2189- ☻Mega Notícias:Leite Humano e de Vaca


Em quantidade de água são equivalentes, mas em relação as proteínas de vaca é 2 vezes mais rico.O leite humano, porém, possui uma proteína em maior abundância, a lactoalbumina, que é muito mais digerívele biologicamente mais valiosa para o recém-nascido, sendo também mais rico em carbohidratos e com gordura equivalente. As disparidades são em outros elementos como o cálcio humano = 37 mg de vaca = 124; fósforo – humano = 13 mg de vaca = 94
ferro = humano = 0,1 de vaca = 0,04. A vitamina C é também mais abundante no humano.

Arqueologia – Tintura pré-histórica
Cientistas americanos do Texas conseguiram identificar a matéria-prima dos desenhos estampados nas paredes das cavernas próximas ao Rio Pecos, sudoeste do Texas. Analisando o DNA de duas amostras, uma de tinta vermelha, outra de tinta preta eles viram que os pigmentos não foram tirados de sementes, nem de claras e gemas de ovo, mas de uma espécie de mamíferos com um número par de dedos nas patas. Os principais candidatos são bisões ou veados primitivos, comuns naquela região á época das pinturas. O mais provável é que o material tenha sido extraído da medula dos animais. Mas saber exatamente qual animal cedeu seus tecidos aos artistas da idade da pedra é uma tarefa árdua que pode demorar

2188-O Tráfico de Mulheres


Em geral,os juristas mencionam que houve tempo em que a prostituição decorria da hospitalidade: era um dever. Povos antigos, como os fenícios, egípcios e outros, consideravam a prostituição como uma forma lícita, habitual dos pais conseguirem fundos mediante a favores das filhas solteiras.Os romanos herdaram do oriente o culto religioso à deusa do amor, Vênus; os teatros, circos e reuniões sociais eram, na antiguidade, locais muito indicados para a prostituição. A prática atravessou a Idade Média e chegou aos dias atuais, sendo improvável que um dia deixe de existir. Na França, a prostituição é regulamentada e segundo eles, é um mal necessário, assim, sendo, cuidam apenas de questões higiênicas e biológicas. Há divergência entre juristas. Boa parte deles não vêem crime em ato sexual praticado por homem solteiro ou viúvo com mulher maior de 21 anos, meretriz. Eles condenam moralmente, mas não juridicamente. Quem deve ser punido é o explorador delas, o gigolô. Tais indivíduos vivem ás custas de mulheres ou realizam tráfico e consta no código penal brasileiro no artigo 230. Nem sempre são homens.O tráfico de prostitutas é crime internacional. Somente a partir da 2ª metade do século passado, o governo de vários países concluíram acordos para o controle deste crime. Em geral, são jovens recrutadas em pequenas cidades do interior, com destino a meretrícios nas grandes cidades.

2187-Transplante cardíaco:Um pioneiro esperto


O brasileiro Zerbini poderia ter sido o primeiro cirurgião a realizar um transplante cardíaco em seres humanos. A partir de 1960, oito equipes ao redor do planeta treinavam cães para a façanha. O acordo era de só transplantar quem tivesse na mesa de operação um paciente condenado e encontrasse em poucas horas, um doador com morte cerebral. A oportunidade surgiu em fevereiro de 1967, no Hospital das clínicas em S. Paulo, onde Zerbini trabalhava. Mas ele foi proibido de fazer a cirurgia pela direção do hospital que, cautelosa, não se contentava com os 125 cachorros transplantados por sua equipe. 10 Meses mais tarde o médico sul-africano Chistiaan Barnard foi o pioneiro. Tendo realizado ainda menos cirurgias caninas do que Zerbini, ele operou Lois Washkansky , que não era um paciente condenado. Graças a Zerbini, o Brasil acabou sendo o terceiro país do mundo a realizar um transplante cardíaco, em maio de 1968.

2186 – Curiosidades do Mundo Animal


O gigantismo é uma característica de animais da pré-história

Eles possuem audição aguçada, podendo facilmente detectar passos de um camundongo. Suas presas pesam mais de 100 quilos e um só come 125 quilos de folhagens e bebe 200 litros de água por dia. Sua tromba siga 10 litros de água de uma só vez. A tartaruga possui uma carapaça que nada mais é do que a própria pele que engrossou, ficando dura como osso e só conseguem colocar a cabeça e as patas para fora. Um carneiro fornece por ano 5 Quilos de lã e 100 litros de leite.
Os morcegos são os únicos mamíferos que voam, alguns outros apenas planam.

