2685-Biotecnologia – Fungo nas fábricas


Reino á parte na natureza, são usados para controle de qualidade nas indústrias. De inconvenientes, bolores e mofos se tornaram mais um instrumento dos cientistas nas pesquisas com medicamentos, desinfetantes, inseticidas e mais recentemente anticorrosivos. Existem no mundo cerca de 300 bancos de fungos. O mais complexo é o da American Type Culture Collection ( ATCC) , nos EUA. Ali estão disponíveis mais de 50 mil microorganismos diferentes. Empresas como a Jonhson&Jonhson e Glaxo empregam fungos nos testes de laboratório para controlar a qualidade de seus produtos. O processo implica contaminar propositadamente amostras do que se quer testar, com fungos principalmente o Aspergillus Niger encontrado em abundância na natureza. São feitas análises para constatar se a população de fungos aumentou ou diminuiu. Se diminuir o conservante é eficiente. O fungo Trichodermareesei foi descoberto durante a 2ª guerra mundial, para degradar a celulose, a matéria prima do papel, até a obtenção de glicose, que depois de fermentada se transforma em álcool. Na década de 1940, o fungo foi estudado em caráter de urgência por laboratórios americanos, pois desintegrava em poucos dias o tecido das barracas do exército, armadas em campo de batalha. O esforços se concentravam em conhecer como ele produz a enzima que degrada a celulose para inseri-la na levedura que transforma a glicose em álcool. Bolores como a Penicilina Citrino, secretam substâncias potencialmente tóxicas, como a citrinina, que atacam células do fígado. O EMBRAPA elaborou um catálogo com mais de 300 fungos isolados para pesquisa na área de controle biológico de lavouras, ou inseticidas biológicos. Fungo não é vegetal nem animal, apesar de ter características de ambos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s