguas escuras do seu habitat. 35% do sangue do Monstro é composto de glóbulos brancos.
O Monstro dos filmes
Creature from the Black Lagoon
É o último sobrevivente de uma espécie de humanóides anfíbios que viveram na Era Devoniana. Habitava uma remota e desconhecida lagoa localizada numa parte inexplorada da Floresta Amazônica. A criatura aparentemente era conhecida dos nativos pois o capitão do barco Rita, usado pelos pesquisadores, menciona uma lenda local sobre os “homens-peixe”.
Após serem encontrados restos fossilizados de outra criatura da mesma espécie, um instituto de biologia marinha financia uma expedição ao Amazonas para pesquisar por mais rastros. O Monstro reage violentamente a invasão dos seus domínios, ao mesmo tempo que desenvolve atração por Kay, a única mulher presente na viagem exploratória. Ele tenta repetidamente raptá-la e constrói um dique para impedir o barco de escapar, além de matar vários membros da expedição. A criatura leva Kay para seu lar submerso, mas um dos sobreviventes consegue salvar a garota e atingir e aparentemente matar o Monstro com vários tiros.
Revenge of the Creature
É revelado que o Monstro sobreviveu mas acaba capturado e levado para um Aquário na Flórida, onde é estudado por cientistas. É tentada uma comunicação com a criatura mas ela consegue escapar e tenta fugir para o oceano. Mas se atrasa ao raptar uma mulher estudante por quem nutria afeição. Ele novamente é ferido à bala mas consegue mergulhar e desaparecer no mar.
The Creature Walks Among Us
O Monstro sobrevive aos tiros mas é encontrado num rio da Flórida e acidentalmente é novamente ferido. Seus captores percebem que ele está a sufocar, com suas brânquias não funcionando mais. Os raios X mostram que o Monstro desenvolveu pulmões e então realizam uma traqueotomia para desobstruir a passagem do ar. Com isso o monstro começa a respirar como os animais da superfície. Ele é vestido com roupas e fica sob a custódia do Estado da Califórnia, que o mantém aprisionado por cercas elétricas. O Monstro uma vez mais consegue fugir para o oceano mas ali ele se afoga.
Refilmagem
O produtor Gary Ross disse em março de 2007 que a origem do Monstro será reformulada. Ele será um mutante resultado da poluição industrial causada na Amazônia por uma corporação farmacêutica.
Novelização de Creature from the Black Lagoon
Em livro de 1977 de Carl Dreadstone que novelizou o filme, a origem da criatura é completamente alterada. O Monstro é um gigante hermafrodita e pesa cerca de 30 toneladas, quase tão grande quanto o barco Rita. Ele possui tanto sangue quente como frio e uma cauda que usa como um chicote. É apelidado pelos exploradores de “AA”, sigla para “Anfíbio Avançado (ou Evoluído)”. Após massacrar vários membros da expedição, destruir um helicóptero Sikorsky e raptar Kay uma vez mais, o Monstro é morto pelos membros de um navio-torpedeiro da Marinha Americana.
O Monstro da Lagoa Negra era um membro degenerado de sua espécie, descendente de um ser que explorava os fundos dos mares e foi contaminado por bactérias primitivas. Isso o tornou deformado e insano, contaminando outros com a doença até que só restaria um único sobrevivente, o exemplar que aparece no filme original.
O Monstro reaparece em The Monster Squad, sem demonstrar maior interesse pelas mulheres humanas como seus antecessores. Após quebrar os pescoços de vários policiais, o Monstro é morto a tiros de rifle disparado por Horace, o garoto gordo da equipe dos Monster Squad. A aparência do Monstro sofreu uma variação dada pelo artista Stan Winston, devido a problemas autorais para se usar a imagem original. A roupa foi vestida por Tom Woodruff, Jr. que depois trabalharia na série cinematográfica Alien.

