A salvação de Veneza


Veneza é a cidade italiana onde as ruas são cursos de água, padece cada vez mais com as marés. Ela é invadida pelas águas porque seus canais vem sendo assoreados por detritos urbanos e o solo está se acomodando alguns milímetros a cada ano, elevando o nível do mar e colocando em risco monumentos seculares da civilização. Mas já existe uma solução que salvou a cidade. Consistiu na construção de 3 barreiras com 15 metros de altura no qual foram erguidas na entrada do Mar Adriático, que fica próximo a cidade. Ao menor sinal de aumento de maré, as barreiras bloqueiam as águas, através da injeção de ar comprimido, e evitaram as enchentes. O projeto ficou concluído em 1995.

Mega Polêmica – Bíblia, verdade ou lenda?



Mega Polêmica – Bíblia, verdade ou lenda?
Descobertas arqueológicas recentes indicaram que a maior parte das escrituras sagradas não passa de lenda

No século 16, quando Galileu defendeu a tese de que a Terra não era o centro do universo, foi a primeira batalha entre a ciência e a religião. Galileu teve que negar suas idéias para não ser queimado vivo, mas pouco a pouco, a religião perdeu a autoridade para explicar o mundo. Darwin lançou depois a sua teoria da evolução das espécies e o fosso entre a ciência e a religião aumentou ainda mais. Nas últimas décadas, a bíblia passou a ser alvo de estudos como a filologia, a arqueologia e a história. E os cientistas estão provando que o livro mais famoso da história da humanidade é na verdade em sua maior parte, uma coleção de mitos, lendas e propaganda religiosa.
Primeiro livro impresso por Guttemberg, no século 15 e o mais vendido da história, reúne escritos para as 3 grandes religiões monoteístas: judaísmo, islamismo e cristianismo. Trata-se de uma biblioteca de 73 livros escritos em momentos históricos diferentes. O velho testamento que é aceito como sagrado pelos judeus, cristãos e muçulmanos e composto por 46 livros que pretendem resumir a história do povo hebreu. Os primeiros 5 livros compõem a Tora do judaísmo e em grego receberam o nome de Pentateuco. São considerados históricos porque pretendem contar o que aconteceu desde o início dos tempos, incluindo a criação do homem até o dilúvio. O Instituto de Arqueologia de Tel Aviv publicou uma obra que causou choque em estudiosos de arqueologia da bíblia porque reduziu ao relatos do antigo testamento a uma coleção de lendas inventadas a partir do século 7 Ac. O Gênesis foi visto como uma epopéia literária, o mesmo vale para as conquistas de Davi e as descrições do império de Salomão.
O Novo Testamento – O núcleo central são os 4 evangelhos, a palavra evangelho significa “boa nova”, e a intenção desses textos é clara: propagandear o cristianismo. Os chamados sinóticos, que contam a mesma história, seriam a prova de que os fatos realmente aconteceram, mas o problema é que tais textos não foram escritos pelos evangelistas em pessoa, como muitos supõem, mas por seus seguidores entre os anos 60 e 70, décadas depois da morte de Jesus, quando as versões já estavam contaminadas pela fé e por disputas religiosas. Os cristãos estavam sendo perseguidos e mortos pelos romanos e alguns dos primeiros apóstolos estavam velhos e doentes. Para que a mensagem não caísse no esquecimento, Marcos foi o primeiro a coloca-la no papel e Mateus e Lucas tiraram do texto anterior situações que lhes pareciam heresias. Em Marcos, Jesus é uma figura estranha que precisa fazer rituais de magia para conseguir um milagre. Alguns fragmentos de evangelhos apócrifos fizeram parte de uma biblioteca cristã, descoberta em 1945 em cavernas do Egito.
Os pergaminhos do Mar Morto foram achados em 1947 e criaram a expectativa de que pudesse haver ligação entre Jesus Cristo e os essênios, uma corrente religiosa asteca que viviam isolados em comunidades á espera do messias. Mas essa teoria também foi demolida.
O Dilúvio – O que intriga os pesquisadores é o fato de que uma história parecida existe em um texto babilônico. Parte do mistério foi desvendado: a narrativa de gênesis é uma apropriação do mito mesopotâmico. Os hebreus entraram em contato com os babilônios na época do exílio. Em 538 Ac, Ciro permitiu o retorno dos judeus á Palestina. Os escribas passaram então a reescrever o gênesis, para de alguma forma, dar sentido teológico a experiência do exílio. Por volta do ano 5600 Ac, no final da última era glacial, o mar Mediterrâneo ameaçava invadir o território hoje ocupado pela Turquia. Um imenso vale de terras férteis foi inundado em 2 ou 3 dias, os povos fugiram ás pressas e o mais provável é que a maioria tenha morrido. Os sobreviventes, porém, tiveram uma história terrível para contar. Um caçador de tesouros submersos, o mesmo que encontrou os restos do Titanic, analisou com suas sondas o fundo do Mar Negro e encontrou restos de construções primitivas e a análise da lama colhida provou que há 7600 anos, ali existia um lago de água doce, provando a hipótese do grande dilúvio do Mar Negro.

