2685-Biotecnologia – Fungo nas fábricas


Reino á parte na natureza, são usados para controle de qualidade nas indústrias. De inconvenientes, bolores e mofos se tornaram mais um instrumento dos cientistas nas pesquisas com medicamentos, desinfetantes, inseticidas e mais recentemente anticorrosivos. Existem no mundo cerca de 300 bancos de fungos. O mais complexo é o da American Type Culture Collection ( ATCC) , nos EUA. Ali estão disponíveis mais de 50 mil microorganismos diferentes. Empresas como a Jonhson&Jonhson e Glaxo empregam fungos nos testes de laboratório para controlar a qualidade de seus produtos. O processo implica contaminar propositadamente amostras do que se quer testar, com fungos principalmente o Aspergillus Niger encontrado em abundância na natureza. São feitas análises para constatar se a população de fungos aumentou ou diminuiu. Se diminuir o conservante é eficiente. O fungo Trichodermareesei foi descoberto durante a 2ª guerra mundial, para degradar a celulose, a matéria prima do papel, até a obtenção de glicose, que depois de fermentada se transforma em álcool. Na década de 1940, o fungo foi estudado em caráter de urgência por laboratórios americanos, pois desintegrava em poucos dias o tecido das barracas do exército, armadas em campo de batalha. O esforços se concentravam em conhecer como ele produz a enzima que degrada a celulose para inseri-la na levedura que transforma a glicose em álcool. Bolores como a Penicilina Citrino, secretam substâncias potencialmente tóxicas, como a citrinina, que atacam células do fígado. O EMBRAPA elaborou um catálogo com mais de 300 fungos isolados para pesquisa na área de controle biológico de lavouras, ou inseticidas biológicos. Fungo não é vegetal nem animal, apesar de ter características de ambos.

2684-Geografia: O Mar Morto não tá pra peixe


Mar Morto, Tietê é fichinha

É o ponto mais baixo da superfície do globo, 400 metros abaixo do nível dos mares e oceanos; seu fundo fica a uns 790 metros abaixo do nível do mar. Esse mar amargo é apenas um grande lago. Desde tempos imemoriais, as águas do rio Jordão e de outros rios menores correm para esse mar, que não tem saída, exceto para cima , pela evaporação , numa média aproximadamente de 7 toneladas por dia. Somente a água doce escapa dessa forma, deixando atrás todos os sais minerais. No decorrer dos séculos, as águas foram se tornando cada vez mais densas. Atualmente contém 27% de sal, mais de 5 vezes a proporção média contida nas demais águas salgadas e são tão pesadas que 1 litro pesa 1.170 gramas, enquanto um litro de água doce pesa 990 gramas. Costuma-se dizer que nenhuma vida pode existir nessas águas acres, daí o nome de Mar Morto, usado pela primeira vez por S. Jerônimo, há cerca de 1500 anos. Recentemente descobriu-se a existência de algumas bactérias e algas minúsculas, mas é só. Todos os anos, a enchente do Rio Jordão lança á morte nessa salmoura milhares de peixes de água doce. Um ou dos copos dessa água amarga podem provocar enjôos violentos e ate a morte. Raramente verifica-se barcos de passeio nesse mar. Repulsivo ou não o mar é lucrativo. Estima-se que contenha 45 bilhões de toneladas de valiosas substâncias químicas. Há uma substância para adubos suficiente para as necessidades do mundo inteiro por maios de 200 anos.

2683-Planeta Biológico- A Competição nas Florestas


Em florestas tropicais é terrível a escassez de nutrientes. Nelas só especialistas em técnicas de sobrevivência podem se dar bem. A raiz do problema está no solo. Sol constante e abundância de água se confrontam com terreno pobre em fosfatos e nitratos, manganês e outras substâncias minerais que os organismos precisam para sintetizar suas moléculas de proteínas. As vegetação criaram estratégias para otimizar os parcos recursos da terra: árvores frutíferas crescem a kms de distância uma das outras, a proximidade provocaria dura competição pelos mesmos nutrientes extraídos do solo. Em 1 hectare de floresta tropical existem cerca de mil toneladas de biomassa vegetal e apenas 35 quilos de biomassa animal. Em minoria absoluta, os animais fazem o que podem para manter a barriga cheia. A preguiça tem o metabolismo incrivelmente baixo. Os cerca de 200 quilos da Sucuri se esticam nos seus 11 metros de comprimento, em média. Seu tamanho permite engolir presas relativamente grandes a fim de Ter estoque de energia relativamente grande para superar longos períodos de jejum, que pode levar meses. Já o Colibri leva vantagem por ser pequeno, suas necessidades são satisfeitas com insetos minúsculos. Batem as asas cerca de 200 vezes por segundo, alcançando velocidade de 70 km/h. Na pele úmida e macia dos sapos depositam-se substâncias tóxicas que afastam não somente os predadores, mas fungos e bactérias que tentem coloniza-las. Para sobreviver é preciso ser egoísta: hospedar espécies, mesmo que micróbios, significa repartir a energia do organismo , como um anfitrião que recebe um convidado na última hora para o jantar e é obrigado a colocar mais um prato na mesa.
Quando se derruba uma floresta, se despeja substâncias de indústrias nos rios, elimina-se gases no ar, é provocada uma alteração no ambiente que pode ser útil para algumas espécies e prejudiciais para outras. Se numa zona agrícola surgir uma cidade, os corvos se afastarão, surgindo os pardais que se favorecem com tal condição. Os gases lançados na atmosfera causam problemas respiratórios e outros que só podem serem avaliados a longo prazo. Em cidades muito populosas, os guardas de trânsito precisam usar máscaras de proteção, sem as quais sua saúde estaria ameaçada. Entre os principais poluentes atmosféricos temos os óxidos de enxofre, lançados pelos motores diesel, os óxidos de carbono (monóxido e dióxido) , os óxidos do nitrogênio além da poeira e microorganismos em suspensão.
A Antártida Até poucos séculos atrás supunha-se que o continente gelado compreendesse apenas grandes extensões de água e gelo. O navegador português Fernão de Magalhães deixou escrito haver avistado terras, á sua esquerda, ao sul da América meridional, mas não lhe deram crédito.

2682 – De ☻lho no mundo: O Golfo Pérsico


Golfo, rivalidades na vizinhança

Permanece a região de petróleo e gás natural mais explorada do mundo. Entretanto a participação da área na produção mundial caiu de 41% em 1979 para 26% em 1991. Na década de 1980, a guerra entre Irã e Iraque interrompeu em parte a exploração do petróleo do Golfo. A invasão do Kuwait pelo Iraque teve como efeito imediato a quase eliminação da produção nesses 2 países mas, outros países, notadamente a Arábia Saudita, aumentaram a produção em quantidades suficientes para preencher o vazio deixado pela guerra.