3869 – Mundo Animal – A Beluga


A dócil beluga pode ser facilmente domesticada

A baleia-branca ou beluga (Delphinapterus leucas) é um mamífero cetáceo da família Monodontidae. O seu parente mais próximo no grupo dos cetáceos é o narval. A baleia branca habita as águas frias em torno do círculo polar ártico.
São caçadores oportunistas, e comem uma grande variedade de peixes, lulas, crustáceos e polvos.
A baleia-branca é um animal gregário que mede até 5 metros de comprimento e pesa até 1,5 toneladas. Tem entre 8 a 10 dentes em cada maxilar.
Esse belo exemplar de animal é capaz de conviver com humanos e mesmo assimilar seus hábitos se adotado ainda filhote.
A beluga foi descrita pela primeira vez pelo zoólogo Peter Simon Pallas em 1776. É considerada um membro da família taxonômica Monodontidae, junto com o narval. O seu ancestral mais antigo conhecido é a hoje extinta Denebola , do final do Mioceno. Um único fóssil dessa espécie foi encontrado na península da Baixa Califórnia, indicando que esta família antes habitava águas mais quentes. O esqueleto indicou também que o tamanho das belugas variava conforme o tamanho da crosta de gelo do planeta—aumentando durante as eras glaciais, e diminuindo nos períodos seguintes.
O Livro Vermelho das Espécies Ameaçadas considera tanto o nome baleia branca como beluga como nomes desta espécie. Esta baleia também é chamada canário do mar (em inglês, sea canary) por causa de seus assobios e cantos.

3868 – Sociedade – O Boca Suja


O ser humano se direrencia das outras espécies. Dispomos de palavras humilhantes, que equivalem a projéteis sonoros. É isso que nos diferencia das outras espécies. Os outros animais só podem manifestar sua ira e seu repúdio com agressões físicas como o coice e a dentada. Os símios, mais evoluídos, já fazem caretas, uivam e guincham com escárnio. O macaco bugio, ao jogar excremento fresco sobre seu desafeto, é o que mais perto chega do homem, pois nele já percebemos aquela intenção simbólica que caracteriza o insulto. Para a espécie humana, no entanto, o verdadeiro insulto nasceu quando nosso bisavô troglodita deixou cair o porrete e a pedra que trazia nas mãos e experimentou atingir seu oponente com alguma palavra bem cabeluda, vendo, com satisfação, que isso deixava o ouvinte furioso e, muitas vezes, mais abatido do que se tivesse levado uma porretada. Estava aberto o campo para a experimentação.
Idiota
Quase cinco séculos antes de Cristo, o estadista e general grego Péricles (495–429 a.C.) classificou de idiotes (de idios: “separado”, “privado”) os cidadãos que se ocupavam exclusivamente com seus assuntos particulares e não se envolviam com os problemas de Atenas. A participação nas decisões coletivas era a essência da democracia ateniense. Os que desertavam desse dever cívico eram, muito naturalmente, olhados com desprezo e o vocábulo logo passou a ser usado como insulto. Além de designar os maus cidadãos, idiotes terminou englobando também a idéia de alienação do mundo concreto e real. Quando chegou a Roma, que trataria de difundi-lo pela Europa, o termo “idiota” já estava ligado, como hoje, à ignorância ou à debilidade mental.

Imbecil
No sentido original que tinha no latim, o vocábulo imbecillis significava “fraco”, “frágil”. A decisão de um juiz, o estado de espírito de um governante, uma mulher, uma criança pequena, a saúde de um cidadão – tudo isso poderia ser qualificado de imbecil, nesse sentido primitivo do termo. Até mesmo a terra estéril, sem força, podia ser imbecil. Pouco a pouco, a partir do século XVI, a palavra vai-se limitando a indicar a “fraqueza da inteligência”, embora Molière, em Escola de Mulheres (1662), ainda use o termo com o antigo significado de fraqueza: “Nada há de mais fraco ou imbecil”, diz ele das mulheres, e não é à sua inteligência que ele está se referindo, mas à suposta fragilidade do sexo feminino.

Cretino
Veio de “cristão”. Em certos vales isolados dos Alpes suíços, na Idade Média, a ausência de iodo na comida fez surgir muitos indivíduos deformados, com inteligência reduzida, quase anões, mirrados, pálidos e com a pele murcha. Para que a população os tratasse com compaixão, os padres da região lembravam que essas infelizes criaturas também eram filhos de Deus, eram “cristãos” – em francês, chrétien; no dialeto da região, cretin. A partir do século XIX, tornou-se uma das formas preferidas de insultar a inteligência alheia.

