2729-☻Mega Notícias da Astronomia


Observações
Foi descoberto há 200 anos entre as órbitas de Marte e Júpiter, cerca de 700 milhões de km do Sol, os asteróides que até então nunca haviam revelado qualquer traço de sua geografia, até que a sonda européia Galileu de passagem voltou suas câmeras na direção do Gaspra. Trata-se de rochedo cósmico de 20 km de comprimento e largura máxima de 12 km cuja órbita dista 411 milhões de km da Terra. As últimas fotos revelaram dimensões altamente irregulares do asteróide. Longas rachaduras são sinal de choque no passado.

Hiparcos
Quando o foguete Ariane deslocou do solo pela 30ª vez em agosto de 1989, levou a bordo um engenho de cerca de 500 milhões de dólares e a euforias dos astrofísicos do mundo inteiro. Instalado no nariz do foguete, Hipparcos , o 1º satélite de astrometria do mundo tinha uma missão ambiciosa : em dois anos e meio, inventariar nada menos que 120 mil estrelas da Via Láctea. Ele deveria estabelecer suas posições e movimentos , dados essenciais para a confecção do mais preciso catálogo de estrela já feito e o 1º em três dimensões. Dez dias depois do lançamento porém, uma pane no motor o impediu de atingir sua órbita a 36 mil km de altitude e comprometeu a missão. Sem muito entusiasmo , os engenheiros do centro de controle de Darmstadt, Alemanha, resolveram ativar pequenos motores inicialmente reservados a sutis correções de altitude. O satélite já catalogou 40 mil estrelas com precisão bem maior que a prevista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s