2981 – Empresa diz que enviará o 1º homem a Marte dentro de 10 anos


Empresa diz que enviará o 1º homem a Marte dentro de 10 anos
O presidente das empresas Tesla Motors e SpaceX, Elon Musk, afirma que enviará o primeiro homem a Marte no prazo de dez anos, em sua melhor estimativa.
Na pior, o feito levaria um prazo maior, entre 15 e 20 anos –o presidente norte-americano, Barack Obama, espera a primeira nave tripulada orbite o planeta vermelho em meados de 2030.
Musk, que também é um dos cofundadores do sistema de pagamento PayPal, está desde 2002 à frente da SpaceX, que desenvolve espaçonaves e tem em seu currículo o lançamento com êxito de naves de transporte de carga.
A principal meta da empresa, porém, é enviar humanos e espaçonaves para outros planetas, cita ele em entrevista publicada no “Wall Street Journal”.
Na semana passada, a Nasa (agência espacial dos EUA) anunciou um contrato do valor de US$ 75 milhões com a SpaceX, que serão destinados ao envio de astronautas ao espaço.

2980 – Buraco na camada de ozônio aumenta chuva no hemisfério sul


Buraco na camada de ozônio aumenta chuva no hemisfério sul
O buraco na camada de ozônio sobre a Antártida tem um papel importante na mudança climática e no aumento das chuvas no hemisfério sul nos últimos 50 anos, revelaram cientistas.
Os resultados obtidos pela equipe da Escola de Engenharia e Ciência Aplicada da Universidade de Columbia (EUA) são os primeiros que vinculam a redução da camada de ozônio sobre a zona polar à mudança climática até a linha do Equador.
Os pesquisadores destacaram que a conclusão serve de alerta aos líderes mundiais quando se analisa o combate ao aquecimento global. É preciso prestar mais atenção ao buraco na camada de ozônio, junto a outros fatores ambientais como o derretimento do gelo ártico e as emissões de gases do efeito estufa.
As substâncias que afetam a camada de ozônio, como os clorofluorocarbonetos (CFC), que eram utilizados até recentemente em geladeiras, aerossóis e extintores, passaram a ser eliminadas progressivamente de acordo com os dispositivos do Protocolo de Montreal.
“É surpreendente que o buraco na camada de ozônio, situado sobre a Antártida, possa gerar um impacto que chegue aos trópicos e ali afete as chuvas”, diz a autora do estudo publicado na revista “Science”, Sarah Kang. “É como um efeito dominó.”
“Esta descoberta poderá revolucionar a estratégia da luta contra o aquecimento global , já que o buraco na camada de ozônio é um fator importante no sistema climático do planeta”, estima Lorenzo Polvani, professor de ciências ambientais da Universidade Columbia que coordenou a pesquisa.
As secas australianas levaram ao fechamento de várias fazendas e a um maior investimento em outras tecnologias como as de dessalinização da água do mar.
O buraco na camada de ozônio é causado por reações químicas na estratosfera, a camada superior da atmosfera, provocadas por substâncias como os clorofluorcarbonos (CFC), cujo uso em produtos industrializados foi restringido pelo Protocolo de Montreal, que entrou em vigor em 1989.
Apesar do tratado, o efeito dessas substâncias ainda deve se fazer sentir na atmosfera por décadas.
Acredita-se que a o buraco sobre a Antártida esteja recuperado até 2060.
O ozônio bloqueia raios ultravioletas do Sol, que podem causar câncer de pele e outras doenças.

2979 – ☻Mega Notícias: Mais um Mito Derrubado – Estudo concluiu que o Ponto G não existe


Amplie e veja seu consumo de informação

O ponto, que supostamente ficaria dentro da vagina e daria extremo prazer à mulher quando tocado, simplesmente não existe. Foi essa a conclusão do maior estudo já realizado sobre o assunto, que foi publicado no Journal of Sexual Medicine e analisou 1 800 mulheres.

Estudo mostra que a avalanche de dados é ainda maior do que se pensava

Estudo feito nos EUA mostra que as pessoas passam quase 12 horas por dia consumindo informação – e leem ou ouvem mais de 100 mil palavras por dia.