Canalha
O insulto preferido de Nelson Rodrigues veio do italiano canaglia, literalmente “cachorrada” (de cane, “cão”) e designava, no seu sentido primitivo, a plebe, a ralé – aquilo que o Quico, do seriado de TV Chaves, chama de “gentalha”. Hoje o termo perdeu o seu valor coletivo e passou a ser um insulto individual, tendo adquirido o sentido de “sujeito vil, traiçoeiro, sem princípios e sem caráter”.

Boçal
Na América Espanhola e no Brasil, assim era chamado o escravo recém-chegado da África que só falava sua língua nativa. Como não entendia (ou fingia não entender) o português, era menor o seu valor como mercadoria no nefando comércio de escravos, já que não podia ser instruído em ofícios ou atividades mais complexas. Alguns dicionários registram o uso do termo também com relação a animais não adestrados. Desse sentido inicial passou a ser um dos insultos mais pesados da nossa língua, significando “ignorante”, “estúpido”.

Besta
Os animais de carga constituem uma fonte abundante de palavras insultuosas. Para chamar alguém de grosseiro ou ignorante, acrescentando aquele toque ofensivo indispensável ao bom insulto, servem tanto os genéricos (besta, quadrúpede, cavalgadura), quanto os mais específicos (asno, burro, mula, jerico, jumento, cavalo). Se alguns desses vocábulos terminaram perdendo sua força agressiva pelo uso continuado, nosso idioma deu-nos várias maneiras de recuperar seu vigor inicial: “besta quadrada”, “pedaço de asno”, “besta galega”.

Otário
Consta que esse termo nos veio através do lunfardo (a língua da malandragem de Buenos Aires). É mais um insulto extraído do mundo animal: os otários são os lobos e os leões-marinhos, primos da morsa, da foca e do elefante-marinho. Como todos os seus parentes, são animais pouco ágeis, extremamente lentos, com uma inegável aparência de tolos – daí o seu aproveitamento como ofensa.

3867 – Acredite se Quiser – Em Taiwan, governo oferece ouro a quem recolher cocô dos cães na rua


Uma barra de ouro por um pouco de cocô: essa é a aposta do governo da cidade de Nova Taipé, no norte do Taiwan, para incentivar os moradores a recolher as fezes de seus cães, que andam emporcalhando as ruas da cidade.
Isso porque, apesar das campanhas públicas de conscientização, os taiwaneses parecem resistir a adquirir esse hábito, quando saem para passear com seus bichinhos de estimação, transformando o cocô dos animais em um dos maiores problemas da cidade. Diante da situação, o governo resolveu adotar uma nova medida: a partir de 10 de agosto, quem apresentar, às equipes de limpeza do governo, as fezes do seu cachorro poderá ganhar até US$ 2.100.
O “bom cidadão” receberá um tíquete, que dá a ele o direito de participar de um sorteio que premiará três moradores da cidade com barras de ouro avaliadas em US$ 420, US$ 630 e US$ 2.100. O número de tíquetes por pessoa é ilimitado – ou seja, a cada passeio com o cachorro, as chances de ganhar aumentam – e o resultado do sorteio será divulgado em outubro.
O governo, que não revelou o que fará com as fezes dos cães – uma ideia é utilizá-las para gerar energia em praças e parques.
Ainda pretende lançar outra ação – que também envolve dinheiro! – para combater o excesso de cocô nas ruas de Nova Taipé: recompensar os cidadãos que tirarem fotos daqueles que não limparam a sujeira dos seus animais e as enviarem às autoridades, com o endereço do local.
O que você acha da postura do governo do Taiwan? Oferecer prêmios àqueles que adotarem bons hábitos é uma boa forma de conscientização?
Uma boa idéia, só que o ouro deveria ser dado sem sorteio.