Cinema, técnica de dublagem


Gladiador, clássico recente do cinema

A técnica de fundo projetado é criada para dar sensação de vôo. Projeta-se cenas aéreas sobre uma grande tela ao fundo, a alguns centímetros do solo, pendura-se ou coloca-se a pessoa ou objeto que deve voar. Em seguida filma-se em sincronismo com o projetor de fundo. A maioria dos filmes não registra a trilha sonora simultaneamente a imagem, o som é colocado posteriormente através da dublagem, em estúdios especializados.
Em seguida o filme é finalmente colocdo no projetor e exibido na tela. O carretel é introduzido no compartimento e cada fotograma é exposto a uma fonte de luz, enquadrada por uma pequena janela. A bitola super 8 é um aperfeiçoamento do filme convencional de 8 mm, usado por cineastas amadores, onde a área do fotograma é ampliada em 43%. Esse sistema tem custos bem inferiores aos de 16 mm.
É uma ilusão de ótica que conta com 3 elementos : a câmera, a moviola e o projetor. Por sua importância na cultura contemporânea é chamado de 7ª arte. Trata-se de uma fita semelhante a uma tira de slides, ao se projetar,o filme a uma velocidade de 10 fotogramas por segundo. Já não é possível a visualização de cada uma isoladamente. A ilusão é causada por um fenômeno chamado persistência da imagem deste ainda permanece por um décimo (0,1) de segundo. Se nesse meio tempo visualizarmos outra imagem semelhante, haverá uma soldagem e ambas serão registradas como uma. A câmera cinematográfica funciona a 24 quadros por segundo e o registro sonoro é feito em um gravador. A película é levada ao laboratório, que revela a imagem positiva em outra transparente.
O mesmo se dá com a fita magnética levada ao laboratório para a revalação do som ótico. A seguir ambas passam a trabalhar na moviola. A montagem permite muita criatividade no contexto dessa arte. Não se trata apenas de eleiminar as tomadas impróprias ou supérfluas. A primeira cópia chamada copião serve de base para a montagem de um negativo que retorna ao laboratório para a revelação da cópia definitiva contendo a imagem e som no mesmo filme. A câmera dispõe de objetiva, difragma e obturador, como uma câmera fotográfica. A diferença é o motor que traciona a película a uma velocidade constante.

Nem sólido, nem líquido, nem gasoso


Átomos de rubídio foram a apenas 170 bilionésimos de graus C absoluto. Foi criado um novo estado da matéria, o condensado de Bose- Einstein que confirma a teoria do cientista feita em 1924. O comportamento dos átomos da matéria dá a ela superfluidez e outras propriedades diferentes de tudo o que já se viu, podendo ser comparado a um raio laser. Quanto mais frio for um material, menor será o movimento de seus átomos. No zero absoluto estão completamente paralisados. A façanha foi realizada por uma entidade ligada á Universidade do Colorado, EUA.