2978 – Mega Memória – Batman, a série


Réplica do Batmóvel

Batman (também conhecido como Batman e Robin ou Batman de Adam West) foi um seriado televisivo exibido entre 1967 e 1969, tendo ao todo 120 episódios. O programa é baseado no personagem homônimo de banda desenhada e narra a luta contra o crime do herói (cujo nome verdadeiro é Bruce Wayne), sempre acompanhado pelo parceiro Robin (alter-ego: Dick Grayson) e auxiliado pelo mordomo Alfred, pelo comissário de polícia James Gordon e pelo chefe de polícia O’Hara.
De forte tom humorístico, é considerado uma “sátira consentida”, pelos aspectos deletérios ao “mito” do personagem. O primeiro deles, segundo a crítica, estava no protagonista: Batman/Bruce Wayne era vivido pelo ator Adam West, visivelmente fora de forma para o papel, em uma fantasia que deixava evidente tal falta de forma. O papel de Robin/Dick Grayson era de Burt Ward, cuja principal marca era iniciar boa parte de suas frases com a expressão “Santo (ou Santa) alguma coisa!” Estas frases foram reaproveitadas nas duas séries animadas produzidas pela norte-americana Filmation na década de 70, e no desenho “Superamigos”, da Hanna-Barbera. As más línguas no mundo inteiro onde a série foi exibida também teorizavam a existência de um envolvimento homossexual entre os dois
Na tele-série exibida nos anos 60 (e mais tarde re-exibida na TV brasileira, pelo canal SBT e depois pelos canais a cabo Fox,FX e mais recentemente pelo TCM(Turner Classic Movies)o ator que interpretava o vilão Pinguim era Burgess Meredith, que anos mais tarde se tornaria mundialmente conhecido ao interpretar Mickey Goldmill, o treinador de Rocky Balboa, nos filmes da série Rocky.

Julie em 1950

Julie Newmar, a mulher – gato
Hoje com 82 anos.
Foi a primeira Mulher-Gato Interpretou a Mulher-Gato nos antigos seriados do Batman. Na série de TV, Julie Newmar foi a primeira a ser Mulher-Gato,contratada para apenas uma aparição acabou aparecendo em seis episódios (já que a audiência aumentava astronomicamente). Antes de ser atriz, ela era dançarina. Ela estreou nas telas do cinema pela primeira vez em 1952 no filme Just For You e depois aparecendo como dançarina no filme Serpent of the Nile em 1953. Ela aparece no final do filme To Wong Foo, Thanks for Everything! Julie Newmar. Pela sua interpretação como Mulher-Gato, Julie entrou para a lista da 10 maiores pin-ups de todos os tempos.
Julie Newmar (nascida em Los Angeles, 16 de Agosto de 1933 é uma atriz, dançarina e cantora, norte-americana, foi a intérprete mais famosa da vilã Mulher-Gato na série de televisão do Batman.
Com um corpo escultural de fazer inveja a muitas mulheres da época, a felina esbanjava sensualidade e sempre dava a entender que queria algo mais com o Homem-Morcego e, às vezes, até chegava a balançar o coração do herói. Mas como o senso de justiça falava mais alto, Batman não chegava a ser persuadido pelas investidas da Mulher-Gato.
Para a série de televisão do Batman, Julie Newmar desenhou um traje que deixava à mostra o seu corpo de dançarina. Era feito de lurex (lycra brilhante como purpurina). Como acessórios, um colar de ouro que servia como walktalkie, um cinturão dourado e botas de salto alto com pinos de metal. Julie Newmar roubava a cena toda vez que aparecia e deixava todos hipnotizados.
Por estar ocupada em outras produções, Julie foi substituída por outras duas atrizes no papel da vilã: Lee Mariwether que só participou do filme para o cinema e Ertha Kitt. Com a cantora e atriz Eartha Kitt, os fãs da Mulher Gato tiveram a oportunidade de ver pela primeira vez a vilã negra. Kitt foi contratada para dois dos episódios de Batman, e seu rosnado também ficou conhecido. Desde 2008, Julie Newmar sofre de esclerose lateral amiotrófica (doença de Charcot).

Julie, a Mulher-Gato