3866 – Mega Memória Infantil – Os Brasinhas do Espaço


Os Brasinhas do espaço (Space Kidettes (em inglês) é um desenho produzido pela Hanna-Barbera. Estreou em 1966 e passava junto com O jovem Sansão.
É a história de quatro crianças, 3 meninos e 1 menina e de seu cachorro. São uma espécie de escoteiros espaciais, que viajam numa nave espacial bem pequena. Eles sempre vão atrás de aventuras e são perseguidos pelo vilão Capitão Gancho, que quer roubar um mapa do tesouro que os Brasinhas possuem. O ajudante do Capitão Gancho sempre quer fervê-los em azeite lunar, mas o Capitão fica bravo com ele, dizendo que são apenas crianças. Uma crítica à violência infantil.
Escoteiro: líder da turma
Jenny: a única menina
Sábio: o mais inteligente
Xereta: o caçula
Estrelinha: cachorro
Capitão Gancho: vilão da história, em busca do mapa do tesouro que os Brasinhas possuem.
Estática: ajudante baixinho do Capitão Gancho.

3865 – Cinema – O Escondido


Cartaz do Filme

Sinopse
Nas ruas de Los Angeles, um terrível assassino está fazendo uma verdadeira trilha de sangue inocente. A polícia ainda não tem pistas de quem este monstro possa ser – mas precisa detê-lo antes que ele faça a sua próxima vítima. Para encontrar o matador, é então designado o eficiente policial Beck (Michael Nouri, de “O Terminal”) – que, ao lado do agente do FBI Gallagher (Kyle MacLachlam, da série “Sex and the City”), acaba descobrindo que a ameaça é ainda mais terrível do que eles imaginavam. Na verdade, trata-se de um alienígena disposto a tudo em busca do poder e que mata para trocar de corpo sempre que necessita de um novo hospedeiro. Ele pode estar em qualquer lugar. E pode ser qualquer um de nós. Fique atento…porque a caçada vai começar! Muita adrenalina nesta explosiva mistura de ação e ficção científica!

3864 – Grandes Nomes do Esporte – Carl Lews


Um grande medalhista olímpico

Willian Frederick Carlton ‘Carl’ Lewis (Birmingham, 1 de julho de 1961), é um ex-atleta dos Estados Unidos que ganhou dez medalhas olímpicas, nove das quais de ouro, e dez medalhas nos campeonatos mundiais de atletismo, oito das quais de ouro, em uma carreira que se estendeu de 1979, quando ele alcançou uma posição na classificação mundial, até 1996, quando ele ganhou seu último título olímpico e subsequentemente se retirou das pistas. Três medalhas de ouro aos 35 anos.
Lewis foi um velocista que liderou o ranking mundial nos 100m e 200m metros rasos, e eventos de salto em distância com frequência, de 1981 a início de 1990, foi nomeada Atleta do Ano pela Track and Field News, em 1982, 1983 e 1984, e estabeleceu recordes mundiais nos 100m, 4 por 100 metros, e 4 por 200 metros. Suas 65 vitórias no salto em distância durante de 10 anos consecutivos são um dos maiores períodos de invencibilidade do atletismo mundial.
Carl Lewis foi recordista mundial dos 100 metros entre 1987 e 1994 (somente tendo perdido o recorde para Leroy Burell entre junho e agosto de 1991). Numa prova lendária de salto em comprimento contra Mike Powell em 1991, chegou a fazer a marca de 8,91m, que não valeria como recorde mundial apenas por causa do vento acima de 2,0 m/s (logo depois deste salto, Mike Powell bateu o recorde mundial com 8,95m.
Controvérsia e Caso de Doping
Em 2003, o jornal “The Orange Register” noticiou que Carl Lewis não poderia ter disputado a Olimpíada de Seul, em 1988, pois teria sido flagrado no antidoping numa seletiva dois meses antes. Seu exame apontou um estimulante achado em antigripais, proibido pelo Comitê Olímpico Internacional. O jornal publicou uma carta em que Lewis recebeu só uma advertência do Comitê Americano (USOC). O caso, normalmente, seria passível de cancelamento da marca obtida pelo atleta e julgamento para suspensão. O vencedor da prova dos 100 metros rasos já havia sido pego no teste antidoping, com a medalha indo para Carl Lewis. Se ele fosse suspenso, esse seria o maior escandâlo de doping da história. Documentos divulgados por Wade Exum, diretor de Controle Antidoping do Comitê Olímpico dos EUA entre 1991 e 2000, reforçaram suspeitas de que o USOC encobriu mais de 100 casos de doping em dez anos. Nas eliminatórias para Seul, a entidade teria ocultado testes positivos de Joe DeLoach e Andre Phillips.