Exceto pequenos países da península arábica, que se tornaram independentes por volta de 1971, a maioria dos países do Oriente Médio já haviam conquistado a independência formal da Grã Bretanha ou França, por volta de 1950. Mas os 2 países europeus continuaram tentando manter suas influências por meio de alianças militares ou políticas. Quase todos os países mais pobres, em especial a Jordânia, Síria e Egito, enfrentaram inflação crônica e êxodo rural em massa. Na maioria dos casos, até mesmo os países mais férteis são importadores de alimentos. Após a guerra do Golfo, os EUA conseguiram envolver Israel e os seus vizinhos árabes em negociações de paz. O petróleo é a riqueza natural mais valiosa da região. A produção e a renda cresceu com o aumento dos preços decretado pela OPEP em 1973. No entanto, números mais recentes mostraram o impacto provocado pela guerra entre Irã e Iraque. Ironicamente, a abundância de petróleo contribuiu para agravar a inflação em países mais pobres. A escassez local de mão de obra especializada transformou a imigração em grande escala e a presença de considerável número de trabalhadores estrangeiros permanentemente na região.
Os países com litoral banhado pelo golfo Pérsico, em ordem horária, são: Omã, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Qatar (que ocupa uma península avançada sobre o golfo), Bahrein (uma ilha no golfo), Kuwait, Iraque, e Irã. Todos estes países, com exceção dos dois últimos (Iraque e Irã), formam uma união econômica denominada Conselho de Cooperação do Golfo.
O golfo Pérsico e suas áreas costeiras são a mais rica e mais usada fonte de petróleo do mundo; as indústrias derivadas da sua extração e refino dominam a região. Existem diversas ilhas no golfo, algumas das quais são contestadas por estados vizinhos.
O nome “golfo Pérsico” foi emprestado de numerosas línguas antigas (inclusive o grego), sendo utilizado amplamente desde a Antiguidade, em razão de ali ter existido a nação-estado da Pérsia (onde hoje é o Irã).
Em meados da década de 1960, com o surgimento do nacionalismo árabe, os países da região passaram a chamar o golfo de “golfo da Arábia”. O Irã, então, enviou duas petições para as Nações Unidas (em 1971 e 1984) exigindo o reconhecimento oficial da região como “golfo Pérsico”.
A maioria dos países denomina a região “golfo Pérsico”, mas alguns países árabes usam o termo “golfo da Arábia” ou simplesmente “o Golfo”, havendo ainda uma proposta para o denominar “o golfo entre o Irã e a península Arábica”. O Irã tem feito uma campanha para garantir que o golfo localizado entre o país e a Península Árabe seja conhecido como golfo Pérsico, e não como golfo Árabe.
O Golfo é localizado no Médio Oriente, como um braço do mar da Arábia, entre a península da Arábia e o Irã. Trata-se de um mar interior com cerca de 233 000 km², ligado ao mar da Arábia a leste pelo estreito de Ormuz e pelo golfo de Omã, e com seu limite a oeste marcado pelo delta do Shatt al-Arab, chamado Arvand-Rood pelos iranianos, que carrega as águas dos rios Eufrates e Tigre.

2681- ☻Mega Almanaque:- Paul Kirpatrick


Foi pioneiro na década de 1940 no estudo da holografia, iniciado pelo físico Dennis Garbor.
___ Felix Block foi o primeiro cientista de Stanford a receber o Nobel (1952), criou a indução nuclear, essencial aos tomógrafos por ressonância magnética.
Linus Pauling , como já vimos, recebeu o Nobel em 1954 por explicar as forças químicas; em Standford, desde 1969 , revelou as propriedades do ácido ascórbico ou vitamina C.
Eugene Lindstron escreveu o primeiro programa de computador para analisar pesquisas eleitorais, usado para prever a vitória do ex presidente Dwight Eisenhower , em 1956.
___ Ollie jonhson e Frank Thomas desenvolveram as técnicas usadas para criar os desenhos animados de Walt Disney, a começar por branca de neve e os 7 anões.
___ Edith head era um lingüista por formação e tornou-se um grande figurinista do cinema, trabalhou em os 10 mandamentos e recebeu 8 oscars, de 1948 em diante.
___ Charles Stark Drapper criou o sistema inercial de direção de mísseis, usado também por naves como a Apollo, que levou os primeiros homens a lua em 1969.
___ Michael Gottieb aos 32 anos identificou o HIV, ao estudar 5 homossexuais no hospital da Universidade da Califórnia em Los Angeles em 1980.
Portadores de HIV – Direitos A lei lhes garantem participação em todos os aspectos da vida social. Toda a ação que tende a recusa-los a um emprego, alojamento, assistência ou restrição a atividades coletivas escolares e militares deve ser considerada discriminatória e ser punida por lei. A privacidade do portador do vírus deverá ser assegurada por todos os serviços médicos e assistênciais e não deve ser submetido a testes compulsórios.

2680 – Mega Notícias – Botulismo


Sua toxina está sendo usada para tratar a paralisia cerebral. Ela causa paralisia na musculatura dos pulmões que podem levar a morte por sufocamento. Nos últimos 20 anos, os cientistas que em pequenas doses tal toxina causa um relaxamento muscular apenas moderado e isso acabou tornado-a uma arma no combate a outras doenças. Aplicada diretamente no músculo contraído o remédio provoca um relaxamento e o paciente que antes andava só na ponta dos pés consegue então colocar a planta dos pés no chão. O efeito porém, limita-se ao relaxamento, a droga nada pode fazer para reverter as deficiências mentais causadas pela paralisia.
Papel
Seu processo de fabricação foi guardado as 7 chaves pelos chineses dentro da poderosa muralha e foi conhecido por acaso pelos árabes, que o divulgaram na Itália e Espanha em meados do século 11. Daí iniciou0se a maravilhosa marcha do papel, um produto ainda indispensável as complexas exigências da vida moderna.

Revolução Industrial
Até o século 18, a produção industrial limitava-se ao trabalho manual realizado pelos artesãos. Entretanto a partir de 1750, quando iniciou-se na Inglaterra a revolução industrial, os artigos passaram a ser confeccionados pelas máquinas, que produziam rapidamente e em maior quantidade. Seus Resultados: A existência de carvão, combustível utilizado na máquinas á vapor. Os capitalistas investiram seu dinheiro acumulado graças ao comércio marítimo desenvolvido. Havia na Inglaterra grande disponibilidade de mão de obra. As áreas coloniais inglesas forneciam matéria prima para a indústria e os colonos compravam os produtos industrializados. Com o passar do tempo o petróleo e a eletricidade substituíram o vapor, bem como o aço sobrepujou o ferro.

2679-Biologia e Genética


Gregor Mendel examinou resultados de cruzamentos de ervilhas, chegando a conclusão que os fatores que hoje são chamados de genes, são considerados como mensageiros químicos que conduzem informações dos pais a descendência. Foi possível comprovar que os genes não são abstração, mas que tem localização material nos corpúsculos celulares, se apresentando em estruturas filamentosas do núcleo, chamadas cromossomos. O gene que controla a cor dos olhos por exemplo ocupa determinado ponto de um cromossomo. As células do corpo possuem uma dupla coleção de cromossomos, portanto há dois genes para a cor dos olhos. Se os dois são iguais ou produzem a mesma cor, o indivíduo é denominado homozigoto, ou puro no que se refere a cor dos olhos. Se cada gene for de um tipo ou seja, um para o azul e outro para o castanho, o indivíduo é heterozigoto, ou impuro para a cor dos olhos. Os pares de cromossomos se separam e cada um vai para a sua gameta. A cor do cabelo é controlada no homem por um gene para o cabelo negro e outro para o cabelo loiro, observa-se que o primeiro mascara o efeito do segundo, e o resultado (fenótipo) é o cabelo negro. Dizemos então que o gene para o cabelo negro é dominante e o do cabelo loiro é recessivo. O cabelo só será loiro se os 2 genes forem para a cor loura. Se os pais forem impuros para a cor do cabelo terão aproximadamente ¼ dos filhos com os cabelos loiros. Se um dos pais é homozigoto para o cabelo preto, todos terão o cabelo desta cor, pois o gene loiro seria dominado. A cor da galinha azul aparece como conseqüência do cruzamento das negras com as brancas Os genes controladores da coloração agem juntos , de modo a produzir a coloração azulada. Quando aves azuis são cruzadas entre si os resultados são : ¼ negra , ¼ branca e ½ azul. Chamados de dominância incompleta. Muitos animais e a maioria dos vegetais são hermafroditas, ou seja, possuem órgãos masculino e feminino. Embora tivéssemos afirmado que o homem possui 23 pares de cromossomos, queremos agora dizer que o macho possui apenas 22 pares, acrescidos de 2 outros que não formam par, chamados cromossomos sexuais. A mulher tem 2 cromossomos X, completando os 23 . A metade dos espermatozóides masculinos possuem um cromossomo X e a outra metade Y. Se a metade X fecundar o óvulo, o resultado será uma fêmea; caso contrário, se for Y, o indivíduo resultante será um macho. Como ambos estão presentes em igual n.º, ocorre a igualdade numérica nas probabilidades de nascimentos entre meninos e meninas.

2678- Instituições Científicas -Instituto Adolfo Lutz


Adolfo Lutz
(RJ, 1855-1940) – Depois de estudar na Europa e dirigir um hospital no Havaí, assumiu em 1893, a direção do Instituto bacteriológico de SP, que em 1940, viraria Instituto Adolfo Lutz. Especialista em lepra, realizou trabalho pioneiro sobre os mecanismos de ação do cólera, da febre amarela, do tifo e da malária. Deixou extensa obra sobre doenças epidêmicas e endêmicas brasileiras.
___ Fundado em 1936 pelo filho de Carlos Chagas, o Instituto Evandro Chagas, em Belém, é uma referência mundial em doenças tropicais. Associado á universidades estrangeiras, realiza pesquisas sobres leishmaniose, hepatite, gripe, papilovírus e herpes. É um centro de excelência na Amazônia. Um grupo de cientistas abnegados, com objetivos claros, que mesmo com poucos recursos continuam trabalhando.

Instituto Adolfo Lutz
É um laboratório de análises, sendo credenciado como Laboratório Nacional em Saúde Pública e Laboratório de Referência Macroregional pelo Ministério da Saúde brasileiro, com sede em São Paulo. É fruto da junção do Instituto Bacteriológico com o Laboratório Bromatológico, participantes da Rede Paulista de Saúde, em 26 de outubro de 1940. O nome do novo instituto era uma homenagem póstuma a Adolfo Lutz, primeiro diretor do Instituto Bacteriológico.
O Instituto atua nas áreas de Bromatologia e Química, Biologia Médica e Patologia, além de produzir conhecimentos relevantes para a saúde coletiva, desenvolvendo pesquisas aplicadas, promovendo e divulgando trabalhos científicos, colaborando na elaboração de normas técnicas, padronizando métodos diagnósticos e analíticos e organizando cursos de formação técnica, de aperfeiçoamento e estágios de aprimoramento.

A rede estadual de saúde foi formada em 1892, com a criação do Instituto Bacteriológico e do laboratório de Análises Químicas e Bromatológicas e a incorporação do Instituto Vacinogênico, do Laboratório Farmacêutico e dos Hospitais Públicos então existentes. A indicação de Adolfo Lutz para a direção do Instituto Bacteriológico marcou o início da Microbiologia no Brasil. Dr. Lutz já era renomado cientista, doutor em medicina pela Universidade de Berna, e a sua obra no Instituto Bacteriológico começou a tomar vulto, dando prestígio à Instituição, colaborando na formação de outros pesquisadores.
Desde os primeiros anos, o Instituto Bacteriológico pode intervir com grande impacto nas condições de saúde da população paulista, ajudando a controlar a difusão da febre amarela em quase todo o território do Estado, debelando uma epidemia de febre bubônica em Santos e combatendo o cólera e a febre tifóide que grassavam na Capital. Enquanto isso, o Laboratório Bromatológico atuava, junto aos órgãos da polícia estadual, no controle às fraudes e às contaminações de alimentos.
Em 26 de outubro de 1940, os dois grandes laboratórios públicos foram unidos, graças à ampliação das instalações físicas a eles destinadas. Como homenagem póstuma ao grande cientista que dirigira o Instituto bacteriológico nas primeiras décadas de seu funcionamento, o estabelecimento resultante da fusão dos dois laboratórios foi denominado Instituto Adolfo Lutz – IAL.
Atualmente, O Instituto Adolfo Lutz é reconhecido internacionalmente por sua competência para responder às ocorrências em sua área de atuação, tendo sido credenciado pelo Ministério da Saúde como Laboratório Nacional em Saúde Pública e Laboratório de Referência Macroregional. É Centro Colaborador do Programa Conjunto FAO/OMS para monitoramento de contaminantes em alimentos. Centro de Referência para Controle de Qualidade Analítica de Micotoxinas e Resíduos de Pesticidas; Coordenador Nacional do Programa de Monitoramento de Matérias Estranhas em Alimentos, Centro de Referência Nacional para Diagnóstico Laboratorial da AIDS; Centro Colaborador da Organização Pan-Americana de Saúde – OPS nas áreas de arbovirus, vírus influenza e produção de imunobiológicos e Centro Colaborador da OPS para Culturas Celulares.
Além de atuar nas áreas de Bromatologia e Química, Biologia Médica e Patologia, o Instituto Adolfo Lutz produz conhecimentos relevantes para a saúde coletiva, desenvolve pesquisas aplicadas, promove e divulga trabalhos científicos, colabora na elaboração de normas técnicas, padroniza métodos diagnósticos e analíticos e organiza cursos de formação técnica, de aperfeiçoamento e estágios de aprimoramento, em nível nacional e internacional.

2677- Mega Memória-Presidentes do Brasil


Vargas, o pai dos pobres

Getúlio Dornelles Vargas; S.Borja -RS – 19/04/1882 – Rio de janeiro, 24/08/1954
Era um ex-militar formado em direito em 1907, em PortoAlegre e ex-deputado eleito com folgada margem sobre os concorrentes.
Principais fatos – Com o novo código eleitoral, foi instituídoo voto secreto e o direito de voto das mulheres. A construção de Goiânia. Foram mortos no seu governo os cangaceiros Lampião e Maria Bonita. Foi suspenso o pagamento da dívida externa. Criado o Instituto do açúcar e do álcool. Criado também o Conselho do Petróleo.Vargas anunciou neutralidade doBrasilna 2ª Guerra Mundial, porém, submarinos alemães atacaram 5 navios brasileiros e o Brasil declarou guerra à Alemanha e seus aliados. Foi criada então a FEB.Em seu governo houve também a famosa Revolução Constitucionalista, cuja sigle é MMDC, em homenagem aos estudantes mortos no protesto. No trabalho houveram muitos avanços: foi estabelecida a jornada de trabalho de 8 horas na indústria, a criação da CLT e do salário mínimo. Governou pela primeira vez de 1930 a 1945.
Getúlio Vargas, O Pai dos Pobres
Ele liderou a Revolução de 1930 que acabou com a República velha. Foi governador do Rio Grande do Sul e havia se candidatado a presidente contra o candidato do governo Júlio Prestes, perdeu porque na Repúblia Velha as eleições eram fraudadas, mas praticamente todo o país aderiu a revolução, e o governo caiu. No seu governo criou a legislação trabalhista que dava direito a férias, o indispensável salário mínimo e aposentadoria. Durante o Estado Novo houve a criação da Siderúrgica Volta Redonda, que modernizou o país. O parque industrial se desenvolveu, mas é claro, houve perseguição de adversários políticos. Em 1945 foi deposto pelos mesmos militares que o haviam colocado no poder. Seu prestígio era tão grande entre os trabalhadores que foi reeleito exerceu governo democrático. Suicidou-se em 24 de agosto de 1954. Sua morte causou tão grande comoção que seus adversários não conseguiram executar o projeto de tomar o poder.