A preguiça justifica o nome. Movimenta-se de noite e dorme de dia mais de 18 horas. Tem um pescoço que pode girar até 180°, não precisando mexer o corpo.
O camaleão pode mover seus olhos para os dois lados diferentes ao mesmo tempo.
O salto em distância do canguru corresponde a 10 metros, o do sapo 5,5 metros. No salto em altura o canguru alcança 2,70m, o coiote 1,20M e o puma 3,10m.
O avestruz mede de 1,80m a 2,50m; a altura de um camelo. Girafas atingem os 7 m, o equivalente a um prédio de 2 andares.
A mula é o resultado do cruzamento do burro e a égua.
Uma só andorinha não faz verão, mas come em um dia 2 mil moscas.
A anta é o maior mamífero terrestre do Brasil. Dois metros de comprimento, 1m de altura e pesa quase 300 quilos.
Girafa – Apesar do tamanho de seu pescoço, ele tem apenas 7 ossos como o do homem e sua cabeça fica a mais de 2 metros do coração, que é 43 vezes maior que o humano. A maior cobra não é a jibóia e sim a Píton reticulada do sudeste asiático e que pode atingir 10 metros. Os elefantes quando em perigo, formam um círculo em que os mais fortes protegem os mais fracos. A temperatura de um sapo pode ser de 10°C. Répteis e anfíbios são picilotérmicos e a temperatura do organismo depende da do ambiente. O camelo bebe 120 litros de água em 10 minutos e retém a água por 8 dias podendo andar de 200 a 270 km por dia. Girafas e ratos são ainda mais resistentes, conseguindo ficar sem água mais tempo. O porco espinho tem em média 30 mil espinhos, o que faz dele um excelente nadador porque os espinhos o ajuda a flutuar.
Os mais lentos – O tempo de cada um para percorrer uma distância de 100 metros. A centopéia por ex. faz em 3 minutos e 25 segundos. Caracol – 2 horas e 4 minutos Tartaruga gigante : 22 minutos Preguiça 22 minutos Aranha : 8 minutos e 40 segundos Velocidade de vôo : o avestruz corre a 80 km por hora e não pode voar como a Ema e o Pingüim – Falcão 160 km/h Gaivota – 60 km/h Pombo – 100 km/h Águia 160 km/h Andorinha 170 km /h Borboleta 23 km/h O vocabulário do papagaio nunca chega a ter mais do que 20 palavras. Touros não distinguem cores em touradas o que irrita o touro é o movimento e não a cor da capa. Um pica- pau pode dar 100 bicadas numa árvore por minuto. Um beija-flor bate as asas 90 vezes por segundo, quatro vezes mais rápido que uma libélula e voa para frente, de costas e de cabeça para baixo. Procura nectar em 2 mil flores todos os dias.
A girafa já nasce com 2 metros. Não se deitam para dar a luz e os filhotes despencam de uma altura de 2,5m. Velocidade – Como sabemos, o guepardo Ou cheeta é o animal mais rápido do planeta, atingindo uma velocidade de 110 km/h. O homem alcança no máximo 43 km/h.(superatletas, é claro) Antílope – 98 km/h leão – 80 km/h Gazela – 80 km/h Cavalo – 75 km/h Raposa – 67 km/h Zebra – 65 km/h Hiena – 65 km/h Coelho – 55 km/h Girafa – 50 km/h Veado – 48 km/h Gato – 48 km/h Rinoceronte 45 km/h Elefante – 40 km/h Pingüim 37 km/h Cobra 32 km/h Peru 24 km/h Esquilo – 20 km/h Porco 17 km/h.

Animal ovíparo – Período de incubação
Albatroz – 79 dias Avestruz – 42 dias Cisne – 30 dias Faisão – 22 dias Falcão – 29 dias Galinha – 22 dias Ganso – 30 dias jacaré – 61 dias Pato – 28 dias Peru – 26 dias pingüim – 63 dias Pombo – 18 dias Tartaruga do mar – 55 dias. O filhote de boi recebe 3 nomes : vitelo, novilho e bezerro. Alguns filhotes de baleia mamam 500 litros de leite por dia. O urso cinzento nasce com meio quilo. Em um ano atinge 90 quilos. O polar nasce com 7 quilos e chega a 725 na fase adulta.