3863 – Música – The Three Degress


Grupo musical the Three Degrees começaram em 1963 na Filadélfia, . Foram descobertos pelo produtor e compositor Richard Barrett. A formação original era Fayette Pickney, Porter de Shirley, e Linda Turner. Barrett gravou um single Gee Baby (I’m Sorry).” Em 1963, Linda Turner e o Porter de Shirley deixaram o grupo e foram substituídos por Helen Scott e por Janet Jones. Em 1970 elas assinam contrato com a Roulette Records, The Three Degrees lançam o primeiro álbum solo “Maybe” com R&B no verão 1970. O grupo teve uma participação em 1971 no clássico filme The French Connection estrelando Gene Hackman . Em seguida The Three Degrees ficou em primeiro lugar com o single “Dirty Ol’ Man” uma batida disco. The Three Degrees foram convidadas para fazer vocals na trilha tema de um programa de TV “TSOP (the sound oh Philadelphia)” por MFSB que caracteriza The Three Degrees que bate recordes de vendas e o número 1 no R&B por duas semanas durante a primavera de 1974.
O grupo sempre foi um trio que tem havido uma série de mudanças de pessoal, e um total de doze mulheres têm representado o grupo até o momento. Os membros originais foram Fayette Pinkney , Shirley Porter e Linda Turner, embora seu line-up mais bem sucedidas incluíram Sheila Ferguson , Valerie férias e Helen Scott.

