Mega memória – Corrupção – Caso LBA


A auditoria interna da extinta LBA investigou o rombo de 1 milhão de dólares na superintendência regional de Alagoas e apontou indícios de envolvimento ou conivência da direção nacional da entidade. Na época era presidida pela ex primeira dama Rosane Collor. Apesar dos indícios, a auditoria não investigou o papel da direção nacional no caso. O rombo, segundo o relatório da auditoria representava cerca de 25% dos recursos encaminhados para a LBA, em Alagoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s