Gestação animal
Uma cegonha passa 30 dias chocando e bota de 3 a 5 ovos por vez vejamos a seguir o tempo médio de gestação dos animais : ANTA – 390 DIAS BALEIA – 365 A 547 DIAS BURRO – 365 DIAS CABRA – 151 DIAS CACHORRO – 63 DIAS CAMELO – 406 DIAS CAVALO – 330 DIAS CHIMPANZÉ- 237 DIAS COELHO – 30 DIAS ELEFANTE INDIANO – 624 DIAS ESQUILO – 44 DIAS – GATO- 63 DIAS – GIRAFA 425 DIAS – HIPOPÓTAMO – 240 DIAS – LEÃO –100 DIAS – LEÃO MARINHO – 350 DIAS – LEOPARDO – 98 DIAS – LOBO – 63 DIAS – MACACO- 164 DIAS PORCO – 112 DIAS RAPOSA – 52 DIAS – RATO – 19 DIAS RINOCERONTE – 560 DIAS TIGRE 105 DIAS – URSO POLAR – 240 DIAS URSO PRÊTO – 219 DIAS VACA – 284 DIAS – VEADO – 201 DIAS E FINALMENTE A ZEBRA COM 365 DIAS.
Biodiversidade Espécies da América do norte – Águia, alce, bisão, cangambá, castor, coiote, condor, crocodilo, esquilo americano, lince, lobo, morsa, peru selvagem, urso branco. América do sul – Anta, arara, capivara, guará, lhama, onça, preguiça, tamanduá-bandeira, tatu. Europa – Cabrito montês, cavalo selvagem, cegonha, falcão, javali, lebre, lontra, marmota, ouriço, pato selvagem, porco-espinho, raposa. África – Avestruz, chacal, chimpanzé, dromedário, elefante, girafa, gorila, hiena, hipopótamo, leão, leopardo, rinoceronte, zebra. Antártida – Albatroz, leão marinho, pingüim. Ásia – Antílope indiano, camelo, elefante asiático, faisão, leopardo negro ou pantera, oragotango, panda , pavão, raposa polar, rinoceronte asiático, tigre. Oceania – Cacatua, canguru, cisne negro, coala, diabo da Tasmânia, dingo, elefante marinho, ornitorrinco, quivi.

2185-Mega Notícias AIDS – Usando um vírus contra o outro


Cientistas da Harvard, nos EUA, descobriram que os portadores de HIV – 2 são aparentemente imunes ao HIV –1; os 2 vírus são causadores da doença, mas o do tipo 2 é a versão light : seu poder de transmissão é menor e seus portadores demoram muito mais para apresentar os sintomas da doença. A equipe da universidade monitorou a saúde de 756 prostitutas de Senegal durante 9 anos. Do total, 618 não estavam infectadas por nenhum vírus. Ao longo do estudo, 61 pegaram HIV-1, mas as outras que já estavam infectadas com o HIV-2 destas, só 4% foram atingidas pelo HIV-1. A esperança agora é a de que enfraquecendo ainda mais o HIV-2 por meio de engenharia genética, ele possa ser usada para a produção de uma vacina que crie anticorpos contra o HIV-1.

Astronomia
Astrônomos flagraram planeta-bebê em estrela fora do Sistema Solar Pesquisadores capitaneados por Johny Setiawan, do Instituto Max Planck de Astronomia (Heidelberg, Alemanha), flagraram um bebê cósmico. Trata-se do primeiro planeta recém-nascido detectado fora do Sistema Solar, que fica na constelação de Hidra. O astro é um gigante gasoso, como Júpiter, e dá uma volta completa em torno de sua estrela a cada três dias e meio. Estima-se que ele tenha se formado há apenas 10 milhões de anos, o equivalente a 0,2% da idade do Sistema Solar. A pesquisa está na última edição da revista científica “Nature”.

2184-Os principais antibióticos


Os principais antibióticos são Streptomicina, de ação eficaz contra a tuberculose e a meningite tuberculosa; Aureomicina, contra certos vírus; Cloromicetina, contra certos vírus; Terramicina, contra diversos outros agentes patogênicos de origem bacteriana, temos a tirotricina, a gramicidina e a bacitracina entre os primeiros que foram isolados. Os atuais antibióticos são de quinta geração pois as bactérias possuem mecanismos que neutralizam a ação dos primeiros, repassando a características as suas descendentes.
Sobre a questão da resistência bacteriana, comentaremos em outro capítulo.