Um trambolho rebocado


10 Barcos rebocaram a maior plataforma de petróleo do mundo, a Troll da companhia inglesa Shell. Foi a maior estrutura já deslocada na Terra, até então. Com 472 metros de altura e peso total de 100 mil toneladas, 15 vezes mais que a torre Eiffel. Saiu do Porto de Stavanger na Noruega, para se estabelecer em uma região do mar do norte em outra cidade da Noruega. Pode durar 50 anos em regiões propensas a furação.

O prestígio de Jenner


O imperador francês Napoleão Bonaparte tinha ódio mortal á Inglaterra e a tudo o que fosse inglês. Mas sábio como era, nunca deixou que esse preconceito suplantasse seu interesse pela ciência e pelos novos conhecimentos que pudessem melhorar a saúde pública de seu país. Quando soube que o cientista inglês Edward Jenner (1749-1823) descobrira a vacina contra a varíola, no final do século 18, o imperador teve dúvidas, mandou vacinar seu próprio filho. Logo depois em 1803, começou a guerra entre França e Inglaterra. Em consequência muitos ingleses foram feitos prisioneiros. Entre eles, 2 amigos de Jenner. Decidido a interceder por eles, o cientista mandou uma petição ao imperador. Apesar do desapreço, o amor á ciência prevaleceu. Antes de rejeitar o apelo, Napoleão ouviu uma observação da imperatriz Josefina : era um pedido de Jenner. Ele parou e refletiu: “Jenner? Nada podemos negar a esse homem.” E os ingleses foram

Enjôos matinais


Náusea e vômitos são problemas comuns no início da gravidez e ocorrem devido a mudanças hormonais. Não causam mal ao bebê, que continua a receber toda a mutrição necessária. Antes de tomar qualquer remédio para enjôo deve se consultar um médico, pois eles podem passar apara a placenta, prejudicandom o bebê. Raramente são tão sérios a ponto de exigirem internação hospitalar. A mullher grávida e a lactante necessitam de mais ferro, ácido fólico, cálcio e outros nutrientes. Por isso, nessa época costuma-se recomendar Suplementos de ferro.

Vitaminas


Existem preparados multivitamínicos e de sais minerais que contém vários nutrientes, em diferentes dosagens. Muitas vezes, alguns contén a dose diária recomendada, portanto consulte um médico antes de começar a tomar ou dar a seus filhos um determinado suplemento. Os que contém apenas uma vitamina ou sal mineral podem causar problemas. Bebidas energéticas, doces, ajudam a fornecer glicose para os músculos dirante execícios prolongados, como maratonas. Entretanto, durante exercícios menos prolongados é melhor tomar água para repor os líquidos perdidos através da transpiração.

Asteróides


Uma rocha informe com 200 Km de diâmetro, Quíron tem sido um problemético corpo celeste desde a sua descoberta em 1977. Os astrônomos simplesmente não sabem dizer se ele é um asteróide ou um gigantesco cometa. Muito maior por ex que o Harley, que tem 12 km de diâmetro, ele inicialmente aia como um asteróide fora do lugar, pois girava próximo dos distantes Netuno e Urano e não entre Marte e Júpiter, o território tradicional dos asteróides. Nos últimos anos porém, ele está se aproximando do centro do Sistema Solar, e ao ser aquecido pelo Sol, começa a ejetar poeira e gases de sua massa. A cauda dos cometas são um envoiltório de gases e poeira. Mas os cometas despencam para o Sol de regiões muitíssimo mais distantes que Plutão, o último planeta conhecido. Quíron parece ser uma exceção á regra.