3862 – De Olho no Mapa – A Noruega


Noruega no globo

O Reino da Noruega, é um país nórdico da Europa setentrional que ocupa a parte ocidental da Península Escandinava, a ilha de Jan Mayen e o arquipélago ártico de Svalbard, através do Tratado de Svalbard. A parte continental do país divide fronteira a leste com a Suécia, ao sul com a Finlândia e a leste com a Rússia. O Reino Unido e as Ilhas Faroe estão a oeste, através do Mar do Norte, a Islândia e a Groenlândia estão a oeste, através do mar da Noruega, e a Dinamarca fica próxima ao extremo sul do país, através do estreito de Skagerrak. A Ilha Bouvet e a Ilha de Pedro I são territórios dependentes (norueguês: Biland) da Noruega, mas não são considerados parte do Reino. A Noruega também reivindica uma parte da Antártida conhecida como Terra da Rainha Maud, uma reivindicação que foi reconhecida pela Austrália, França, Nova Zelândia e Reino Unido.
A Noruega mantém o modelo social escandinavo baseado na saúde universal, no ensino superior subsidiado e em um regime abrangente de previdência social. A Noruega foi classificada como o melhor país do mundo em desenvolvimento humano em todos os relatórios desde 2001 (com dados referentes entre 1999 e 2010).
Em 2009, o país foi novamente classificado pela ONU como o melhor país do mundo para se viver. A Noruega também foi avaliada como o país mais pacífico do mundo em uma pesquisa realizada em 2007 pelo Índice Global da Paz.
Apesar de ter rejeitado a adesão à União Europeia em dois referendos, a Noruega mantém laços estreitos com a UE e com seus países membros, bem como com os Estados Unidos. O país é considerado um participante de destaque na diplomacia e na cooperação internacional, tendo sido profundamente envolvido nos fracassados Acordos de Oslo e nas negociações de uma trégua entre o governo do Sri Lanka e os Tigres Tamil. A Noruega continua a ser um dos maiores contribuintes financeiros da Organização das Nações Unidas. A Noruega é frequentemente associada aos povos Vikings; tanto que um rei viquingue, Haroldo Cabelo Belo, unificou a nação norueguesa num só reino, em meados do século IX e século X. Os vikings ajudaram a colocar a Noruega no mapa cerca de um século mais tarde. A Era Viking foi um período importante para a formação da cultura norueguesa e mitologia nórdica, nessa época os noruegueses conquistam a Groenlândia e a Islândia, fundam cidades na Grã-Bretanha e Irlanda (entre elas a capital, Dublin), e navegam até a costa canadense, sendo os primeiros europeus a pisarem na América.
Com a Baixa Idade Média, toda a Europa foi testemunha de um enorme crescimento populacional – até o momento em que a Peste Negra ataca o continente e diminui a sua população para cerca de um terço. Com isso, a Noruega não foi capaz de viver uma virada positiva a nível económico. Enfraquecida, entra sob domínio da Dinamarca e foi subordinada a essa até o fim das Guerras Napoleônicas, quando a conquista sueca sobre os dinamarqueses faz com que a Noruega entre em união pessoal com a Suécia.
A maioria dos noruegueses são de origem norueguesa, um povo germânico setentrional.
O povo Sami tradicionalmente habita as regiões central e norte da Noruega e da Suécia, bem como no norte da Finlândia e da Rússia, na península de Kola. Outra minoria nacional são o povo Kven, que são descendentes de povos de língua finlandesa, que se mudaram para o norte da Noruega entre os séculos XVIII para o século XX. Tanto os povos Sami e Kven foram submetidos a uma forte política de assimilação pelo governo norueguês do século XIX até os anos 1970.
Os noruegueses possuem o segundo maior PIB per capita nominal (depois de Luxemburgo) e o terceiro maior PIB (PPC) per capita do mundo. A Noruega também manteve o primeiro lugar entre todos os países do mundo no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) por seis anos consecutivos (2001-2006), e depois recuperou essa posição em 2009.
A economia norueguesa é um exemplo de uma economia mista, um estado de bem-estar social capitalista próspero, com uma combinação de atividades de mercado livre e de grandes propriedades estatais em determinados setores-chave. O Estado tem grandes posições acionistas nos principais setores industriais, tais como no estratégico setor de petróleo (Statoil), na produção de energia hidrelétrica (Statkraft), na produção de alumínio (Norsk Hydro), no maior banco norueguês (DnB NOR), e em telecomunicações (Telenor) . Através dessas grandes empresas, o governo controla aproximadamente 30% dos valores das ações na Bolsa de Valores de Oslo. Quando as empresas não cotadas na bolsa estão incluídas, o Estado tem participação ainda maior na propriedade (principalmente da participação direta em licenças de petróleo). A Noruega é uma nação voltada, principalmente, para a navegação e tem a 6ª maior frota mercante mundial, com 1.412 embarcações mercantes de propriedade norueguesa.
A produção de petróleo tem sido um importante setor da economia norueguesa desde os anos 1970.
Nas duas primeiras décadas após a Segunda Guerra Mundial, o país experimentou um rápido crescimento econômico devido ao transporte marítimo, a marinha mercante norueguesa e pela industrialização doméstica, já a partir da década de 1970 o crescimento foi resultado da descoberta de grandes jazidas de petróleo no mar do Norte e no Mar da Noruega. Hoje o país é classificado como o mais rico do mundo. O ensino superior na Noruega é oferecido por uma série de sete universidades, cinco faculdades especializadas, 25 faculdades, bem como uma série de faculdades particulares. A educação segue a Declaração de Bolonha envolvendo os graus de Licenciatura (3 anos), Mestrado (2 anos) e Doutorado (3 anos). Em agosto de 2009 o fundo de riqueza soberana da nação anunciou que possuía cerca de 1% de todas as ações de bolsas de valores do mundo, provavelmente referindo-se a ações negociadas publicamente. A Noruega é o sétimo maior exportador de petróleo do mundo e a indústria do petróleo representa cerca de um quarto do PIB do país. Depois da crise econômica de 2008-2009, os banqueiros têm considerado a coroa norueguesa com uma das mais sólidas moedas do mundo.

Oslo, a capital

3861 – Mega Byte – Como a lei encara ofensas pela internet?


Existem leis específicas para crimes contra a honra cometidos pela internet?
Não. Ofensas feitas na rede são encaradas pela Justiça brasileira à luz dos mesmos artigos do Código Penal que se referem a comentários feitos em qualquer outro espaço.