Como já vimos, a descoberta da penicilina foi obra do acaso, embora muitos não acreditem em acaso. Mas o fato é que o cientista trabalhava sobre culturas de Staphylococcus, quando teve a atenção despertada por uma cultura que havia sido invadida por um mofo esverdeado, e notou que as bactérias não se desenvolviam em torno da mancha do referido mofo. A medida que aumentava o mofo, as bactérias desapareciam, como se estivesse produzindo substâncias capazes de destruí-las. Do mesmo gênero de cogumelo que produz a penicilina, é o Penicillium Roquefortil, também um mofo esverdeado, utilizado na fabricação dos famosos queijos Roquefort.

O primeiro grande impacto no campo da quimioterapia se deu em 1935 com a descoberta do poder microbicida das sulfamidas. O emprego das sulfas constituiu uma verdadeira revolução no tratamento de certas doenças infecciosas . Durante a Segunda guerra mundial, 1939-1945, os grandes laboratórios no EUA, conseguiram fabricar em escala comercial, o primeiro antibiótico, descoberto em 1928, pelo eminente pesquisador inglês Sir Alexandre Fleming – a penicilina. É elaborado por um cogumelo do gênero Penicillun notatun, 10 anos de estudos foram necessários para que ela pudesse ter sido isolada e obtida em estado puro. Hoje pode ser obtida sinteticamente.

2183-☻Mega Curiosidades:Submarinos nucleares, qual a diferença?


Eles não carregam armamentos nucleares, o que muda é o combustível, que é de propulsão nuclear. A hélice que movimenta os dois tipos de submarinos é movida por um motor elétrico alimentado por baterias. No caso da embarcação convencional, a bateria é alimentada por um motor a diesel. Seu problema é que o motor funciona por meio de combustão e para que isso aconteça é preciso ar. Nas profundezas não existe ar e o oxigênio que está no interior do submarino é disputado pelo motor e pelos tripulantes. A nave tem que subir a superfície para se reabastecer de ar, o que é perigoso por que a embarcação pode ser localizada. No caso dos submarinos nucleares, o motor a diesel é substituído por um reator que gera energia por meio de fissão de átomos de elementos químicos ( principalmente urânio) . A energia produzida é armazenada nas baterias que alimentam o motor elétrico.

Por quê a barriga ronca?
O ronco é provocado por fortes contrações na parede do estômago que acontecem em pequenos intervalos de tempo. Ao atravessar o abdome, onde há partes ocas, o barulho é aumentado, como se estivesse dentro de uma caixa de ressonância. Fica assim audível e, as vezes deixa muita gente envergonhada. As contrações do estômago, disparadas pelo sistema nervoso central, são uma forma de o órgão se preparar para receber os alimentos. O horário em que elas acontecem varia bastante, surgem antes dos períodos em que a pessoa está acostumada a comer, para quem não tem horários regulares, aparece entre 5 e 8 horas de jejum.

2182- O que é a fusão a frio?


É uma reação da fusão nuclear em que ocorre perto das condições de temperatura e pressão normais em vez dos milhões dos graus requeridos para reações da fusão do plasma. A fusão a frio é o termo popular usado para o que é chamado agora “energia fraca”. A reivindicação inicial da fusão a frio foi relatada primeiramente por Martin Fleischmann e por Stanley Pons na Universidade de Utah em Março de 1989. Este anúncio era notícia de primeira página por algum tempo, e gerava uma controvérsia incrível, mas o debate público diminuído rapidamente e a fusão fria foram rejeitados geralmente pela comunidade científica. Apesar disso, depois de 1989 muitos cientistas observaram experimentalmente excesso de calor, trítio , hélio e mutações nucleares. Estas experiências usam uma grande variedade de métodos.

2181-Astronáutica: Sondas, foguetes e estações espaciais


Ciência que se dedica à exploração do espaço cósmico. A história da astronáutica no século XX pode ser dividida em três períodos: o das descobertas realizadas até o fim da II Guerra Mundial, o da corrida espacial entre EUA e URSS e o dos projetos pós- Guerra Fria.
Entre as descobertas realizadas até 1945 destacam-se as primeiras tentativas de fazer voar foguetes espaciais. Esses aparelhos experimentais foram criados com base na idéia de atacar adversários com mísseis, como os famosos V-1 e V-2 alemães. É assim que nascem os lançadores de satélites e de naves espaciais de hoje.
Durante a corrida espacial, a longa disputa entre EUA e URSS resulta em grandes avanços científicos e tecnológicos, especialmente nas áreas da aeronáutica, de telecomunicações e de produção de armamentos. A disputa começa de fato em 1957, ano em que os soviéticos lançam o Sputnik 1, primeiro satélite artificial a entrar em órbita. Um mês depois sobe o primeiro ser vivo, a cadela Laika, a bordo do Sputnik 2. A reação dos EUA vem em 1958, com a criação da Nasa, responsável pelo programa espacial norte-americano. No mesmo ano ela lança seu primeiro satélite artificial, o Explorer 1. Nos anos seguintes, as duas potências investem em projetos pioneiros de exploração da Lua (pela nave russa Luna) e de reconhecimento dos planetas Vênus (pela russa Venera e pela norte-americana Mariner), Marte e Mercúrio (pela norte-americana Mariner).

Conquista da Lua – A década de 60 começa com um novo objetivo – o de colocar o homem no espaço. A URSS sai novamente na frente. Faz a primeira viagem tripulada, a de Iuri Gagárin, em 1961, e seis anos depois lança a Soyuz 1, um projeto experimental para levar um homem à Lua. Mas a conquista da Lua, ponto culminante da corrida espacial, é realizada pelos EUA em 1969. No dia 20 de julho, o módulo lunar Eagle, da nave Apollo 11, pousa no satélite e o astronauta Neil Armstrong (1930-) torna-se o primeiro homem a pisar em outro corpo celeste. A bandeira dos EUA é fincada no solo lunar, simbolizando esse importantíssimo passo norte-americano na corrida espacial.
Após a conquista da Lua, a prioridade da exploração do espaço passa a ser a pesquisa científica e tecnológica, viabilizada com a construção de estações e ônibus espaciais e com o lançamento de sondas espaciais.
Estações espaciais – Em 19 de abril de 1971, os soviéticos lançam sua primeira estação orbital, a Salyut, na qual são realizados vários tipos de pesquisa científica na ausência da gravidade. A contrapartida norte-americana é a Skylab, lançada em maio de 1973 e desativada em 1979. Em 1986, os soviéticos realizam o mais sério esforço, e o único até agora, para efetivamente estabelecer grupos de homens no espaço: colocam em órbita a estação orbital permanente Mir. Ela continua no espaço até hoje, viabilizando nesses 12 anos de operação a permanência de diversos astronautas em órbita por períodos longos, de até um ano, e supera inúmeros acidentes. Em junho de 1997 acontece o décimo e mais grave acidente na estação, então ocupada por dois astronautas russos e um norte-americano. A nave de suprimentos não tripulada Progress choca-se com a Mir durante manobras de acoplamento. O acidente provoca 10% de despressurização, reduz em 50% o fornecimento de energia e dificulta a comunicação com a Terra
Ônibus espaciais – Na década de 70, os projetos mais importantes têm a ver com a exploração dos grandes planetas externos do sistema solar. Um por um, os mundos distantes são esquadrinhados espetacularmente pelas sondas norte-americanas Voyager. A Voyager 1, lançada em 1977, visitou Júpiter e Saturno, e a Voyager 2, que partiu no mesmo ano, atingiu Júpiter, Saturno, Urano e Netuno. Atualmente, ambas se encontram fora do sistema solar.
No início da década de 80, os EUA desenvolvem seu projeto de ônibus espacial, o Space Shuttle, idealizado para facilitar as viagens tripuladas entre a Terra e as estações orbitais, para missõesde lançamento, reparo e remoção de satélites artificiais e para pesquisas científicas. O programa é inaugurado em abril de 1981, com o lançamento do Columbia, e interrompido em 1986, por causa de um acidente com o segundo ônibus da série, o Challenger. Ele explode tragicamente ao partir para a décima missão e leva à morte os sete tripulantes. Dois anos e meio depois, o programa é retomado com o ônibus espacial Discovery

Sondas espaciais – PROJETOS PÓS-GUERRA FRIA – Os anos após o fim da Guerra Fria foram pouco produtivos para a astronáutica. As potências mundiais sofreram com a recessão econômica e, na redefinição os objetivos estratégicos, a competição espacial ficou em segundo plano. Apesar disso, há alguns projetos de grande porte, com destaque para o telescópio espacial Hubble, a nave Galileu, a Estação Espacial Internacional Alpha, a exploração de Marte e o Neat.
Telescópio espacial Hubble – É lançado pelos EUA em 1990 para observar e fotografar objetos astronômicos jamais vistos, como estrelas em formação e novas galáxias. Tem alcance de 14 bilhões de anos-luz (1 ano-luz equivale a 9,5 trilhões de km). Em 1997 sofre sua segunda reforma (a primeira foi em 1993), que o coloca em uma órbita 15 km mais alta, a 625 km da Terra. Ganha maior precisão, sendo capaz de captar imagens de objetos mais distantes e de observar melhor buracos negros.
Nave Galileu – A exploração do sistema solar entra em nova era com o lançamento da nave Galileu em 1989. Com 2,5 t, ela percorre a órbita da Terra, da Lua e de Vênus até chegar a Júpiter, em dezembro de 1995. Para vencer os 780 milhões de km que separam este planeta da Terra, a nave aproveita a força gravitacional de outros astros. Ao chegar a Júpiter, ela penetra a atmosfera do planeta e lança a sonda Galileu, de 355 kg. Durante 75 minutos, a Nasa recebe informações sobre a estrutura e a composição da atmosfera até a sonda ser destruída pela enorme pressão atmosférica. A nave, porém, continua a pesquisa dos satélites de Júpiter – Io, Ganimedes, Calisto e Europa. Um dos resultados, divulgado em 1997, confirma a existência de um imenso oceano debaixo da superfície congelada de Europa.
Estação Espacial Internacional Alpha (Issa) – Com o envelhecimento da estação russa Mir, surgiu a idéia de estabelecer uma segunda base permanente de pesquisa no espaço. Começou assim o esforço para montar a Issa, que é um programa coletivo, envolvendo a Federação Russa, os EUA, o Canadá, a Europa e o Japão. O Brasil e outros países pobres também participam. A primeira etapa dessa cooperação começou em 1995, com o acoplamento do ônibus espacial norte-americano Atlantis à Mir, formando o maior complexo espacial já colocado em órbita.
Entre 1999 e 2002, a estação deverá ser finalizada com os módulos suplementares e os sistemas fornecidos por Canadá, Japão, Brasil e Europa, num total de 30 lançamentos. De acordo com a previsão, ela pesará 415 t e estará girando em uma órbita circular a 420 km de altitude. Seis pesquisadores deverão trabalhar permanentemente. O projeto deve consumir US$ 15 bilhões. No final de 1998 prevê-se um atraso de três anos na data para o primeiro vôo da Issa. O módulo central, que forma o corpo da estação, está praticamente pronto, na Federação Russa, mas os problemas políticos internos impedem a finalização. A nova data, provisória, para o lançamento está marcada para 2005.

Exploração de Marte – Em julho de 1997, a sonda Mars Pathfinder pousa em Marte. Lançada pela Nasa, tem o objetivo principal de pesquisar a atmosfera e o solo do planeta, além de verificar se existiu água na forma líquida, uma das condições para a vida em Marte. A sonda leva consigo um pequeno robô, o Sojourner, uma espécie de triciclo movido a luz solar e equipado com uma câmera de televisão, seis rodas, garras metálicas e suspensão adaptável a qualquer tipo de terreno. Manobrado da Terra, a mais de 190 milhões de km, recolhe amostras do solo e envia os dados de volta à Terra. Essa missão deve estender-se até 2005. Em setembro de 1997, a sonda Mars Global Surveyor entra na órbita de Marte para realizar a cartografia de todo o planeta e um estudo do clima.
Neat – Sigla em inglês para Programas de Rastreamento de Asteróides Próximos da Terra. O projeto pretende estudar as órbitas de cometas e asteróides que apresentam risco de colisão com a Terra. Entre os observatórios envolvidos destacam-se o de Steward, no sul do Arizona, desde 1989, e o da ilha de Maui, no Havaí, instalado em 1995.