Efeito Aquecimento



Não se trata, porém, de um cenário apenas de restrições. Os riscos alardeados por embaixadores do aquecimento global, como o ex-vice-presidente americano Al Gore, estão abrindo um novo caminho de oportunidades de negócios. Uma leva de investidores está colocando bilhões de dólares em novas empresas do segmento de energias renováveis em várias partes do mundo — inclusive no Brasil. Alguns países estão empreendendo esforços para mudar a base energética de suas economias e aumentar o aproveitamento das matérias-primas por meio de programas gigantescos de reciclagem. Grandes corporações em todo o mundo estão economizando outros bilhões de dólares ao mudar a maneira como lidam com recursos como água e energia.
Vejamos alguns números aqui:
Um novo e pujante mercado de créditos de carbono começa a ganhar relevância.
O que se vê hoje são sinais de que o cenário do aquecimento global está fazendo emergir uma nova economia. A ruptura mais estrutural é o esforço de nações inteiras, como a Alemanha, para mudar a base energética de combustíveis fósseis — que sustentou a expansão da economia mundial desde a Revolução Industrial — para alternativas renováveis. De acordo com o instituto de pesquisa New Energy Finance, os investimentos mundiais em toda a indústria de energia renovável chegaram a cerca de 60 bilhões de dólares em 2006 — o dobro do volume aplicado em 2004. Analistas acreditam que os negócios que envolvem energia limpa deverão crescer de 20% a 30% por ano nas próximas décadas em todo o mundo. (Alguns desses dólares estão respingando também no Brasil. Recentemente, o grupo português HLC anunciou que destinaria 2,5 bilhões de reais para a construção de uma usina de energia eólica no Nordeste brasileiro.)
O mercado de crédito de carbono também começa a movimentar cifras impressionantes. "A gestão do balanço energético dentro das empresas começa a se tonar tão relevante quanto a gestão do balanço financeiro", disse a uma revista de circulação nacional. Rafael Marques, vice-presidente da Bolsa do Clima de Chicago, a primeira do mundo a negociar créditos de carbono. Em recente artigo publicado pela Harvard Business Review, o americano Michael Porter, um dos maiores especialistas em estratégia empresarial da atualidade, mostra que o conceito de sustentabilidade — que se apóia nos aspectos ambiental, social e econômico-financeiro — deve ser visto como uma oportunidade de negócio e ser levado ao centro da estratégia das companhias.
Algumas empresas já começam a ocupar esses novos espaços. A japonesa Toyota é um dos melhores exemplos. O modelo Prius, lançado em 1997, com motor que funciona com base em um sistema híbrido de eletricidade e gasolina, conseguiu não apenas diminuir a emissão de gases tóxicos como também garantir à montadora uma enorme vantagem competitiva.
Segundo ele, a ruptura causada pelo aquecimento global pode representar uma fonte de inovação e de vantagem competitiva. Os ingredientes necessários para a criação de uma nova economia estão todos aí.

Calor global



Desequilíbrio nas correntes entre o Atlântico Norte e o Atlântico Sul fará o Brasil sofrer com furacões e outras tragédias decorrentes do aquecimento do planeta
Furacões devastadores, chuvas torrenciais, frio nos trópicos, secas sem fim, doenças e pestilência espalhando-se pelos campos e cidades, comunidades costeiras inundadas. Parece até que estou lendo uma lista de pragas bíblicas. Mas não é isso, infelizmente. Essas são algumas das conseqüências do aquecimento global, termo usado para descrever o aumento de temperatura causado pelo crescimento do efeito estufa, provocado pelo acúmulo de gases poluentes na atmosfera. Poucas questões são mais urgentes. Nosso futuro, o futuro dos nossos filhos, dependem das decisões que tomaremos agora. Ignorar isso é demonstrar o egoísmo da nossa geração.

Nos últimos anos, algo de trágico ocorreu com relação à questão do aumento de temperatura global. Sabemos hoje que não há dúvida que a temperatura média global está aumentando. A última década foi a mais quente dos últimos 150 anos. Esse aumento de temperatura já está causando mudanças no nosso planeta. Dentre elas, o degelo das calotas polares. O degelo, por sua vez, eleva o nível do mar e causa uma mudança na concentração de sal nos oceanos. As águas do Atlântico Norte, que mantêm as temperaturas relativamente quentes da Europa, irão se resfriar. (É, para nós no Brasil pode parecer frio lá, mas, comparada com a temperatura nas mesmas latitudes na América do Norte, a Europa é relativamente quente.) Existe um equilíbrio entre as correntes do Atlântico Norte e do Atlântico Sul. Esse equilíbrio será rompido, com conseqüências para nós também. Dentre elas, o surgimento de furacões na costa brasileira e outros elementos da lista de pragas acima.

