2614-☻Mega Notícias – Japão à beira de um desastre nuclear


Folha de S Paulo, edição de de 15 de março de 2011, destaque para o risco de acidente nuclear no Japão

Apesar de avaliações iniciais otimistas no pós-terremoto do Japão, novas explosões na Usina de Fukushima deixaram as autoridades apreensivas. Os técnicos começaram a ser retirados da usina e o governo estendeu de 20 para 30 km a área de risco. Os níveis de radiação já são considerados prejudiciais. Tóquio registrou os primeiros sinais de radioatividade. A Explosão do teto de um dos reatores da Usina de Fukushima, interrompeu o bombeamento de água para a refrigeração de combustível nuclear, elevando o risco de superaquecimento, o que pode causar um grande vazamento radioativo.Os reatores são envolvidos por uma parede de contenção de concreto e aço, com 15 Cm; até agora intactas. Em caso extremo, as varetas podem se fundir,o que causaria o pior acidente possível, com altorisco de contaminação.
O que é radiação e como ela afeta o ser humano?
Explosões na estrutura do reator emitiram partículas radioativas para a atmosfera.Tratam-se de elementos instáveis, que são capazes de atravessar objetos e entrar no organismo. Exemplo: U-235, césio-137 e iodo-131, usados nos reatores. No Japão,o vento está em direção ao Pacífico e levou as partículas a 160 km da costa.
Efeitos no ser humano – Possibilidade de câncer da tireóide.
Queda no número de glóbulos vermelhos e sangramentos.
Pulmão – Pneumonia e fibrose.
Sangramento no estômago e intestino.
Medula óssea – Diminuição do número de glóbulos brancos; 50% a menos em até 48 horas, aumentando o risco de infecções. Isso acontece porque a radiação altera a estrutura das células.
O césio-137 leva 30 anos para que sua radiação caia pela metade.
As varetas – São feitas de liga metálica e contêm pastilhas de urânio enriquecido, um combustível nuclear altamente radioativo. Com seu derretimento, elementos radioativos são liberados e se a contenção do reator não resistir, tais elementos são expelidos para a atmosfera. Chuvas podem trazer a radiação de volta para o meio ambiente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s