Usuários anônimos destilam comentários raivosos na internet
Internet pode ser agravante para crimes contra a honra
Suposto anonimato estimula mostras de repúdio, diz psicóloga
Sistema de comentários do Facebook afugenta ‘trolls’
O fato de a ofensa ter sido feito pela internet pode agravar a pena?
Sim. Um inciso do capítulo do Código Penal sobre crimes contra a honra diz que as penas aumentam em um terço “na presença de várias pessoas, ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, da difamação ou da injúria”, como é o caso da internet.

Declarações feitas de forma anônima podem redundar em processos?
Sim. Ocultar o nome na internet não garante o anonimato perante a Justiça. Com os dados do IP da máquina de onde partiu a ofensa, fornecidos pelo provedor da conexão, é possível localizar o autor de um comentário.

O provedor da conexão é obrigado a fornecer dados de IP do autor da ofensa?
Sob ordem judicial, sim. No entanto, não há nenhuma lei no Brasil que determine um tempo mínimo durante o qual os provedores são obrigados a guardar os dados de conexão de seus usuários.

3860 – Cinema – Apollo 18 – A Missão Proibida


Título original: Apollo 18
Duração: 88 minutos (1 hora e 28 minutos)
Gênero: Ficção Científica
Direção: Gonzalo López-Gallego
Ano: 2011
País de origem: EUA
Oficialmente, a Apollo 17, lançada em 17 de dezembro de 1972, foi a última missão à Lua divulgada. Mas, um ano depois, dois astronautas americanos foram enviados para lá em uma missão secreta, financiada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos. O que você está prestes a ver são imagens reais que eles fizeram durante a missão Apollo 18. Enquanto a NASA nega a sua autenticidade, outros acreditam que essa foi a verdadeira razão para o Homem nunca ter voltado à Lua.

3859 – Bioquímica – A Acetilcoenzima


É uma coenzima que desempenha um papel fundamental nometabolismo celular dos glicídios ou carboidratos, dos lipídios e de certos protídeos.
A acetilcoenzima A (Acetil-CoA) é um composto intermediário chave no metabolismo celular, constituido de um grupo acetilo, de dois carbonos, unidos de maneira covalente a coenzima A.
A acetilcoenzima A provém do metabolismo dos carboidratos e dos lipídios, e, em menor proporção, do metabolismo das proteínas, as quais, assim como os aminoácidos, podem alimentar o ciclo em outros locais diferentes que os do acetil.
É uma fonte de energia, desempenhando um importante papel na síntese e oxidação dos ácidos gordos. A sua formação constitui uma das etapas da respiração aeróbia e ocorre na matriz mitocondrial. Esta fase pode ser representada da seguinte forma:
2 Ácido pirúvico + 2 NAD+ + 2 CoA → 2 Acetil-CoA + 2 CO2 + 2 NADH + 2H+
A actil-CoA forma-se a partir do ácido pirúvico produzido na glicólise. O ácido pirúvico passa por uma descarboxilação, com libertação de CO2 (dióxido de carbono), e por uma oxidação, com libertação de hidrogénio, formando a acetil-CoA por associação à CoA (coenzima A). O hidrogénio produzido é utilizado para reduzir uma molécula de NAD+ (dinucleótido de nicotinamida e adenina), formando-se NADH e H+ (ião hidrogénio).
Por cada molécula de glicose, que dá origem a duas moléculas de ácido pirúvico, produzem-se duas moléculas de acetil-CoA, duas moléculas de CO2, duas moléculas de NADH e duas moléculas de H+.
A acetil-CoA intervém na etapa seguinte da respiração aeróbia, designada por ciclo de Krebs.

3858 – Farmacologia – A Acetazolamida


Diurético potente derivado do sulfamidotiazol. Diminui também a pressão intraocular, onde seu emprego no tratamento do glaucoma.
Os diuréticos são substâncias muito perigosas, podem causar diversos problemas a sua saúde se você não consultar um médico antes de usar. Conheça os principais efeitos do Acetazolamida.

Efeitos colaterais do Acetazolamida:

– Aumento da glicose no sangue;
– diminuição do potássio no sangue;
– erupção na pele;
– falta de apetite;
– náusea;
– vômito;
– sonolência;
– parestesia.