O trágico é o que ocorre com a questão do combate ao aquecimento global. Países como os Estados Unidos e a China, dentre os maiores poluidores do mundo, recusam-se a tomar as providências necessárias para diminuir a quantidade de gases ejetados na atmosfera. A ciência do efeito estufa é essencialmente a mesma que ocorre quando nos cobrimos com mais um cobertor. O calor produzido pelos nossos corpos não escapa, e a temperatura aumenta. No caso da Terra, o calor vem principalmente do Sol. Normalmente, a temperatura na superfície terrestre aumenta, mas o calor é dissipado através da atmosfera para o espaço. Com a poluição, principalmente de gás carbônico, ou CO2, esse resfriamento não ocorre de forma eficiente, e a Terra se aquece.

Milhares de cientistas do mundo inteiro, inclusive do Brasil, reuniram-se no Painel Intergovernamental de Mudança Climática (do inglês IPCC, Intergovernamental Panel for Climate Change, http://www.ipcc.ch), estabelecido pelas Nações Unidas e pela Organização Meteorológica Mundial, para estudar de forma quantitativa a questão climática.

Um painel publicou seu quarto estudo, com conclusões seriíssimas. Com uma margem de 90% de probabilidade, o painel concluiu que o aumento da temperatura global é causado pela ação humana, isto é, pela poluição. Em ciência, esse tipo de probabilidade é muito alta, praticamente certa. Ou seja, cientificamente, é praticamente certo que o efeito estufa seja obra nossa. Infelizmente, e esse é o aspecto trágico, o mundo ainda não se uniu para fazer algo de definitivo para deter o aquecimento global. Grupos de interesse tentam transformar o aquecimento global em uma questão política, sujeita ao debate. Ele, na verdade, é uma tese científica. A política deveria vir depois, para dar sustento às recomendações dos cientistas.
O painel concluiu também que, mesmo que medidas sejam tomadas agora, não surtirão efeito por décadas, tal a inércia do fenômeno. Quanto mais esperarmos, piores serão as conseqüências. Precisamos tomar conta da nossa casa. Nossos filhos merecem uma herança melhor.

O que é o Efeito Estufa?



Trata-se de um fenômeno decorrente do acúmulo de gases na atmosfera, que provocam a retenção de calor e o aumento de temperatura na Terra. Não ocorre de modo uniforme no planeta. Estima-se que a Amazônia seja uma das áreas com maior aumento de temperatura, o que pode causar a morte da Floresta Amazônica, já que maior volume de água será necessário para a execução da atual quantia de fotossíntese pelas árvores da região
Efeito Estufa também em Vênus
Como Vênus é similar a Terra, não há motivos lógicos para a altíssima temperatura medida na superfície, que gira em torno de 470°C, o suficiente para derreter chumbo. As análises feitas levaram á conclusão de que o calor absurdo vinha da imensa quantidade de CO2 no ar. Tal gás deixa a luz do Sol entrar, mas não deixa sair. É o efeito estufa, o mesmo que em escala muitíssimo menor é acusado de elevar a temperatura da Terra.