Governo de José Linhares – 30/10/1945 a 31 de jan de 1946
Cearense de Baturité, bacharel em direito (1886-1957) ex juíz e desembargador e em 1945, exercia a presidência do STF, ao ser deposto Getúlio. Foi um governo provisório, até as eleições.
Gaspar Dutra – (1946 a 1951)
Eurico Gaspar Dutra de Cuiabá, 18/05/1889 – falecido no RJ em 10/06/1974. Um militar de carreira, ex ministro da guerra.
Principais fatos: Entrou em funcionamento a Cia Siderúrgica Nacional. Proibiu o jogo e fechou os cassinos.
Segundo governo de Vargas, de 1951 a 1954 – Vice Café Filho
Principais fatos – A criação do BNDE, Instituto Brasileiro do Café e Petrobrás. Uma crise politico-militar o levou ao suicídio em 1954.
Café Filho – João Café Filho de Natal, nascido em 3/02/1899 e falecido no RJ em 20/janeiro de 1970. Advogado e jornalista. Com a morte de Vargas, assumiu a presidência em 1945 e em novembro de 1955 sofreu distúrbio cardiovascular e foi hospitalizado e substituído por Carlos Luz, que no entanto foi derrubado dias depois.
Principais fatos – Começou a ser fabricada a Romi-Isetta, o primeiro veículo automotor nacional (1955) e inaugurada a Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso.
Carlos Luz, de Três Corações, MG – 4/08/1894 – RJ, 9/05/1961 – Bacharel em direito, ficou só alguns dias na presidência, como dissemos. O congresso impediu Café Filho de reassumir. Juscelino havia sido eleito, mas ainda não empossado.
Juscelino Kubitschek – Mineiro de Diamantina – 12/09/1902 – falecido em Resende, RJ em 22/ agosto de 1976.
Foi médico da Polícia Militar de MG; ex-prefeito de BH e governador do estado. Teve uma administração dinâmica com a construção de Brasília, 5 usinas hidrelétricas e mais de 3 mil km de rodovias. Morreu em desastre automobilístico. Rompeu com o FMI mas depois reatou. Governou de 1956 a 1961.
Jânio Quadros – Governou em 1961 – Natural de Campo Grande, MS, nascido em 25/janeiro de 1917 e falecido na década de 1990. Advogado, professor e ex-prefeito de S.Paulo.renunciou a presidência numa decisão nunca totalmente explicada.
Ranieri Mazzilli – Caconde SP,1910 – SP 1975
Bacharel em direito, governou poucos dias.
João Goulart – Governou de 1961 a 1964 – Gaúcho de S. Borja – 1/03/1918 – Falecidona Argentina em 1976. Advogado, coordenou a campanha de Getúlio Vargas. Em 1953 era ministro do trabalho, mas foi deposto por tentar dobrar o salário mínimo. O regime reverteu o parlamentarismo imposto como condição para assumir, para presidencialismo, mas foi derrubado pelo golpe de 1964. Foi o único presidente brasileiro a morrer no exílio.
Ranielli Mazzilli assumiu alguns dias durante o golpe
Governo de Humberto de Alencar Castelo Branco – 1964 a 1967 – de Mecejana CE -29/01/1900 – falecido em Mondubim, CE em 18/07/1967. Militar, chefe do Estado Maior do Exército, acusou Goulart de tentar implantar o regime esquerdista no país. Fez uma dívida de 125 milhões de dólares com o FMI. Em seu governo foram cassados os direitos políticos de Juscelino. Faleceu num acidente aéreo perto de Fortaleza.

2676 – O jornal vai desaparecer?


Será alimentado por luz, que carregará um novo tipo de bateria, e terá múltiplas funções que já existem nos iPods e no iPhone.
Ele apenas mudará de suporte. Será ‘impresso’ eletronicamente em sua casa em papel digital, na verdade um computador multifuncional que terá a consistência de uma folha de papel, poderá ser dobrado à vontade e levado no bolso, sem perder a sua ‘memória’, isto é, desamassando completamente e readquirindo a forma original. Será alimentado por luz, que carregará um novo tipo de bateria, e terá múltiplas funções que já existem nos iPods e no iPhone.“As empresas jornalísticas que conseguirem atravessar os turbulentos anos da 1ª década do século 21 permanecerão como produtoras importantes de conteúdo. Talvez as mais importantes. Os jornais, contudo, morrerão, sinto dizer-lhes isso. Tal como existem hoje, tudo indica que morrerão. Só não me arrisco a dizer quando.”
“Pelos meus cálculos, o último leitor de jornal diário desaparecerá em setembro de 2043.”
Philip Meyer, professor de Jornalismo da Universidade da Carolina do Norte e autor de Os Jornais podem desaparecer?

2675-Os lobos uivam para a lua?


Não. O uivo é uma forma de comunicação como o latido dos cães. Os lobos uivam principalmente para chamar seu grupo para a caça. Por isso é mais comum uivarem quando há lua cheia, e portanto mais luz, já que as condições são mais propícias para localizar as presas. Depois da caçada, o som serve para reunir novamente o grupo. Os lobos são capazes de reconhecer uns aos outros apenas pelo ruído do uivo. “Mas eles também podem uivar quando não há lua”.Afinal, os animais caçam o tempo todo. Os lobos emitem sons também para marcar seu território. Dois grupos que pretendem ocupar a mesma região podem deduzir o tamanho do bando rival: a diversidade dos uivos revela o número dos animais.Os lobos vivem na América do Norte, Groenlândia, Europa e na Ásia. Antigamente, seus uivos podiam ser escutados em todos os Estados Unidos, mas hoje em dia os lobos estão entre os animais em risco de extinção. O problema é que eles atacam o gado e outros animais domésticos e, por isso, fazendeiros costumam oferecer recompensas por suas peles, tornando-os bastante caçados. Embora sejam temidos, raramente atacam o homem, preferindo, em geral, evitá-lo.

Cruzamento ameaça os lobos
Biólogos suecos descobriram que os lobos escandinavos (canis lupus) estão cruzando com cachorros domésticos (canis familiaris). A mestiçagem pode levar os animais selvagens à extinção, pois terão mais dificuldades de achar parceiros de sangue puro. A mistura foi descoberta quando analisaram o DNA de um jovem lobo morto atropelado. Havia também mais 4 filhotes mestiços que sumiram, agora os biólogos tentam encontra-los antes que cruzem com outros lobos. Cruzamentos entre espécies diferentes são raríssimos.

2674-Reiki – Usando Energia Pura


Tudo o que nos cerca é energia, afirmou Albert Einstein, quando derrubou os 2 séculos de física newtoniana com a teoria da relatividade, o que lhe proporcionou o Nobel de Física em 1921. Existe uma técnica de tratamento terapêutico que se vale dessa energia vital, em nível sub-atômico tridimensional, para ajudar o paciente atingir o equilíbrio físico, promovendo a cura. Trata-se do Reiki, uma modalidade científica de tratamento complementar, que reforça a terapia tradicional, sem interferir nela. Pode ser empregada também em animais e plantas. O reiquiano trabalha apenas com a imposição das mãos,mesmo sem tocar no enfermo, junto com a regiãodo corpo previamente estabelecida, com determinada duração de tempo, um procedimento deixado ha 200 anos por um padre e médico japonês Dr Mikao Usui, que após muitas pesquisas, sistematizou e difindiu a técnica epiricamente empregada desde tempos imemoriais. No Brasil, foi introduzido em 1983, e a sede da associação é em Niterói, RJ. A matriz internacional fica nos EUA. Não está relacionado com nenhuma religião e pode ser empregado por qualquer pessoa que faça o curso, estude e pratique a técnica, acreditando ou não em sua eficácia. A terapia também é auto-aplicável. Em casos terminais, alivia dores.O terapeuta não é nenhum “fazedor de milagres”, trata-se apenas de um instrumento passivo, mas conciente de uma energia .Quanto mais se aplica a energia universal,mais se recebe, segundo a teoria.
A fonte de tal energia, aliás é motivo de grande polêmica entre os reikianos de variadas ordens do sistema. Os mais modernos, como a Mestre Americana Diane Stein acredita que a energia que flui pelo corpo do praticante e do receptor tem origem direta da Deusa (Deus), podendo ser complementada por energias de guias espirituais.
Como o conhecemos hoje, o Reiki é uma terapia holística natural que preconiza que, através da imposição de mãos do Terapeuta Reiki, irradiam-se as vibrações de harmonia da energia vital do Universo (Rei) para restabelecer o equilíbrio da energia vital (Ki) de quem o recebe, podendo refletir assim nas zonas doentes do corpo de um paciente.
Apesar de variados relatos sobre sua eficácia, a reiki é ainda pouco reconhecida pela medicina. Mas é reconhecido como terapia alternativa complementar pela OMS
Algumas escolas ensinam que o Reiki entra nos seus praticantes através do sétimo chakra (a Coroa), preenche o sistema energético sutil do praticante, e após ser transubstanciada no chakra Cardíaco, flui através das suas mãos para o corpo de quem recebe.
Outras escolas ensinam que a energia entra através do primeiro chakra (raiz), preenche a aura, torna-se centrada no quarto chakra (coração) e flui através das mãos do praticante.
O Sistema de Reiki tradicional (Dr. Usui) ensina que a energia Reiki é uma energia inteligente, que “sabe o que fazer”, ou seja, a energia sente a necessidade do paciente: muda de cor, e até de intensidade e segue para o local necessário. Também afirmam que, por outro lado, o ser humano possui o livre arbítrio, e caso o paciente não esteja aberto ao tratamento (predisposto a enfrentar as causas de suas emoções, vivências, pensamentos, sentimentos, e ações) a energia não fluirá: não terá efeito duradouro no organismo, podendo até mesmo ser bloqueada pelo paciente. Nesse caso, o desequilíbrio energético persistirá, assim como a raiz do problema íntimo.
Segundo a visão holística, as doenças são criadas antes no mundo sutil: se manifestam nas várias camadas da aura a terminar com a última manifestação física que é o corpo humano (denso). O Reiki atua nas camadas sutis da aura: age no mundo invisível, e quando remove o padrão energético do desequilíbrio em todas as camadas a manifestação física é a cura do paciente.

Pergunta ao Dr Know: Quanto pesa o ar e a Terra?


Em condições normais, o ar pesa 1,3 quilo por metro cúbico.
O ar é mais pesado do que parece. Em condições normais, a uma altura equivalente ao nível do mar, o gás que respiramos pesa 1,3 quilo por metro cúbico. O peso conjunto de todas as moléculas da camada de atmosfera que rodeia a Terra é calculado em 5 trilhões de toneladas.

E quanto pesa a Terra?
Seria mais correto perguntar: “Qual é a massa do planeta Terra?”1. Mas de qualquer forma, a resposta rápida para essa pergunta é: aproximadamente 6.000.000.000.000.000.000.000.000 (6E+24) quilogramas. Ou 6 sextilhões de toneladas.
A próxima pergunta que surge então é: “Como diabos alguém descobriu isso?” Não é como se o planeta subisse em uma balança (em inglês) de manhã antes de tomar banho. A medida do peso do planeta vem da atração gravitacional que a Terra exerce sobre objetos próximos a ela.
Acontece que duas massas exercem atração gravitacional uma sobre a outra. Se você colocar duas bolas de boliche próximas uma da outra, elas irão se atrair. A atração é extremamente pequena, mas se os seus instrumentos forem sensíveis o bastante, dá para medir essa atração gravitacional. E a partir dessa medida, é possível determinar a massa dos dois objetos. O mesmo é válido para duas bolas de golfe, mas neste caso a atração é ainda mais suave, já que a força gravitacional depende da massa dos objetos.
Newton mostrou que, para objetos esféricos, é possível presumir que toda a massa do objeto está concentrada no centro da esfera. A equação a seguir expressa a atração gravitacional que dois objetos esféricos exercem um sobre o outro:

F = G * M1 * M2 / R2

•R é a distância que separa os dois objetos;
•G é uma constante com o valor de 6.67259×10-11m3/s2 kg;
•M1 e M2 são as duas massas que se atraem;
•F é a força da atração entre elas.
Vamos assumir que a Terra é uma das massas (M1) e uma esfera de um quilograma é a outra (M2). A força entre elas é de 9,8 kg*m/s2, valor calculado ao soltar a esfera de 1 kg e medir a aceleração que o campo gravitacional da Terra aplica sobre ela (9,8 m/s2).

E o raio da Terra é de 6,4 milhões de metros. Se você aplicar todos esses valores na fórmula e encontrar o M1, vai descobrir que a massa da Terra é de 6.000.000.000.000.000.000.000.000 quilogramas (6E+24 quilogramas).
É mais apropriado perguntar sobre a massa do que sobre o peso porque o peso é uma força que requer um campo gravitacional para ser determinado. Se você pegar uma bola de boliche e pesá-la na Terra e na Lua vai ver que o peso na Lua será um sexto do peso dela na Terra. Já a massa será a mesma nos dois lugares. Para pesar a Terra, precisaríamos saber em qual campo gravitacional desejamos calcular o peso. A massa da Terra, por outro lado, é uma constante.

2672-Mega Seriados – Ficção e suspense: Além da Imaginação


Twlight zone,o título original, também virou música em 1980

The Twilight zone, Além da Imaginação no Brasil e Quinta Dimensão em Portugal, é uma série de televisão americana criada por Rod Serling e dirigida por Stuart Rosenberg, apresentando histórias de ficção científica, suspense, fantasia e terror. Mediante o sucesso popular da série, ao longo de sua história foram realizadas diversas temporadas e continuações. Além da imaginação (1959), de 1959, da CBS, possui 5 temporadas e 156 episódios, enquanto que na década de 1980 foi lançada, ainda pela pela CBS O Novo Além da imaginação, com 3 temporadas. Essa primeira continuação foi precedida por um filme, No Limite da Realidade que causou polêmica pela morte de um dos atores no set de filmagem. Já no século XXI, houve a produção, pela UPN, de Além da imaginação (2002) com apenas uma temporada, apresentada por Forest Whitaker.
A grande maioria dos episódios abordava histórias com elementos sobrenaturais, ocorrências “Além da Imaginação” e inexplicáveis, tais como viagens no tempo, mundos paralelos, viagens espaciais, alienígenas, fantasmas, vampiros e outras situações misteriosas, ambientadas em um local denominado “Zona do Crepúsculo” ou “Twilight Zone”, que originalmente dava título à série.
Em 1958, a CBS comprou um roteiro para TV que Alfred Hitchcock esperava produzir como o piloto de uma série semanal. “The Time Element” marcou, portanto, a primeira investida de Serling no campo da ficção científica.
A história é sobre uma “viagem no tempo”, envolvendo um homem chamado Peter Jenson (William Bendix) que visita um psicanalista, o Dr. Gillespie (Martin Balsam), com queixas de um sonho recorrente no qual ele imagina acordar em Honolulu um pouco antes do ataque japonês a Pearl Harbor. “Eu acordei num quarto de hotel em Honolulu, e é 1941”, explica ele, concluindo que estes não são meros sonhos, na verdade são viagens no tempo. Entretanto, o Dr. Gillespie insiste em que a viagem no tempo é impossível, devido ao paradoxo temporal. Durante o seu sonho, aproveitando-se da situação, ele aposta em todos os cavalos e times vencedores e, eventualmente, tenta, sem sucesso, avisar os jornais, os militares, que os japoneses estão planejando um ataque surpresa a Pearl Harbor.
Suas advertências são vistas como delírios enlouquecidos, e são ignoradas ou rechaçadas com violência, inclusive ele é atingido pelo engenheiro (Darryl Hickman), que trabalha no “USS Arizona”, depois de insistir que será afundado em 07 de dezembro. O sonho de Jenson sempre termina como os bombardeiros japoneses sobrevoando na manhã de 07 de dezembro, levando-o a gritar “Eu te disse! Por que não ninguém me ouve?”, e Jenson finalmente revela a Dr. Gillespie que ele realmente estava em Honolulu em 07 de dezembro de 1941. Enquanto está no sofá, Jenson adormece novamente, só que desta vez, os aviões japoneses que sobrevoam atiram para dentro das janelas de seu quarto e ele é morto. Quando a câmera mostra o consultório médico, o sofá em que Jenson estava deitado, agora está vazio, e Dr. Gillespie olha em volta, confuso. Ele olha em sua agenda e descobre que na verdade não tinha compromissos agendados para este dia. Gillespie vai a um bar e encontra a foto de Jenson na parede. O garçom lhe diz que Jenson atendia aquele bar, mas foi morto em Pearl Harbor.
A série original foi produzida de 1959 a 1964. Alfred Hitchcock havia se firmado como um dos nomes mais reconhecidos da televisão, famoso por seus escritos para dramas televisivos, bem como por suas críticas às limitações apresentadas por esse meio. Suas mais freqüentes queixas eram dirigidas à censura praticada pelos patrocinadores e redes. quando, em 1958, a CBS comprou o roteiro para TV que Alfred Hitchcock esperava produzir como o piloto de uma série semanal, “The Time Element”, o fato se tornou a marca da primeira investida de Rod Serling no campo da ficção científica, iniciando a ideia da produção da série.
Os episódios eram produzidos em preto e branco e valorizavam o enredo; os roteiristas de Twilight Zone frequentemente usavam a ficção científica como um veículo para expor o comportamento social e político da época, como uma forma de iludir a censura. Episódios tais como “The Shelter” ou “The Monsters Are Due on Maple Street” ofereciam comentários e análises de eventos da época, enquanto outros, como “The Masks” ou “The Howling Man”, usavam alegorias, parábolas ou fábulas para caracterizar assuntos filosóficos e morais.
O espetáculo utilizava a ficção científica como metáfora para explicar situações sociais. Como as emissoras e os patrocinadores não permitiam situações potencialmente críticas da realidade do país naquela época, os redatores se valiam da ficção para expor diversos assuntos, que acabavam sendo ignorados pelos censores, que pensavam que o programa era de fantasias inócuas. Alguns temas recorrentes foram a guerra nuclear, as doutrinas de Joseph McCarthy e outros assuntos proibidos pelo cinema e televisão. Certos episódios ofereciam comentários de eventos da atualidade, e usavam parábolas ou alegorias para analisar a moral ou decisões filosóficas dos personagens.

2671-☻Mega Almanaque:Como os artistas de circo comem fogo sem se queimar?


Brincadeira perigosa: O fogo se apaga quando o engolidor fecha a boca. A chama é produzida por uma bucha de amianto molhada com querosene e se extingue numa fração de segundos, o corte de oxigênio acaba com o fogo. Mas, mesmo os artistas treinados podem queimar a língua. A parte interna da boca é muito sensível. Mesmo algumas chamuscadas rápidas podem trazer problemas. Uma exposição contínua da mucosa bucal pode causar câncer, a longo prazo.
Repelentes de tomada fazem mal à saúde?
Quando ligados na tomada, o aparelhos se aquecem e liberam na forma de vapor uma substância chamada piretróide, extraída da flor de crisântemo. Em altas doses, paralisa o sistema nervoso do inseto e ele morre. Mas a quantidade liberada pelo aparelho é pequena e só deixa o inseto tonto e ele foge. Em humanos pode dar alergia,mas não háperigo de intoxicação, a menos que o piretróide seja ingerido por acidente, nesse caso,os sintomas serão dores de cabeça e vômito. Como precaução é remomendado lavar bem as mãos após trocar o refil e manter o rosto no mínimo a 2 metros de distância do aparelho.
Megatabelinha da queima de calorias
Caminhada a 6 km por hora durante 1 hora = 400 calorias
Corrida a 12 km por hora durante uma hora = calorias
Corrida a 15 km por hora durante 1 hora = 1200 calorias
Ergométrica durante 30 minutos = 200 calorias
Ergométrica por 1 hora = Entre 400 e 500 calorias
Receita para Hidratação
A água antes das refeições diminui o apetite, mas não fornece energia. Não se deve tomar água quente que sai da torneira, pois ela vem com chumbo do encanamento,o que não ocorre com água fria. As caimbras podem ocorrer quando a pessoa está desidratada. Refrigerantes só contém açúcar; recomenda-se sucos.

Agricultura – A supergrama
Uma semente de uma fazenda australiana pode originar a primeira planta a ter resistência ao mais popular herbicida do mundo, o glifosato. Um fazendeiro havia tentado limpar uma área de sua propriedade, mas a planta se recusou a morrer. As sementes foram enviadas para a Universidade Charles Sturt, onde foi confirmada a resistência da planta.

Biologia – Bioética
O jornal do Vaticano criticou a legislação britânica sobre embriões humanos congelados. Cerca de 2500 deles foram destruídos. Há uma lei que obriga as clínicas de fertilização a eliminarem embriões que não sejam reclamados por seus donos após 5 anos de fecundação.

2670-Mega Notícias da Medicina – Nova arma contra a demência


Cientistas do Hospital Nacional de Neurologia em Londres desenvolveram um sistema de ressonância magnética que poderia detectar males como o de Alzheimer e Parkinson. Segundo eles, que sofre o mal perde tecido cerebral 30 vezes mais rápido do que pessoas saudáveis, o que afeta a memória e é notado pelo novo sistema.
Colesterol
Espanhóis desenvolveram um teste para detectar altos níveis de colesterol. Foi criado teste computadorizado que examina os olhos e fornece uma análise personalizada do risco do paciente ter ataque cardíaco. O teste se baseia no fato de o nervo óptico ser afetado por altos níveis de colesterol.

Ebola
Em 1976, foi assinalada no Zaire a 1ª irrupção do terrível vírus Ebola em seres humanos. O vírus que mata 90% dos infectados tem se espalhado e acaba de repontar no Gabão, nas vizinhanças de uma aldeia onde um chimpanzé foi morto e encontrado no chão. A carne de animais selvagens é muito apreciada por nativos e os que transportaram, esfolaram e manipularam o animal, quase todos adoeceram. Morreram com uma febre hemorrágica característica, sangrando pelos olhos, boca, ouvidos e outras cavidades. Pensam os especialistas que a doença foi transmitida por chimpanzés. Na floresta da Costa do Marfim, o vírus vem atacando animais desde 1993. Os mais prováveis transmissores são os mosquitos.

2669-AIDs- Entendendo o ciclo do vírus


Vírus da AIDs

Se prende a parede da célula . RNA viral é transcrito para DNA. O DNA é transportado para o núcleo da célula. O DNA viral é integrado ao DNA da célula. A própria célula passa a produzir o RNA viral e proteínas, matéria prima do HIV. A enzima protease ajuda a produzir o novo vírus, que é liberado da célula. O AZT e outra droga similar, 3TC, atacam o vírus no estágio 2. Inibidores de protease entram em ação no último estágio, prevenindo a fabricação de novas partículas virais. Já existem 3 tipos aprovados pela FDA, o Norvir, Rixivan e Invirase.

O HIV infecta hoje cerca de 30 milhões de pessoas segundo a conservadora estimativa da ONU. Os líderes são : África Subsaariana com 63% dos casos, sudeste asiático 23%, América Latina com 6% , América do Norte 3,7%, Europa Ocidental 2,2%, Caribe 1,3% e Oriente Médio 0,9%. Demais regiões com menos de 1%. Estão com AIDS : 56% de homens, 40% de mulheres e 4% de crianças. Já morreram : 46% de homens, 31% de mulheres e 23% de crianças.
AIDS- Cronologia da cura 1976 – Primeiro caso comprovado conhecido, na África, reconhecido anos mais tarde em estudos no corpo da vítima. 1978 – Primeiros casos da doença, então desconhecida, aparecem entre homossexuais dos EUA. 1981- A doença recebeu o nome de AIDS. O agente causador era ainda desconhecido. 1983- O pesquisador Luc Montagnier, do instituto Pasteur da França isolou o vírus que provoca a imunodeficiência, batiza-o então de LAV, era o causador. 1985 – Foi criado o 1º teste que detecta o HIV no sangue. 1986- O AZT (zidovudine) começou a ser testado e ministrado. A 1ª droga contra a doença mostrou seus resultados. 1990- Primeiros resultados positivos dos testes com a droga DDl ( dideoxinosina). Como o AZT, ela retarda o enfraquecimento do sistema de defesa do organismo e reduz infecções oportunistas. 1996- Coquetéis de 3 drogas eliminaram pelo menos durante um ano, o vírus do sangue de pessoas que começaram a terapia quando sua infecção tinha menos de 90 dias.

O Brasil enfrenta com dificuldade o problema para oferecer o coquetel para pacientes com HIV. Apenas 5% tem condições de comprar os medicamentos. Oficialmente o país tem 45 mil portadores com a doença já manifestada, o número de contaminados é em torno de 500 mil. Foi provado que o vírus se multiplica de forma intensa desde o momento da contaminação ( ao contrário do que se pensava antes), e deve ser combatido precocemente. Com o coquetel, mesmo que o vírus não sofra uma mutação, alterando sua estrutura genética, driblando a ação da droga, as outras podem controlar a sua multiplicação. Foi demonstrado que 62% dos pacientes com carga viral alta desenvolviam AIDS em 5 anos. Apenas 8% dos pacientes com carga viral baixa apresentavam a doença em 5 anos. A partir daí o grupo de pesquisadores passou a defender o uso de potentes drogas antivirais. A terapia precisa ser avaliada periodicamente. Níveis imperceptíveis de material genético do vírus significam que as drogas estão funcionando.

2668-Como Funciona o Submarino? – O Princípio de Arquimedes


Submarino submerso

Como Funciona o Submarino? –
“Todo o corpo mergulhado num líquido recebe deste um impulso vertical de baixo para cima, chamado empuxo que é igual ao peso do líquido deslocado por ele”. O submarino flutua por que seu peso é menor que o empuxo que recebe da água do mar. Quando submerge, existem câmaras que se enchem de água, tornando-o mais pesado que o empuxo recebido. É por isso que uma tábua pode flutuar ou afundar. Depende da superfície onde o empuxo atua.
Os submarinos são uma incrível amostra de tecnologia. Até pouco tempo, a força naval operava somente sobre a superfície das águas, mas com o advento do submarino, o fundo do mar também se tornou um campo de batalha. Essa invenção que permite não só lutar em uma batalha, mas também viver durante meses, ou até mesmo anos, abaixo da superfície é considerada um dos maiores progressos da história militar.
Submarino é uma embarcação especializada para operar submersa, tendo sido largamente usadas pela primeira vez na Primeira Guerra Mundial, sendo usado por todas as grandes marinhas atualmente. Submarinos civis e submergíveis são usados com fins científicos tanto na água doce quanto salgada para trabalhar em profundidades muitos grandes para mergulhadores humanos.
Englobam uma vasta gama de tamanho de embarcação. Desde embarcações de duas pessoas que são utilizadas para explorar a superfície marinha por poucas horas atè os submarinos russos da Classe Typhoon, os quais permanecem submersos por metade de um ano e carregam mísseis nucleares suficientes para destruir centenas de cidades. Há também submarinos especializados em resgate de submarinos e pequenos submarinos movidos por uma pessoa elaborados para competição entre as universidades. Um velho mecanismo para uso em exploração de águas profundas, salvamento, construção e recuperação é o sino mergulho.
A palavra submarino era originalmente um adjetivo que significava sob o mar. Algumas firmas que faziam montagem submarina mas não parte de submarinos chamaram este trabalho de engenharia submarina. Submarino como um nome que significa parte de uma embarcação submersível originou-se como uma redução do termo barco submarino, e livros mais antigos, como Vinte Mil Léguas Submarinas, usavam estes termos.
Todos os navios de superfícies, como também um submarino na superfície, tem condições de flutuação positivas, pesando menos do que a água que ele desloca. Para submergir hidrostaticamente, um navio deve ganhar uma flutuação negativa, ou aumentando seu próprio peso ou diminuindo o deslocamento de água. Para controlar seu peso, os submarinos são equipados com tanques lastro, o qual pode ser preenchido com água ou esvaziado com ar pressurizado.
Para submersões em geral ou afloramento na superfície, os submarinos usam os tanques da frente e a popa, chamado de Tanque de Lastro Principal ou (TLP), os quais são abertos e completamente completados com água durante a submersão, ou completamente preenchidos com ar pressurizado para vir à tona. Sob condições de submersão, os TLP são geralmente mantidos cheios, então em muitos submarinos estes tanques são simplesmente uma seção do espaço interno do casco. Para um controle mais preciso e rápido da profundidade, os submarinos usam pequenos Tanques de Lastro de Controle ou TLC, também chamados de tanques duros (hard tanks) devido sua habilidade para se opor a altas pressões. O acréscimo de água nos tanques de controle pode ser controlado ou para refletir mudanças nas condições externas ou para mudança da profundidade de submersão. Os tanques de controle podem ser localizados próximos ao centro de gravidade do submarino, ou separados ao longo do corpo do submarino.
Quando submerso, a pressão da água nas paredes do submarino pode alcançar 3 MPa para submarinos de aço e no máximo de 10 MPa para submarinos de titânio como os Komsomolets, enquanto a pressão interna ao mesmo permanece a mesma. Estas diferenças resultam em uma pressão de compressão no casco, os quais diminuem de tamanho. A densidade da água também aumenta, a salinidade e pressão são maiores, mas isto não é compensado pela compressão do casco, então a flutuação diminui com a profundidade. Um submarino submerso está em um equilíbrio instável, tendo a tendência de ora afundar ora de vir à tona. Manter uma profundidade constante requer uma operação constante dos tanques de controle de profundidade.

Princípio de Arquimedes

O princípio de Arquimedes
Pode ser enunciado como:
“Todo corpo mergulhado num fluido em repouso sofre, por parte do fluido, uma força vertical para cima, cuja intensidade é igual ao peso do fluido deslocado pelo corpo.”‘
Foi enunciado pela primeira vez pelo sábio grego Arquimedes e resultou no conceito de impulsão ou empuxo que é a força hidrostática resultante exercida por um fluido (líquido ou gás) em condições hidrostáticas sobre um corpo que nele esteja imerso. A impulsão existe graças à diferença de pressão hidrostática do corpo, visto que esta é proporcional à massa específica do líquido (ou densidade), à aceleração da gravidade, e à altura de profundidade.
É costume identificarmos os fluidos como substâncias que podem fluir (como os gases e os líquidos). Algumas substâncias, como o vidro, são classificadas como sólidas, pois nos tempos que costumamos observá-las, não notamos a sua fluidez. Quando um corpo está totalmente ou parcialmente imerso em um fluido em equilíbrio, ficará sob a ação de uma força que dependerá da porção do corpo que está imersa. Isto pode ser verificado se tentarmos submergir uma cortiça ou bola cheia de ar em recipiente com água.
A força que faz a cortiça flutuar, parecendo que o corpo possui um peso menor do que o peso real é denominado de empuxo do fluido sobre o corpo. O princípio de Arquimedes quantifica o valor desta força:
Um corpo total ou parcialmente imerso em um fluido sofre um empuxo que é igual ao peso do volume do fluido deslocado pelo corpo. Assim, um corpo imerso na água torna-se mais leve devido a uma força, exercida pelo líquido sobre o corpo, vertical e para cima, que alivia o peso do corpo. Essa força do líquido sobre o corpo, é denominada empuxo ou impulsão.
Resumindo, quando mergulhamos um corpo em um liquido, o corpo desloca uma quantidade de líquido igual a seu volume, e o peso desse volume de liquido deslocado é subtraido do peso do corpo pela força denominada empuxo.
Portanto, num corpo que se encontra imerso em um líquido em repouso, actuam duas forças, ambas com mesmo centro de acção:
peso (devido à interação com o campo gravitacional terrestre)
empuxo (devido à sua interacção com o líquido)
Isto quer dizer que, para o objeto flutuar, o peso do líquido deslocado pelo objecto tem de ser maior que o próprio peso do objeto.
O módulo da impulsão, I, é igual ao módulo do peso do fluido deslocado pelo corpo. Assim,

Lenda
Contam os livros que o sábio grego Arquimedes o descobriu enquanto tomava banho, quando procurava responder a Hierão II, rei de Siracusa, se sua coroa era realmente de ouro puro.
Conta Vitrúvio que o rei mandou fazer uma coroa de ouro. Para isso, contratou um homem e ofereceu-lhe uma grande soma em dinheiro e a entrega do ouro necessário, aceitando assim o trabalho.
Na data prevista, o senhor trouxe-lhe a coroa executada na perfeição, porém, o rei estava desconfiado que o senhor tivesse o enganado trocando ouro por prata. Chamou entao Arquimedes à corte para que investigasse o que se passava, uma vez que este era muito inteligente.
Um dia, enquanto tomava banho na banheira, Arquimedes observou que, à medida que seu corpo mergulhava na banheira, a água transbordava. Concluiu então que a densidade de seu corpo fizera a água transbordar e de tão contente que estava saiu da banheira e foi para a rua gritando a famosa expressão que, em grego quer dizer descobri, achei, encontrei:
Eureka!!!

2667-Instrumentos de medição


Anemômetro da Gradiente

O barômetro é um aparelho é um aparelho usado para medir a pressão atmosférica e verificar o tempo. A pressão varia com a temperatura e a altitude. Altímetros são barômetros de aviões e helicópteros para medir a altitude. Anemômetros são aparelhos que medem a velocidade do vento. Os cata-ventos e as birutas medem a direção dos ventos, para medir a umidade relativa do ar, usa – se higrômetros. Termômetros são aparelhos que medem a temperatura, já os manômetros são um tipo de barômetro que servem para medir pressões internas, como pneus.

Os anemômetros
são instrumentos que servem para medir a direção e indicar a velocidade dos ventos. Inspirados nos cata-ventos, eles são calibrados de forma a que o total de voltas dadas por suas pás correspondam a uma velocidade específica, ou seja, se no túnel de vento em que são ajustados a corrente de ar sopra a dez quilômetros por hora, e as pás do instrumento giram cem vezes por minuto, ele é programado para indicar 10 km/h sempre que o anemômetro atingir 100 rotações por minuto, e assim por diante.
Em geral há dois tipos de anemômetros, o de conchas e de hélice. O anemômetro de conchas é do tipo rotativo mais vulgar em que há três ou mais conchas de formato especial montadas simetricamente formando ângulos retos com um eixo vertical. A velocidade de rotação depende da velocidade do vento, independentemente da direção de onde ele sopra. O conjunto das conchas faz mover um mecanismo que conta as rotações e a velocidade do vento é calculada com o auxílio de um dispositivo de contagem. Os anemômetros de hélice são também do tipo rotativo. Um cata-vento mantém voltada para o vento uma hélice, cuja rotação é transmitida a um indicador.
Os ventos são causados pelas diferenças existentes no aquecimento da atmosfera, decorrentes da orientação dos raios solares, dos movimentos da Terra e outros fatores. Assim, como as regiões tropicais recebem a luz do Sol praticamente a prumo, em linha reta, elas são mais aquecidas que as regiões polares, e esse ar quente tropical tende a subir naturalmente, sendo substituído por massas de ar frio que se deslocam dos pólos. Esses são os ventos horizontais. Os ventos verticais ocorrem quando o ar rente ao solo se aquece, fica mais leve e sobe, sendo substituído pela camada de cima. Esse movimento acontece com maior ou menor velocidade, daí a necessidade de que se conheça a força com que sopra.

Em outras palavras, durante o dia, o ar ao ser aquecido, por estar em contacto com a superfície terrestre (aquecida, basicamente, pela radiação proveniente do Sol), conduz a um aumento de volume e, por isso, torna-se menos denso (mais “leve”) e sobe. No entanto, à medida que o ar aquecido sobe, entra em contacto com ar mais frio (da sua vizinhança) e arrefece, o que provoca uma contração do volume desse ar, que, por isso, se torna mais denso (mais “pesado”) e desce. Como conseqüência deste processo o ar é obrigado a circular sob a forma de correntes de convecção (transmissão de calor nos líquidos ou nos gases, pelo movimento das camadas aquecidas), que estão sempre a ocorrer, quer em grandes áreas da superfície terrestre (desertos), quer em pequenas áreas (campo lavrado).

Para medir essa variação na força dos ventos o contra-almirante e hidrógrafo da marinha inglesa, Sir Francis Beaufort (1774-1857) criou uma escala variável de 0 a 12, observando o que acontecia na superfície do mar e com as suas ondas nos momentos de maior ou menor intensidade do sopro de ar. Posteriormente essa tabela foi adaptada para a terra. Existem no globo terrestre regiões onde os ventos não param de soprar, pois os mecanismos de sua formação estão sempre presentes na natureza. São chamados de ventos planetários, ou constantes, e sua classificação abrange os ventos alísios, os contra-alísios, os ventos do oeste e os polares

2666-Geografia – A Costa do Brasil


Atol no mapa, clic para ampliar

Atol das Rocas, paraíso ecológico

O manguezal é um ambiente pantanoso de transição no limite entre a terra e o mar, possui flora bem adaptada a condições de alagamento e alta salinidade. São muito produtivos e exportam nutrientes para o mar.
Delta – Ao encontrar o oceano, a velocidade dos rios diminui, fazendo com que as partículas de suas águas, em suspensão se depositem. O acúmulo desse material gera os delta fluviais.
Praia arenosa – Aparentemente pobre biologicamente, abrigam um grande número de moluscos, crustáceos e muitos outros organismos. Agem como barreira.
O atol é uma formação de corais, que em geral se apoiam sobre a borda de um cone vulcânico, com uma lagoa dentro. Muitos atóis do pacífico foram usados para testes atômicos. O das rocas, a 250 km do Rio Grande do Norte é o único do Atlântico. Desabitado e com uma rica fauna marinha, desde 1979 é uma reserva biológica.
A Reserva Biológica Marinha do Atol das Rocas é um pequeno arquipélago de duas ilhas que pertence ao estado do Rio Grande do Norte no Brasil. É o único atol do oceano Atlântico Sul compreendendo 360 000 m² (incluindo o atol e as águas que o circundam). Fica a 260 quilômetros a nordeste de Natal, capital do estado, e 145 km a noroeste do arquipélago de Fernando de Noronha.
Os nomes das duas ilhas são Ilha do Farol e Ilha do Cemitério; sua área total é de 0,36 km².
Separado do continente pelo oceano, o Atol das Rocas está entre um dos menores do planeta: seu perímetro tem apenas sete quilômetros – seu eixo leste-oeste tem 3,7 km e o norte-sul não ultrapassa a 2,5 km. Com forma de uma elipse quase circular, esse antigo topo de vulcão funciona hoje como um enorme berçário vivo de muitas espécies. Todos os anos milhares de aves e centenas de tartarugas-verdes retornam para lá para desovar. O local também é área de abrigo e alimentação da tartaruga-de-pente.
Ao lado do Arquipélago de Fernando de Noronha, o Atol das Rocas é considerado uma das áreas mais importantes para a reprodução de aves marinhas tropicais do País, abrigando pelo menos 150 milhares de aves, de quase 30 espécies diferentes. Atualmente vivem, o ano todo, cinco espécies de aves residentes: duas de atobás, uma de trinta-réis ou andorinha do mar e duas de viuvinhas, os atobás-de-patas-vermelhas e as fragatas vem de Fernando de Noronha para pescar. Além delas, 25 espécies migratórias fazem de Rocas um porto permanente. Passam por ali espécies originárias da Venezuela, da África e até maçaricos provenientes da Sibéria. Até o momento, nenhuma espécie potencialmente predadora foi catalogada no Atol das Rocas.
O atol é também o paraíso de muitas espécies aquáticas. Por se tratar de uma montanha isolada, em meio a mares profundos e afastados da costa, ele é ideal para peixes de todos os tamanhos, moluscos, algas, crustáceos e tartarugas. Quase cem espécies de algas, 44 de moluscos, 34 de esponjas, sete espécies de coral e duas espécies de tartarugas já foram ali identificadas. Entre os 24 crustáceos, destacam-se o caranguejo terrestre e o aratu, que somente habitam ilhas oceânicas.
Em Rocas foram ainda catalogadas quase 150 espécies de peixes diferentes, entre os sargos, garoupas e xaréus. Mas apenas duas dessas espécies, o gudião e a donzela são exclusivas da região, que abrange o Atol das Rocas e o Arquipélago de Fernando de Noronha, o tubarão-limão, uma espécie rara em Rocas tem motivado estudos de vários cientistas brasileiros e estrangeiros, a espécie passa o início da vida em cardumes, na laguna e nas piscinas do atol.
Arquipélago – O de Fernando de Noronha fica a 345 km da costa do Rio Grande do Norte, foi descoberto em 1503 e pertence a Pernambuco.Usado na 2ª guerra mundial como base aérea americana, hoje é um parque nacional marinho que vive de turismo.
Baía – Reentrância da linha da costa, são ambientes costeiros aquáticos.A circulação de suas águas é restrita, dificultando a dispersão de poluentes. A Baía de Todos os Santos é a maior da costa brasileira.
Costão rochoso – Encontro entre a montanha e o mar, posuem flora e fauna muito específica, com organismos que se adaptavam a condições sub-aquáticas e aéreas. São áreas muito procuradas por praticantes de mergulho submarino.
Ilha oceânica – Afastadas do continente e isoladas. A de Trindade, a 1000 km do litoral do ES, não tem ocupação humana permanente e é um importante local de desova de tartarugas marinhas. Foi descoberta em 1501 e é o ponto mais a leste do território brasileiro.