2569-Breve História da Iluminação Pública


Todas as formas utilizadas até 100 anos atrás dependiam da combustão de combustíveis sólidos ou líquidos. As lâmpadas de óleo na Mesopotâmia datam de 8000 AC e as velas foram empregadas pela primeira vez no Egito antigo. Na idade média, utilizava-se a tocha constituída por fibras torcidas impregnadas com material inflamável. O primeiro avanço foi a lâmpada de Argand, com um pavio tubular e uma chaminé de vidro, fornecia uma luz mais intensa e constante. As de óleo foram aperfeiçoadas continuamente até o início do século 20. As de parafina eram amplamente utilizadas em zonas rurais. A iluminação a gás de uso comum em áreas urbanas por volta do século 19, era encontrada nas casas, fábricas e ruas. A lâmpada elétrica incandescente foi inventada independentemente por Swan e Edson por volta de 1870, iniciando a era da iluminação moderna. A indústria de geração e distribuição de eletricidade surgiu inicialmente para fornecer energia necessária á iluminação elétrica. O desenvolvimento dos filamentos de tungstênio no início do século 20 foi um processo importante que permitiu que as lâmpadas funcionassem em temperaturas mais elevadas, emitindo portanto uma luz mais branca e mais intensa com o mesmo consumo de energia.
A luz néon foi desenvolvida no final do século 19 e era utilizada na decoração e publicidade. Outras que funcionaram á base de descargas elétricas em meio gasoso e que utilizam mercúrio e sódio foram aproveitadas na iluminação de ruas, tubos de descarga elétrica que empregavam o xenônio são utilizadas no faróis de veículos. Nos anos 30, foi desenvolvida a lâmpada fluorescente, progressos mais recentes incluem lâmpadas de filamentos microscópicos que permitem aos cirurgiões examinar cavidades internas do corpo de um paciente (endoscopia).

Iluminação da Estátua do Cristo Redentor
Inauguração
Na cerimônia de inauguração, no dia 12 de outubro de 1931, estava previsto que a iluminação do monumento seria acionada a partir da cidade de Nápoles, de onde o cientista italiano Guglielmo Marconi emitiria um sinal elétrico que seria retransmitido para uma antena situada no bairro carioca de Jacarepaguá, via uma estação receptora localizada em Dorchester, Inglaterra, tudo a convite de Assis Chateaubriand. No entanto, o mau tempo impossibilitou a façanha, e a iluminação foi acionada diretamente do local. O sistema de iluminação original foi substituído duas vezes: em 1932 e no ano 2000.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s