Mega Arquivo da Astronáutica


A tripulação da Discovery fotografou em maio de 1991 uma aurora austral do espaço e pode se calcular sua extensão : 6 mil km. Missões criadas para estudar o vento solar são extremamente úteis para futuros vôos tripulados fora da órbita terrestre. O satélite CRRES lançou em 1990, gás de bário no vento solar. Como o gás é avermelhado, rege com partículas ionizadas expelidas pelo Sol, foi possível estudar a dispersão do fluxo em contato com o campo magnético da Terra. Uma nave que se aventure por ex. até o planeta Marte, certamente terá que resistir a este fluxo de matéria, no caso de pretender retornar. Por sorte dos astronautas envolvidos na conquista da Lua, a década de 1960 foi de pouca atividade solar. Pesquisa-se a provável relação entre perturbações no campo magnético terrestre provocadas pelas erupções solares e o aumento de atividades vulcânicas, estes, quando entram em erupção alteram a composição química da atmosfera, pois introduzem novos gases e alteram a umidade relativa do ar. Dessas variáveis nascerão chuvas, secas ou tufões.
A estação espacial MIR (já desativada) ficou fora de controle em 1997 depois que um de seus tripulantes desconectou, por engano, um cabo de força ligado ao computador central da nave. Para se proteger e se comunicar com o controle da missão, na Rússia, a tripulação precisou se abrigar na cápsula Soyuz, acoplada á MIR.

O Rio Tietê pede água


Pinheiros, braço do Tietê também poluído

Em Salesópolis , a 96 km da capital paulista onde nasce tal rio possui águas cristalinas. Vai perdendo sua beleza no meio do caminho até se tornar no familiar Tietê que conhecemos, um esgoto ao céu aberto, que já abrigou Inclusive um jacaré, apelidado de teimoso. A sentença final é dada na ponte dos Remédios, onde com uma taxa de oxigênio zero, o Tietê morre. A cada segundo 40 mil litros de esgoto são despejados em suas águas, o equivalente a 3 caminhões tanque, ressuscitando apenas em Barra Bonita, a 270 km da cidade. Mas há uma tentativa, chamada por muitos de utópica, de despoluição, com base no Tâmisa de Londres. Para tratar esgotos que deságuam é necessário é necessário 2,6 bilhões de dólares, se a verba for conseguida a reversão da poluição em 50% será conseguida já na primeira etapa.

EVEREST


K2, outro gigante do Himalaia

E não o k-2 da cadeia do caracoram, é de fato o pico alto da terra . A nova medição foi feita para cientistas italianos e obedeceutécnica de pesquisa por satélites e métodos tradicionais .Eles possui 8.872m e não 8.848 como se supunha . Portanto é 13 metros + alto e não 11 + baixo que o k2 que possui 8.859m medidos recentemente .As técnicas ajudam a entender melhor a colisão de placas ,ocorridas nas profundidades da crosta terrestre há milhões de anos ,que deu dirigem ao Himalaia .Movimentos geológicos na Ásia ,fazem com que os picos do Himalaia cresçam cerca de 5cm ao ano .Ao k2 ,resta-lhe o consolo de ser o que sempre foi 😮 maior rival do Everest ,o que não e pouco.

Planeta Terra – Haja Espaço


Quando já se é grande, qualquer crescimento adicional, por discreto que seja, representa muito em números absolutos. Essa elementar verdade aritmética, que delicia os milionários é a face mais impiedosa da crise social que anda de braço dado com a proliferação urbana do terceiro mundo. E só imaginar a montanha de dinheiro, tecnologia, bens e serviços e equipamentos necessários para ao menos não piorar o padrão de vida do grosso da população de metrópoles como cidade do México e São Paulo, Bombaim e Calcutá onde o número de habitantes ameaça simplesmente dobrar em 25 anos ou pouco mais, se não caírem as taxas de crescimento atuais. Mesmo com eventual redução das taxas de natalidade, a população de tais cidades deve dobrar em 34 anos.

Curiosidades


Como um barco á vela pode ser mais rápido que o vento que o impulsiona?

Muito embora isso pareça desafiar as leis da física…
Existem basicamente 2 forças que atuam sobre o barco: a propulsão, causada pelo vento e agindo sobre a vela, e a rasistência hidrodinâmica, que é a força da água sobre o casco, que dificilta o deslocamento da embarcação. Quando o vento for lateral ao movimento do barco e a resistência hidrodinâmica baixa, a propulsão será suficiente para empurra-lo a uma velocidade maior que o vento. Com uma propulsão constante, é suficiente para empurra-lo a uma velocidade maior que a do vento.