2518-Medusas: Gelatina com veneno


Medusa, também conhecida como água-viva

Elas não tem cérebro, coração nem pulmões ou ossos. Parecem mais um punhado de gelatina, com longos cordões pendurados, mas as medusas devem ser as campeãs de adaptação e resistência. Povoam os mares com o mesmo formato e metabolismo de seus ancestrais, surgidos no período cambriano, há cerca de 700 milhões de anos. O principal segredo de seu recorde de sobrevivência estão em seus tentáculos, que possuem arpões carregados de veneno. A mesma artilharia pesada usada para caçar pequenos peixes e pancton serve de defesa contra seus raros predadores. Alguns peixes, baleias, caranguejos e tartarugas marinhas. Essas são imunes as ferroadas mortais devido á proteína queratina, que forma a carapaça destes animais, protegendo também sua boca e esôfago. Algumas espécies matam mais gente que os tubarões. Algumas outras liberam uma fotoproteína que quando entra em contato com o cálcio, as deixa luminosas. São bolhas de água. 95% de seu organismo é composto por nada além de água salgada. Mesmo quando não agüentam mais comer continuam matando. Uma Aurélia, o tipo mais comum, medindo apenas 25cm de diâmetro, pode abater até 10 filhotes de salmão por hora. Para se locomoverem, contam com 1 anel de poderosos músculos. A cada vez que se contraem, expulsam água do interior do sino, numa propulsão a jato, mas nem sempre têm força para lutarem com concorrentes. Comem de tudo, têm raríssimos inimigos e gastam pouquíssima energia para se reproduzir.
Sua anatomia : Sino é seu corpo e pode medir de 2 cm a 2 Metros. As gônadas são suas glândulas sexuais que produzem óvulos e os espermatozóides. Ropálios são células sensoriais que fazem o dela com o meio ambiente. Os canais radiais são sus intestinos. O anel coronal e boca, músculo de locomoção e órgão que também funciona como ânus.

Osso artificial -As algas são agora o principal ingrediente na fabricação de ossos artificiais. A estranha planta aquática sem raiz alcança até 60 metros de altura; para se sustentar possui esqueleto de carbonato de cálcio e a partir destes são feitos os ossos. Aquecido a 500°C o esqueleto se quebra em inúmeros grãos, que são mergulhados em solução que os transforma em fosfato de cálcio, depois são moldados na forma desejada. Sua vantagem é a porosidade e a resistência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s