O Acetazolamida apresenta esses principais efeitos colaterais, mas que podem ser evitados se o diurético for administrado de forma correta, basta saber a maneira certa de usar. E caso senta algum sintoma grave, você deve suspender o uso do medicamento na mesma hora.

Contra indicações do Acetazolamida:

– Gravidez risco C;
– amamentação;
– acidose hiperclorêmica;
– baixo nível de sódio ou potássio;
– insuficiência hepática;
– insuficiência renal.

Assim como efeitos colaterais, o produto apresenta contra indicações que devem ser observadas para não trazer prejuízos futuramente. Leia com atenção e faça o uso correto do diurético Acetazolamida para que você não se arrependa de ter usado-o futuramente.
Acetazolamida, popularizado com o nome comercial de DIAMOX, é um diurético que atua inibindo a enzima anidrase carbônica presente no túbulo proximal do nefro.
Inibe a anidrase carbônica, reduzindo a concentração de hidrogênio na medula renal e, consequentemente, evitando a reabsorção de sódio. Isso ocorre devido a um trocador de hidrogênio por sódio encontrado no túbulo proximal do nefro. A enzima anidrase carbônica atua convertendo o ácido carbônico (H2CO3)em H+ e HCO3-, portanto sua inibição reduz a concentração de ambos. Conduz à excreção de K+ e água (diurético).
São diuréticos relativamente fracos. Exercem efeito em 30 minutos com uma meia-vida de 13 horas.
Indicações
Glaucoma, aumento da pressão do LCR (líquido cefalorraquidiano)
Prevenir má disposição pelo aumento de altitude
diminui o humor aquoso
Contra-indicações
Cirrose

3857 – Química – O Acetato


Os férricos e os de alumínio são empregados como corante. Entre os éteres, a acetilcelulose é usada em odontologia, para conter materiais nas cavidades dentárias, ou em coroas.
O termo acetato também se refere ao disco de acetato usado para a produção de registros de áudio como também ao acetato de celulose, uma fibra especial e seus derivados do qual é feito as chapas de raio x.
Os acetatos podem ser encontrados em muitos produtos.
Historicamente, antes da descoberta do actínio, a abreviatura do íon acetato era “Ac”. Por exemplo, a fórmula do acetado de sódio era formulado como “NaAc”. Para evitar esta confusão prefere-se formular o acetato de sódio como “CH3COONa” ou “NaC2H3O2”.
Acetato de Benzila
Acetato de sódio
Acetato de potássio
Acetato de alumínio
Acetato de chumbo
Acetato de cobre
Acetato férrico
Acetato de etila
Acetato de amila
Acetato de celulose
Na nomenclatura dos sais orgânicos utiliza-se o termo acetato ou etanoato e o nome do metal ligado a ele. Exemplo:
[CH3COO]- [Na] +
Acetato de sódio ou etanoato de sódio
Na nomenclatura dos ésteres utiliza-se o termo acetato ou etanoato e o nome do radical ligado a ele. Exemplo:
CH3COO – CH3
Acetato de metila ou etanoato de metila

3856 – Astronomia – 𶐎 Megatabelinha


Quais as estrelas mais próximas?
1ª – Próxima de Centauri
2ª – Alfa Centauri
3ª – Bernard
4ª – Wolf 359
5ª – BD + 36° 2147
6ª – Sírius
7ª – L 728
8ª – Ross 154
9ª – Ross 248
10ª – Episilon Eridani

E as mais brilhantes?
1ª – Sírius Alfa
2ª – Canopus Alfa
3ª -Arcturus Alfa
4ª – Vega
5ª – Capella
6ª – Rigel B
7ª – Alfa centauri ( magnitude combinada da Alfa A e B)
8ª – Procyon
9ª – Achenar
10ª – Hadar

E as galáxias?
1ª -Via Láctea
2ª – Grande Nuvem de Magalhães
3ª – Pequena Nuvem de Magalhães
4ª – Andrômeda M 31
5ª – M32
6ª – NGC 205
7ª – Triângulo – M33
8ª – NGC 147
9ª – NGC 185
10ª – IC 1613
Veja qual a maior estrela conhecida: