2718-Fóssil de”dente-de-sabre” herbívoro e com molar no céu da boca


Dentes de Sabre: estratégia para afugentar os predadores

A criatura possuía dentes-de-sabre, como os famosos “tigres”, mas não tinha nada de carnívora. O resto da dentição até lembrava a dos mamíferos atuais, com uma diferença crucial: o céu da boca servia para mastigar.
Essa anatomia bucal inusitada, nunca vista antes num vertebrado, justifica o nome científico do bicho. O Tiarajudens eccentricus era, de fato, excêntrico –talvez a mais estranha das espécies que povoavam o Rio Grande do Sul há 260 milhões de anos.
Um grupo de paleontólogos está apresentando o animal ao mundo hoje, em artigo na prestigiosa revista americana “Science”.
Com 12 centímetros de comprimento e bastante afiados, os caninos parecem máquinas de matar, mas há raros casos de herbívoros com dentes desse tipo, como certos veados asiáticos.
Com base nesses exemplos, dá para traçar algumas hipóteses. Os “sabres” poderiam servir para afugentar predadores. Talvez fossem exibidos e/ou empregados durante disputas por poder e parceiros sexuais.
Esquisitices à parte, o bicho é importante por mostrar um evento evolutivo crucial: como surgiram os especialistas em devorar plantas.
“A alimentação dele envolvia algum tipo de material vegetal fibroso. A gente sabe que não era capim, porque a grama ainda não havia surgido naquela época. Talvez algo como folhas e caules”, diz Juan Carlos Cisneros, paleontólogo nascido em El Salvador, atualmente na Universidade Federal do Piauí.
Ele é o coordenador do estudo, do qual participaram cientistas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e da sul-africana Universidade do Witwatersrand.
Timidamente, Cisneros pede que não se use a palavra “réptil” para se referir ao T. eccentricus. De fato, o bicho não cabe nas classificações tradicionais que usamos para as espécies de hoje.
Embora tenha algo de lagartão (o tamanho era o de uma capivara), faz parte de um grupo de animais ligados aos avós dos mamíferos, os chamados terápsidos.
A evolução dos terápsidos foi a responsável por criar os primeiros ecossistemas terrestres com cara “moderna”, nos quais os herbívoros são maioria. E os estranhos dentes no céu da boca do T. eccentricus ajudam a documentar essa transição.
É que esses dentes apresentam formato diferenciado e padrão de desgaste característico, lembrando os molares dos mamíferos de hoje.
Permitiam processar cuidadosamente os vegetais fibrosos, extraindo deles mais nutrientes do que os dentes de répteis, que só permitem arrancar bocados da comida.
“Há lagartos hoje com dentes no palato [céu da boca], mas eles só servem para prender a comida, nunca para mastigar”, diz Cisneros.
Mas como mastigar com o céu da boca sem morder a língua?
“Boa pergunta”, ri o paleontólogo. “Achamos que os dentes de baixo, que ainda não foram achados, provavelmente estavam mais para dentro, o que evitaria isso.”
Dentes-de-sabre parecem ser o tipo de “invenção” evolutiva que aparece com alguma frequência. Só entre mamíferos que habitaram a América do Sul, há dois exemplos famosos.
O mais conhecido é o Smilodon, o dente-de-sabre por excelência (o termo “tigre” não é adequado; o bicho não é parente próximo de nenhum felino vivo e não era tigre). Sumiu há 10 mil anos e conviveu com os primeiros habitantes humanos do Brasil.
E há também uma versão marsupial (primo, portanto, dos cangurus), o Thylacosmilus, desaparecido há 3 milhões de anos.

2717-História Científica da Humanidade – 1904 a 1957


Sputinik, o primeiro satélite lançado em órbita

Europa-1904. O inglês John Ambrose Fleming inventou o diodo.
1905. Os alemães Elster e Hans Friedrich Güitel construíram a 1ª célula fotoelétrica, base para a transmissão de fotografias à distância e criaram o 1° fotômetro.
1906. O espanhol L.Torres Quevedo criouo primeiro aparelho de radiodireção. O Francês Paul Cornu voou num helicóptero.
1907. Os franceses J. Stuart Blacton e Émile Cohl inventaram o desenho animado. Os irmãos Lumiere desenvolveram um processo de fotografia colorida usando chapas tricômicas.
1909. O dinamarquês SPL Sorensen criou a escala pH para medir o grau de acidez das substâncias.
1910. A cientista Marie Curie obteve o rádio em estado metálico, o francês George Claude inventou o tubo de neon luminiscente.
1913. O alemão Hans Geiger inventou o contador de partículas.
1915. O alemão Paul Longevine inventou a técnica para detectar ultra-sons.
1919. O inglês Ernest Rutherford formulou a teoria da desintegração atômica. Os alemães Hans Vogt. Engl e Massolle fizeram experiências de sonorização de filmes de cinema.
1920. O francês Fernand Holweck descobriu a contimuidade dos raios X e ultravioletas.
1923. O espanhol Juan de la Cierva projetou o autogiro. O alemão Herman Obert publicou “Foguetes para Espaços Interplanetários”.
1925. O francês Henri Jacques Chrétien inventou a objetiva anamórfica, fundamental para o cinematoscópio.
1926. Na Grã-Bretanha, Baird realizou a 1ª transmissão televisiva; na França,Yves Le Prier projetou o escafandro autônomo.
Ásia e Oriente Próximo – 1901. O russo Piotr Liebedev comprovou a pressão da luz.
1904. Inaugura-se a estrada de ferro transiberiana.
1928. O indiano Sir Chandrassekhara Venkata Raman descobriu o efeito sobre o processo de difusão da luz pelas moléculas, íons e átomos, que traz seu nome.
1930. Inaugura-se a estrada de ferro turquestano-siberiana.
1934. O japonês Yukawa formulou as teorias dos mésons e sa quântica dos campos.
1945. Explosões da bombas atômicas nas cidades japonesas de Hiroshima e Nagasaki. Terminou a 2ª Guerra mundial com a rendição do Japão.
1946. Início da descolonização em diversos países.
1948. Mahatma Gandhi é assassinado. Fundado o estado de Israel.
1949. Proclamação da República Popular da China.
1951. O japonês Kenishi Fukui introduziu na Química os resultados da Mecânica Quântica e idealizou o método de aproximação dos orbitais fronteiriços.
1956. Na Índia, concluiu-se a construção dos sistema de represamento da águas do Rio Mahandi.
1957. Leo Esaki conseguiu o efeito túnel dos elétrons e deu nome a um diodo utilizado como amplificador de alta frequência. A União Soviética lançou o Sputinik I, o primeiro satélite articial.
África – 1910. Formação da União Sul-Africana.
1951. Começaram processos de independência em vários países.
1967. O médico sul-africano Christian Barnard realizou o 1° transplante de coração do mundo.
América – 1903. O irmãos Wright realizaram o primeiro vôo impulsionado por motor.
1905. Albert Einstein descobriu a equivalência entre massa e energia e formulou a Teoria da Relatividade Restrita.
1906. O brasileiro Santos Dumont voou em Paris, com o 14-Bis, avião que inventou e construiu.
1908. Henry Ford iniciou a fabricaçãop em série de automóveis.
1909. O brasileiro Carlos Chagas descobriu o ciclo do protozoário Tripanossoma Cruzi, que causa a doença de Chagas, transmitida ao homem, transmitida por im inseto popularmente conhecido como barbeiro.
1911. Millokan conseguiu determinar a carga de um elétron e investigou os raios cósmicos. O norte-americano Campbell Swinton inventou o primeiro protótipo de televisão.
1915. Albert Einstein formulou a teoria geral da relatividade.Grahm Bell, em Nova Iork e Thomas Watson, em São Francisco fizeram a 1° ligação telefônica transconstinental.
1923. O norte-americano Louis Bauer analisou o campo magnético da Terra.
1927. Os norte-americanos Thompson, Clinton Davinson e Lester Germen produziram a decifração dos elétrons.
1929. Milchelson determinou o valor da velocidade da luz.
1931. Harold Clayton Urey descobriu que a água contém hidrogênio pesado. O norte-americano Ernest Lawrwce desenvolveu o ciclotron, um instrumento para a aceleração de partículas carregadas.
1936. Ervin Muller inventou o microscópio iônico que permitia ver o átomo dos metais.
1941. Início do Projeto Manhatan, nos EUA, para a construção da bomba atômica.